Quando a Comic Con Experience supera as expectativas…

Posso dizer que saí muito satisfeito da Comic Con Experience.

Continua após publicidade

Quando cheguei lá na quinta feira, dia 04, era algo que ainda não tinha dimensão. Após ficar um bom tempo na fila para pegar a credencial de imprensa, quando consegui por os pés na exposição, me tornei uma criança de 5 anos. Era deslumbrante ver tanta coisa bacana junto. Stands de encher os olhos.

Continua após a publicidade

Brinquedos, colecionáveis, marcas, produtoras, games, filmes e séries… Estavam lá. Diante de mim.

Continua após publicidade

Confesso que, ao entrar junto com a imprensa, e ver o local completamente vazio apenas com aquele mundo dos sonhos, se tornou uma experiência única. Não acreditava ao me deparar muitos daqueles itens que jamais pensei poder ver de perto.

O sofá de Friends. O trono de ferro de Game of Thrones. A sala de estar dos Simpsons. A tardis de Doctor Who. Tudo ali.

Continua após publicidade

 

 

Mas o que me arrepiou mesmo, foi ver o Batmóvel da série de TV de Adam West. Uma réplica, em tamanho real, bem ali no meio do salão. Como todo bom bat-fã, me emocionei.

 

IMG_0392(1)

 

A feira num geral funcionou muito bem. No primeiro e segundo dia vimos algo bem organizado. O fluxo de pessoas foi bem grande, mas algo controlável. Você podia circular livremente pela feira, pegava uma filinha ali outra aqui, mas nada demais. Os painéis, estavam todos acessíveis, e o Auditório Thunder – o maior do evento, era um lugar que você podia sair e entrar sem a preocupação de perder o lugar. No sábado, veio o boom. O número de gente parece ter triplicado e as filas para os painéis ficaram gigantes. A ponto dos organizadores irem pedir para que fossem fazer outra coisa. Foi meio frustrante. Neste dia, o Mix não conseguiu cobrir nenhum painel. Algo que foi contornado no domingo, que já teve um controle e uma organização melhor para o auditório Thunder.

Entre as lojas, destaques para a Mundo Geek e Panini – que estava dando 25% de desconto em todo o seu estoque.

Nos stands, a do Netflix era campeã de visita: aos que passavam por lá, girando a roleta do canal, o fã concorria a vários brindes – que os colaboradores do Mix pegaram todos!

 

IMG-20141207-WA0002

Painel Netflix

 

Mas tudo bem.

Conseguimos conversar com o elenco de Marco Polo (leia a matéria aqui), além de ter assistido ao piloto que em breve terá crítica aqui no Mix de Séries.

Vimos de pertinho o Jason Momoa transitar no painel de domingo, criando um dos momentos mais históricos da CCXP.

Demos boas risadas com Sean Astin, e nos emocionamos com Édgar Vivar.

E claro, curtimos bastante os quatros dias de eventos, visitando todos os stands, comprando muita coisa nerd e dando boas risadas.

 

IMG_0470

 

Foi uma experience que ficará marcada.

2015 estaremos lá. Sem sombra de dúvidas.

 

IMG_0700

Criador do Mix de Séries, atua hoje como redator e editor chefe do portal. Especialista em SEO e construção de textos para internet, também atua como webwriter com foco em textos para o Google. Autor na internet desde 2011, passou pelos portais TeleSéries e Box de Séries. Fã de carteirinha de Friends, ER e One Tree Hill, é aficionado pelo mundo dos seriados. Também é fã de procedurais, sabendo tudo sobre o universo das séries Chicago, Grey's Anatomy, e séries de sucesso como La Casa de Papel e Lucifer. Também é fã da DC Comics, e acompanha produções inspiradas em personagens da editora, como Titans e até o mais recente produto da editora, Sweet Tooth.