Revival de Gilmore Girls “é sobre três mulheres numa encruzilhada,” diz criadora

Gilmore Girls

Imagem: Cinema Blend

 

A criadora do revival de Girlmore Girl na Netflix, que terá o subtítulo de A Year in the Life, explicou que o retorno da série “é sobre três mulheres numa encruzilhada na vida de cada uma,” aos jornalistas durante o painel do serviço de streaming na turnê da TCA (Television Critic’s Association).

Amy Sherman-Palladino também explicou o que poderemos esperar da viuvez recente de Emily, personagem de Kelly Bishop: “O que a morte de um marido significa para uma mulher que dedicou-se ao trabalho de ser esposa sua vida inteira? E onde ela vai daqui para frente?” indagou a produtora a imprensa já emendando o que podemos esperar de Lorelai, descrita por Amy como uma “mulher independente e ainda solteira que aumenta sua guarda para não só se proteger, como também sua própria filha”.

Continua após a publicidade

Por fim, Rory estará indagando a si mesma todas as decisões que tomou na vida até então. “É essa a ideia, de quando você chega aos trinta anos, você fez tudo certo – foi para a universidade, conquistou boas notas, trabalhou muito, mas de repente percebe que de alguma forma, a vida não está da maneira como você queria,” disse Sherman-Palladino. “E o como o mundo está mudando rapidamente, eu penso que muitas das crianças bem educadas e estudadas estão enfrentando neste momento. Eles estão pensando – “Eu consegui. Fiz meu dever de casa. Passei nas provas finais. Eu fiz tudo. Porque não estou onde queria?”, completou.

Vale lembrar que Gilmore Girls: A Year in the Life será lançado em todos os países que o Netflix opera no mundo, a partir da sexta-feira, 25 de novembro.

Fonte: TV Line

Avatar

Bernardo Vieira

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.

No comments

Add yours