Quantico – 2×02 – Lipstick

quantico
Imagem: Banco de Séries

 

Continua após publicidade

Já no segundo episódio percebemos certas reviravoltas dentro da série que, mesmo sendo muito previsíveis, nos deixam com uma dúvida atrás da orelha. Será mesmo que a mensagem Miranda era para um agente do FBI infiltrado? Isso nos leva a pensar que ela já sabia do atentado, mas demonstra se preocupar no meio de todo o caos no departamento. No famoso “não to entendendo nada”, vamos seguindo desde a Season One e aguardando para que nossas dúvidas sejam esclarecidas.

Continua após a publicidade

Alex e Booth definitivamente não se acertam e, durante os deslizes da vida, algumas vezes é até bacana ver eles com trabalhos separados. Cada um com seu foco de infiltrado e defendendo a bandeira de quem o colocou lá dentro. Essa coisa de individualidade dos agentes foi bacana pra mostrar que eles podem co-existir no seriado sem depender da função de par romântico principal. Há plots por detrás de Alex que não competem ao agente Booth e vice-versa, e como já sabemos que daqui a um ano eles não estarão mais juntos, vamos nos acostumar com a distância entre eles de uma vez…

Continua após publicidade
quantico 2
Imagem: Banco de Séries

Essa é, definitivamente, uma das personagens que mais cresceu entre as temporadas. Shelby entrou em Quantico como uma garota mimada procurando por justiça. Sofreu com árduas perdas e descobertas durante seu treinamento e resolveu se rebelar durante o atentado na Season One. Depois se renovou e hoje é uma agente muito competente e equilibrada (pelo menos até agora…). Agora como supervisora de Alex, veremos mais um pouco dessa Shelby mais compenetrada no trabalho em relação aos acontecimentos pessoais, pelo menos até Caleb dar as caras.

E o que foi aquele treinamento espião pelas ruas? Essa dinâmica maior confere às missões da CIA uma supremacia em relação às do FBI. Em Quantico víamos grandes tarefas que realmente eram de validade para o futuro agente, e outras que as vezes me faziam morrer de tédio. Toda a questão da espionagem parece ser mais intrigante, e espero que façam isso de maneira incrível. Agora, Alex realmente deu uma grande bobeira a não perceber Harry como seu trigger durante a tarefa.

Continua após publicidade

No fim, ambas as linhas temporais acabam de um modo surpreendente. At the Farm, vemos um diálogo incrível entre Lydia e Alex, que nos mostra o porque da supervisora estar tanto no pé da agente infiltrada. No futuro, Miranda com aquele choque previsível de ser falsiane, ou não. Acredito que Nimah estará como infiltrada e, junto de Alex, conseguirá desestruturar toda essa situação. Só espero que não insistam nisso por 22 episódios, porque aí terei que abdicar de meus elogios a esta temporada.

Mineiro, Escorpiano, 20 Anos, Estudante de Medicina. Direto do Arkham Asylum para o Mix. Eterno fã de Chuck, E.R. e Friends (RIP). Por entre as madrugadas vive a dualidade dos estudos e das séries. No Mix, escreve as reviews de Quantico, The Good Doctor e Legends of Tomorrow.