Ringue Mix: entre algemas e detetives

MIX-RINGE-Chicago-Rookie

Continua após publicidade

 

Continua após a publicidade

O gênero policial tornou-se muito popular nos anos 1990 principalmente com séries procedurais, que traziam a cada semana um caso a ser explorado que remetia e muito e dura realidade dos guetos americanos. Law & Order fez escola, e nos anos 2000, CSI renovou o jeito de se produzir uma série do gênero. Entretanto, havia uma forma um pouco inexplorada de se fazer séries policiais que ainda precisava dar as caras na TV. O drama pessoal destes homens e mulheres mereciam ganhar destaque e as séries que disputam o Ringue Mix de hoje são especialistas nisso.

Continua após publicidade

Uma série canadense e outra americana, ambas com uma só vontade: explorar ao máximo o particular de policiais e detetives. Rookie Blue e Chicago P.D. são duas séries de peso, e disputam hoje o cinturão da batalha predileta do Mix de Séries. Quem vence?

 

Continua após publicidade

De um lado do ringue…

Chicago P.D.
2 temporadas
38 episódios
Criada por: Dick Wolf

Chicago PDChicago P.D. é o primeiro spin off de Chicago Fire, e assim como a série original, acompanha o cotidiano de homens que trabalham todos os dias colocando suas vidas em riscos para salvar o próximo. Com foco em uma Inteligência da cidade de Chicago, semanalmente acompanha os mais diversos casos, de grandes atentados, sequestros a pequenos assaltos. Tudo isso intercalado com os dramas pessoais de cada um dos personagens que tem importância equilibrada para o desenvolvimento do show. Apesar de utilizar e muito do formato da série que a originou, P.D. acabou criando um jeito próprio de tratar os casos da semana, deixando a atração em um tom bem sério, assim como a realidade que ela objetiva retratar.

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!

 

 

Do outro lado do ringue…

Rookie Blue
6 temporadas
74 episódios
Criada por: Tassie Cameron, Morwyn Brebner, Ellen Vanstone

rookie-blue season 5

Rookie Blue é uma série canadense exibida nos Estados Unidos pela ABC na summer season. A veterana estreou em 2010, sendo considerada a Grey’s Anatomy dos policiais, por muitas similaridades. Primeiro, a série acompanhava o cotidiano de cinco jovens policiais que acabavam de entrar em uma divisão da Polícia de Toronto. Segundo, a série dava muito enfoque para os dramas e relacionamentos vivenciados pelos protagonistas. E terceiro, a atração tinha um excelente gosto musical para embalar as emocionantes cenas. Uma fórmula de sucesso, que durante o verão, atrai uma excelente audiência todos os anos para acompanharem os policiais cuidando dos mais diversos casos de investigação policial.

 

fight

 

Ambas as séries possuem uma excelente forma de tratar o tema em questão. Séries policiais podem acabar sendo banalizadas justamente por explorar tragédias, o que não é tão o caso de Rookie Blue e Chicago P.D.. No caso da primeira, as tramas semanais apresentadas nos primeiros anos da atração acabaram sendo coadjuvantes frente os dramas pessoais dos policiais, onde o relacionamento de cada um deles ganharam enfoque. Nos últimos anos, entretanto, Rookie Blue veio investindo pesado em boas histórias que deixassem um pouco do particular de lado, e fizessem o público se conectar com os casos investigados. Claro que, com uma oportunidade ou outra, faziam uma ligação entre o caso e o problema que determinado policial passava por aquele momento.

Chicago P.D. vem de uma fórmula construída em Chicago Fire. Apesar de explorarem em peso os dramas particulares dos policiais e detetives, o uso de diversos casos em um mesmo episódio preenchem a trama de forma a manter equilibrado o tempo que gastamos com ambos. É uma fórmula que funciona, sem sombra de dúvidas. Entretanto, em um episódio ou outro, a história pode acabar ficando desequilibrada, se um dos dois alicerces da série não funcionar muito bem, o que dá então à Rookie Blue uma vantagem. Porém, Chicago P.D. toma a dianteira no quesito complexidade, ainda mais com o brilhante texto do mestre das séries policiais, Dick Wolf. São casos bem amarrados que fazem o espectador ficar trabalhando a mente no episódio do começo ao fim, sendo uma característica única para a série, e fórmula bastante utilizada nos procedurais dos anos 1990 já citados.

O elenco é um show a parte em ambas as séries. A começar, tanto em Rookie Blue quanto em Chicago P.D. temos dois astros que participaram da infância/adolescência de muitos seriadores. Na primeira, Gregory Smith que protagonizava Everwood na WB é um conhecido nome do público, enquanto em Chicago P.D., Sophia Bush que viveu por nove anos Brooke Davis em One Tree Hill é uma das queridinhas da atração. Mas não é só de nomes conhecidos que ambos os shows vivem. Todos eles apresentaram uma safra de atores desconhecidos que se destacam a cada episódio, como Missy Peregrym e Ben Bass em Rookie Blue, e Jason Beghe (que já fez participações relevantes em muitas séries) e Jon Seda em Chicago P.D..

Precisamos falar também da trilha sonora. Chicago P.D. até tenta vez ou outra, mas Rookie Blue sabe como ninguém colocar uma bela canção no momento certo. Característica que a remete à Grey’s Anatomy, as soundtracks semanais da série são presenças garantidas na Mix Music aqui do site, e casam perfeitamente com os dramas tanto dos casos investigados como os pessoais. Pontos por isso.

Já as locações são disparados bem mais aproveitadas por Chicago P.D.. Apesar de Rookie ser ambientada na belíssima Toronto, no Canadá, Chicago P.D. tem como plano de fundo as apaixonantes ruas de Chicago, e em contraste com os bairros de classe média/baixa, produzem o perfeito cenário para os policiais explorarem as gangues e criminosos da famosa cidade americana.

 

E o vencedor é…

A disputa como vimos é acirrada. Ao mesmo tempo que Rookie Blue sai na frente, Chicago P.D. fica coladinha com ela, apresentando ambas as séries excelentes tramas. Entretanto, precisamos dar a vitória para a primeira. Sim, Rookie Blue acaba tendo mais experiência que P.D. e portanto, um peso a mais para esta vitória. A série canadense já está há seis anos na estrada, e continua a manter um nível muito bom de episódios. São casos que exploram os problemas das ruas de Toronto na medida certa, e que dão destaque aos conflitos apaixonantes que todos estes policiais vivem dia após dia. Casamentos, términos, namoros, acrescentados de filhos, problemas familiares, drogas, alcoolismo, homossexualismo entre outras. São temas que Rookie Blue explorou como ninguém e Chicago P.D. precisa correr atrás disso um pouco mais.

Enquanto a P.D. pode ser um pouco dura em simpatizar os seus personagens e seus casos pessoais, Rookie Blue faz isso de graça. É só você perceber que os personagens de Rookie são extremamente mais felizes que Chicago. Não que isso seja algo ruim para P.D.. É claro que, a fidelidade e o nível de realidade que a série de Dick Wolf quer demonstrar exige isso de seus personagens, mas é algo que, por exemplo, Chicago Fire explora melhor. E qual é, nós adoramos um final feliz, e Rookie é especialista nisso.

 

KORookie

 

Não se preocupem fãs de Chicago P.D., pois a série tem e muito potencial para bater a produção canadense. Estamos na torcida para uma revanche! Mas por hora, o cinturão é de Rookie Blue.