Quando nos cansamos das séries

Continua após as recomendações

Pensando no tema do editorial me vi sem saída: não havia tema. Há uma série de assuntos bacanas para serem abordados… Toda a polêmica envolvendo a Fox, a segunda temporada de Stranger Things que começa a se desenhar, a nova série dos X-Men na Fox, o império de Shonda sendo renovado e o de Ryan Murphy crescendo ainda mais. Mas não tive vontade de escrever sobre nenhum. Isso porque cansei das séries. Não me importo e nem arrependo: cansei e pronto. Isso acontece pelo menos uma vez ao ano. É já aviso: se você ainda não cansou, isso vai acontecer mais cedo ou mais tarde. Depois você vai voltar a amar seus programas favoritos, mas por um tempo você não vai aguentar ouvir ou falar sobre isso.

Pra mim, e acredito que pra maioria dos seriadores, esse cansaço geralmente vem nessa época do ano, entre janeiro e março. Particularmente dois fatores são decisivos: a) pouquíssima coisa interessante é lançada nesse período; b) o cinema nesses meses é infinitamente melhor. É época de grandes lançamentos, prêmios e Oscar. Quem curte cultura pop e o audiovisual como um todo, acaba voltando os olhos para os filmes. É natural  que o interesse fique voltado ao indicados e vencedores dos prêmios e festivais da época e, com isso, a televisão fica em segundo plano.

Continua após a publicidade

Já o espectador casual, que não é fã ardoroso nem de uma coisa nem de outra, acaba se interessando mais pelo carnaval, o início dos campeonatos estaduais de futebol ou mesmo o retorno de programas da TV aberta, como BBB e afins. De um jeito ou de outro, as séries, que fervem na fall season, por exemplo, dão uma esfriada. Resta ao seriador não se sentir culpado; ao contrário: esqueça as séries por um momento. Deixe todos aqueles universos de lado e se dedique a outra coisa: música, cinema, literatura, etc.

Pare de se preocupar com a grade atrasada ou com a legenda do último episódio. Não importa o período do ano, mas quando o momento do cansaço chegar, abrace-o. A overdose de séries fará com que você perca a diversão do processo e o paladar para novos programas. Perde-se o humor e tudo parece perder o brilho. Com as férias realizadas (de dois dias, uma semana, um mês, como preferir), volte às suas séries e tudo parecerá melhor. Nada melhor que a distância para sentirmos falta e percebermos como as coisas valem a pena.

2 comentários

Adicione o seu
  1. Avatar
    Fernando Santos 13 fevereiro, 2017 at 12:06 Responder

    Ótimo post! Bom saber que não estou sozinho.
    Estou neste cansaço desde que maratonei as duas temporadas de Mr. Robot e outras séries nas minhas férias em janeiro. Não estou tendo interesse em ver novas temporadas de séries que já acompanho. Assisto o primeiro episódio e começo a procurar outras coisas para assistir, justamente filmes ou coisas aleatórias. Isso sempre acontece várias vezes no ano comigo. Acho bom, pois se não ver séries acaba se tornando uma obrigação e não uma diversão.

  2. Avatar
    Juk 12 fevereiro, 2017 at 09:24 Responder

    Eu tive esse cansaço ano passado, mas não foi no começo do ano. Muito pelo contrário, começo do ano passado eu estava muito animada com as séries tanto que o número de séries na minha grade cresceu absurdamente. Eu tive esse cansaço no meio ano em plena summer season, então eu decide ver os episódios que eu queria e quando eu queria, e nas horas vagas como não tinha nada pra fazer, via desenhos aí eu comecei a rever X-Men Evolution e conheci Steven Universe.

    Ótimo texto e é bom saber que outras não vejam esse cansaço não é um problema. Férias é bom e todo mundo precisa ter até das séries.

Post a new comment