Red Band Society – 1×03 – Liar Liar Pants on Fire

red-03

Red Band Society tem se especializado em trazer, todas as semanas, episódios que tocam nosso coração. Nem sempre esse toque nos faz chorar prantos intermináveis, às vezes esse toque está mais relacionado com aquilo que muitas vezes vivemos aqui, no nosso mundinho real. Mais uma vez a série mostra que não é porque aqueles adolescentes vivem em um hospital, que eles não tem os mesmos dilemas que nós!

O episódio dessa semana foi sobre mentira. E vimos  as consequências de mentir na vida de todos os personagens. Começando com Leo, que é o nosso verdadeiro protagonista, e que mentiu para si mesmo ao inventar motivos altruístas para terminar com Emma, sendo que na verdade o que ele sentia era o tão claro medo de “viver” esse sentimento, principalmente com uma pessoa que no “mundo real” não combinaria com ele. Leo passou o episódio inteiro tentando uma forma de reconquistar Emma, mas ela, magoada, não cedeu. No fim, ele acabou percebendo que o tempo passa sim para aqueles que não aproveitam as oportunidades, e que agora, ele não merece outra chance. Mas a maior prova de erro nessa história toda, é que ele tomou esse impulso apenas por ciúmes do que ela tem com Jordi.

Kara viveu mais uma vez a sua mentira sobre não ser dependente de drogas, mais uma vez se enganando com isso e sobre o fato de estar bem – afinal, quem precisa de um transplante de coração não está nada bem. Nesse episódio, ela ficou ainda mais próxima da enfermeira Jackson, ou melhor, Deena. Adoro a relação das duas, e de como ela é cheia de humor e drama. Elas são duas pessoas parecidas, no fato de não dar o braço a torcer, e é só por isso que Jackson não larga essa menina esnobe, porque ela sabe que mesmo Kara praticamente implorando por isso todos os dias, não é o que a menina realmente precisa.

Continua após a publicidade

Quanto à Jackson, fiquei curiosa com tal carreira que ela deixou para trás para se dedicar a enfermagem oncológica. Que no futuro falem mais sobre isso.

Mas a maior mentira do episódio veio de Jordi e sua mãe morta, que não estava morta coisa nenhuma. Sim, foi totalmente Grey’s Anatomy a relação de Eva (a mãe de Jordi) com o Dr. McAndrews (McDreamy?). Mas no fim, isso nem foi o foco, pois o importante nisso tudo foi a relação entre mãe e filho. Nada clichê o relacionamento deles, nem o fato de Jordi a querer longe. E a parte mais emocionante do episódio foi o tal duelo dos dois, onde Jordi relembrou sua infância, e ponderou que no fim, tudo que ela fez no passado foi pelo bem dele. Ela era nova e imatura e o método escolhido não diminuía o amor de mãe, quem sabe até evidenciava mais.

Tão interessante quanto o relacionamento dos dois, foi o desenvolvimento de Brittany, a enfermeira novata, que está cada vez mais pirada. Engraçada, inconveniente, no fim ela é extremamente observadora. E ganhou o meu coração ao comparar a amizade de Leo e Dash com um relacionamento g0y, complementando seu argumento com a tal história da sua vida. Já amo Brittany para todo sempre.

Mas no fim, o ponto mais marcante foi ver os personagens superando seus próprios preconceitos, quebrando seus dilemas. Kara está cada vez mais humana, Dash está começando a ser menos individualista, Leo está amadurecendo graças ao amor por Emma e a amizade com Jordi, e Jordi está descobrindo que precisa sim de outras pessoas do lado. Não sei vocês, mas cada vez eu amo mais essa série!

PS 1: Adorei saber que aquele chapéu que Emma nunca tira(va) foi dado por Leo. Nesse episódio, ela não usou o chapéu, e acredito que isso foi o que mais pesou para ele. Mas não adianta, sou Team Lemma. <3

PS 2: Não posso ver Dash que lembro dele em The X Factor US, vocês reconheceram também?

Letícia Bastos

Letícia Bastos

Publicitária, social media, mangaká e dançarina em protestos. Também sou apaixonada por séries e admito que novelas são meu Guilty Pleasure. Apaixonada por comédias cult/pop/nerd, ainda pretendo fundar uma seita para os Adoradores de Arrested Development. Aqui no Mix sou editora de Realitys Show e escrevo as reviews de todos os realitys do mundo, como Masterchef BR, The X Factor UK e BR, The Voice US, AUS e BR, BBB e RuPauls Drag Race.

No comments

Add yours