Revenge – 4×11 – Epitaph

revenge-11-02

Continua após as recomendações

 

Foi difícil digerir esse episódio.

Continua após a publicidade

Depois de muito tiro, porrada e bomba antes do pequeno hiato, Revenge voltou nos mostrando como raios a vida seguiria depois de tudo que aconteceu. E ficou claro que mesmo que a poeira tenha baixado, os ânimos ainda estão muito agitados, afinal cada um recebeu de um jeito o baque da morte do príncipe dos Hamptons.

Ainda estou com dificuldade de acreditar que, na vontade de se salvar Nolan, Jack, Emily, David e Victória tenham transformado Daniel em um monstro, manchando a imagem de alguém que não pode mais se defender. Confesso que fiquei revoltada e não aceitei bem isso não, mesmo sabendo que caso alguém soubesse o que realmente aconteceu, todos estavam condenados. A verdade, quando se trata de Revenge, nunca é o melhor caminho.

Mesmo não concordando com a mentira criada, preciso concordar que sim, foi o melhor caminho. E mesmo que o grande momento do episódio anterior tenha sido a morte de Daniel, o que ditou o ritmo de tudo que aconteceu nesse (e no próximo) é o desaparecimento/morte de Kate Taylor. Nolan fez tudo para camuflar as provas, inclusive mandando o celular de Kate para Miami e armando várias emboscadas para o pai da falecida, mas o temido Malcolm Black não dorme no ponto, e já apareceu nos Hamptons, tendo como primeira vítima o chatíssimo delegado.

No meio de tudo isso, foi bom perceber que personagens bem secundários começaram enfim a ter utilidade, como é o caso de Ben Hunter. O parceiro de Jack até agora era só mesmo o “parceiro de Jack”. Esquentadinho, com uma pequena queda por Emily, ele realmente não fazia diferença nenhuma, mas ficou claro que ele fez as perguntas certas para deixar Emily toda confusa no seu interrogatório, agora como detetive então (será que ele consegue ainda mesmo sem o delegado?) é melhor tomar cuidado.

Outra personagem que está ganhando uma utilidade é Margaux, agora sentindo a dor de ser uma jovem viúva. Ela foi a última a falar com Daniel, e sabe que ele não estava transtornado coisa nenhuma. E sendo dona de um grande conglomerado de comunicação todo trabalhado na fofoca, Emily deveria tomar muito cuidado com o que ela pode fazer, como divulgar sua verdadeira identidade.

revenge-11-01

Já Louise finalmente conseguiu se aproximar de Victória, e eu perdi alguma coisa, mas não entendi a validade daquele envelope. É o mesmo que Vic mandou para Kate? Então Nolan pegou o envelope e não leu? Não viu que foi Vic que entregou Emily de bandeja para Kate? Mal contado isso.

Mas os grandes destaques do episódio foram Emily confusa e Victória ferida mortalmente. Nossa rainha esqueceu (convenientemente) que ela é a maior responsável pela morte do filho, e quase abriu sua boca para todo mundo. Foi duro ver ela sofrendo vendo Daniel no hotel – mesmo que há tempos eles não conversavam daquele jeito, foi desprezível ver ela ainda armando tramóias, mas o pior mesmo foi mais uma vez vê-la agir sem reconhecer seus erros. Só para variar, mais uma incrível atuação de Madeleine Stowe. Já Emily estava mais confusa que cego em tiroteio. Realmente a morte de Daniel a deixou muito abalada, tanto que tô achando que ela não aguentará segurar essa mentira por muito tempo.

Agora Malcolm Black apareceu por aquelas bandas, e Revenge abre ainda mais seu leque de histórias. O que será que nos reserva o próximo episódio?

 

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=olzHvENimtM[/youtube]

Tags Revenge
Letícia Bastos

Letícia Bastos

Publicitária, social media, mangaká e dançarina em protestos. Também sou apaixonada por séries e admito que novelas são meu Guilty Pleasure. Apaixonada por comédias cult/pop/nerd, ainda pretendo fundar uma seita para os Adoradores de Arrested Development. Aqui no Mix sou editora de Realitys Show e escrevo as reviews de todos os realitys do mundo, como Masterchef BR, The X Factor UK e BR, The Voice US, AUS e BR, BBB e RuPauls Drag Race.

1 comment

Add yours
  1. Eduardo Nogueira
    Eduardo Nogueira 7 janeiro, 2015 at 14:44 Responder

    Eu esperava bem mais desse episódio, sério. Foi um episódio bem meia boca e confuso, e vou ser sincero que também não digeri a história que inventaram sobre a morte de Daniel, muita balela, porém foi algo necessário. A cena em que Queen Vic se imagina falando com o filho foi de doer o coração, e depois a parte do funeral de Dan, onde Emily relembra os bons momentos que teve com o ex, e mostrando o seu lado humano de como essa perda abalou suas estruturas.
    Minhas teorias daqui pra frente
    – Margaux fará a vida de Emily um inferno
    – Victoria tentará a morte do filho da sua maneira, não medindo esforços
    – Victoria usará e muito Louise nos próximos episódios
    – Mais confrontos entre Emily e David
    Agora com Malcolm Black no pedaço, estou ansioso para ver como será o desenrolar dessa história. A única coisa que espero que essa trama não seja uma Iniciativa 2.0, pq senão vai ficar dificil.

Post a new comment