Protagonistas de Big Little Lies pediram aumento de salário para retornar

Imagem: HBO/Divulgação

Com a chegada da Apple no mercado já saturado das produções originais, a concorrência aumentou significativamente para novos projetos e também para garantir grandes atores para chamar a atenção do telespectador e assinante. Tal agressividade na entrada da empresa de tecnologia causou uma espécie de efeito dominó em outras emissoras.

De acordo com informações do The Hollywood Reporter, o acordo que a companhia fechou com Jennifer Aniston e Reese Witherspoon para produção de duas temporadas de um projeto, ainda sem título, sobre os bastidores dos programas matinais, inclui um salário de 1.25 milhão de dólares (por episódio) para as atrizes uma vez que servirão também como produtoras executivas.

Sabendo que Big Little Lies foi produzida para ser uma minissérie de apenas sete episódios, a HBO tinha um contrato com o elenco apenas para esse período. À época, não havia sentido um acordo maior porque não se esperava que o sucesso seria tamanho, muito menos que ganharia tantos prêmios ou que receberia a encomenda de episódios adicionais. A necessidade de um novo contrato fez com que os atores fossem trazidos à mesa para novas negociações.

A abertura colocou os atores numa posição de força, principalmente após a Apple ter acordado em pagar tal quantia a Reese Whiterspoon. Sem muito espaço para discutir, a HBO aumentou o salário de todas. Reese e Nicole recebiam $250,000 e $350,000 mil dólares, respectivamente, por episódio na primeira temporada, mas receberão 1 milhão de dólares para o segundo ano, enquanto Zoe Kravitz receberá 3 milhões de dólares para seu trabalho na temporada.

Não é um choque para ninguém que ter uma segunda temporada para uma série em andamento é um daqueles acordos fáceis de se fazer,” disse o Presidente de Programação da HBO, Casey Bloys, ao The Hollywood Reporter. “Toda empresa tem que fazer suas próprias decisões sobre economia que façam sentido,” completou.

Big Little Lies deve retornar ao ar em algum momento de 2019.

Avatar

Bernardo Vieira

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.

No comments

Add yours