Rising Star 1×01 – Auditions

Macy-Kate-Rising-Star

Continua após as recomendações

 Começou Rising Star galera. O novo reality show da ABC que é baseado no original israelense. E que sim, é mais ou menos aquilo que vemos por aqui com o Superstar da Globo. Diferente dos outros modelos de realities musicais, baseados (inicialmente, pelo menos) na opinião dos jurados, aqui quem manda é quem baixou o aplicativo, e os jurados são meros “tapa-buracos” ali no palco.

Com apresentações marcantes para o bom e para o ruim, começamos o nosso festival de opiniões. Lembrando que aqui também trabalharemos no padrão de textos para realities, com cada um dos colaboradores expondo suas opiniões, como aconteceu aqui. Também nesse caso, trabalharemos com uma média das nossas notas para cada apresentação, parecido com o que já acontece no programa.

Continua após a publicidade

Bom, com tudo explicadinho, vem ver o que achamos da estréia de Rising Star:

 

Joshua Peavy – “Everything I Do” (87%)

 

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=dK6hcYGHPZk[/youtube]

 

Carine (70%) – Vocalmente não vi nada de negativo no Joshua. O único problema da apresentação foi a song choice. Existem tantas versões dessa música por aí que fica difícil alguém fazer algo muito diferente e inovador a ponto de surpreender. Ele tem potencial para ótimas apresentações, basta saber escolher as músicas.

 Eduardo (80%)- Joshua abriu muito bem a edição americana do reality, com uma versão serena e bem simples desse clássico de Bryan Adams, mas que conseguiu cativar o público e aos jurados. O único problema é que Joshua tem jeito que vai seguir essa linha de perfil, e candidatos assim sabemos como isso acaba né?

 Fábio (70%) – E vamos lá para o primeiro act da noite. Josh canta até bem e me prendeu por uns momentos durante a música, porém tem MUITO o que melhorar e não ficar preso em músicas no estilo de Everything I Do é uma delas.

 Letícia (65%) – E começou Rising Star, e começou Zzzzzz… Não é que Josh seja um candidato ruim, não, ele tem uma voz linda e tal. Mas essa coisa de zero expressão facial e esse estilo Carlos Guevara já me cansou de um jeito que não dá mais. O público gostou, mas eu não levantava o telão.

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX: ” level=”71″]

 

Lisa Punch – “How Will I Know” (80%)

 

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=XZzpF-6NU60[/youtube]

 

Carine (80%) – Tenho um sério problema com quem canta Whitney Houston porque sempre acho que não fica bom o suficiente, mas como Liza não escolheu os maiores clássicos, fez uma performance animada e super bem executada, acabou ganhando meu voto.

Eduardo (90%) – Pensa numa pessoa que teve uma tacada certeira na escolha da música. Muito prazer, essa é Lisa Punch, o qual nova de tudo surpreendeu pela sua versatilidade e presença de palco. Ela será uma candidata que suas performances terão que ser bem escolhidas para ir longe na competição.

Fábio (70%) – Lisa tem um vozeirão e sabe manter a presença no palco, mesmo que isso no momento não seja um fator de grande importância. Porém é o tipico act que vai mostrar apenas essa mesma coisa semana após semana, espero que não, senão será facilmente esquecida.

Letícia (90%) – Lisa gritou “This a boy…” eu morri de amores. Adorei a dançadinha, adorei o vozeirão, mas espero que esse mesmo vozeirão não seja aquilo que a prenderá em escolhas óbvias e já ouvidas tantas vezes. Lisa, ousadia e alegria para você.

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX: ” level=”82″]

 

Maneepat Molloy – “Con Te Partiro” (73%)

 

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=sUSCQMGxXnI[/youtube]

 

Carine (55%) – Maneepat é uma incógnita, não tenho ideia do que esperar dela nas próximas etapas. Só sei que foi beeeeem fraco.

Eduardo (60%) – Pra começar para mim ela é um cosplay da Elona Santiago (ex- The X Factor US). Ela pode ter uma voz bonita e uma história “own”, mas ela não me ganhou e com certeza tem grandes chances de rodar já na próxima fase, mas mesmo assim boa sorte!

Fábio (60%) – Ok Maneepat você tem uma voz legal, mas saiba que song choice é fundamental em competições. Espero que não fique nessa linha, e se ficar, espero que vá logo embora.

Letícia (50%) – Não consegui acreditar quando percebi que teria que ouvir isso, gente pelamor! Migaa, a essa altura do campeonato não quero nem saber de história fofa, que escolhas mais interessantes, ousadas, que me façam ter vontade de ouvir. Por mim ela nem passava da audição, mas sei lá o que viram nela. Elonna só na carinha mesmo, porque potencial vocal faltou.

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX: ” level=”56″]

 

Daniel & Olivia – “Counting Stars” (6%)

 

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=gtCQZESvsdY[/youtube]

 

Carine (10%) – Não entendi nadinha do que aconteceu naquele palco. A versão da música ficou completamente esquisita, a voz desses dois não combina, desastre total! O pior é que eles têm um cover da mesma música no Youtube que ainda está longe da perfeição, mas bem melhor do que isso aí que fizeram no programa.

Eduardo (65%) – Gente eles são terríveis, péssimos musicalmente, fora de sincronia e tal. Porém uma coisa não podemos negar, eles têm carisma e isso poderia ter ajudado a não ter, quem sabe até, o pior índice de rejeição do público. Apesar da performance sofrível, me diverti com eles, pois estavam bem à vontade.

Fábio (10%) – Tá tudo errado com essa dupla. A voz deles não fica legal juntas, fizeram uma versão sofrível dessa excelente música e quem nasceu pra ser Daniel & Olivia nunca será Alex & Sierra.

Letícia (5%) – Não gente, peraí, que versão do mundo bizarro de Alex & Sierra foi essa? Detesto pensar na ideia que surgirão ainda muitos casais hipsters achando que cantam em competições musicais depois do sucesso do casal de TXF. Daniel & Olívia são terríveis juntos, sem noção musical nenhuma, e vou sonhar com Olívia querendo ser fofa e pulando no palco totalmente fora de ritmo, como Sierra fazia no início. Odiei.

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX: ” level=”22″]

 

Jesse Kinch – “I Put A Spell On You” (92%)

 

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=9C_6jEl6wGg[/youtube]

 

Carine (100%) – Apaixonei no Jesse. Ele já ganhou todos os pontos comigo pelo visual, pela música, pela voz… Acho que I Put A Spell On You pede uma voz potente e forte, e isso Jesse tem de sobra. Já virei fã.

Eduardo (95%) – MAS GENTE? Esse cara me subestimou, eu pensei que ele seria uma decepção, mas ele simplesmente roubou as atenções. Que voz, que talento. Com certeza Jesse tem grandes chances de chegar até a final se continuar assim, a segunda melhor audição da noite.

Fábio (90%) –  Agora sim definitivamente começamos o programa. Isso que é song choice, isso que é atitude, isso que é VOZ. Já entrou para minha lista dos favoritos, que está começando com ele por sinal.

Letícia (95%) – Meu coração pulou assim que Jesse soltou o vozeirão. Que talento meu Deus! Só 20 anos e já cheio de estilo. Também entrou também na minha lista de preferidos e pelo jeito não vai sair tão cedo. Ufa! Era um candidato assim que eu esperava.

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX: ” level=”95″]

 

Beyond 5 – “Wake Me Up” (46%)

 

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=MKYdRouXjDw[/youtube]

 

Carine (10%) – AI MEU DEUS, socorro que teve dancinha! Que coisa horrorosa! To me perguntando quem é que disse pra esses meninos que isso tava legal.  Tirando a breguiçe da coreografia e focando na voz (ou na falta de), achei que parece um bando de meninos na fase da puberdade e que a voz ainda está se definindo. Péssimo!

Eduardo (10%) – E a vontade de cortar os pulsos ao ver essa performance?  Parecia mais um bando backing vocals de um Justin Timberlake adoecido das cordas vocais. PÉSSIMO é elogio.

Fábio (10%) – Beyond 5 conseguiu algo INCRÍVEL. Entrou para o topo dos que acabaram com Wake Me Up. Se quer vir apresentar uma boyband, não fica com esses passinhos sincronizados, isso é tão anos 90 com Backstreet Boys. E procurem alguém com uma voz decente para liderar a banda. Obrigado, de nada.

Letícia (0%) – MEU DEUS DO CÉU O QUE FOI ISSO? Não acreditei na Kesha e no Brad, como votaram a favor? Como gostaram disso? Que vozes sofríveis, sem preparo. N’Sync e Backstreet Boys se reviraram no túmulo com isso. Coitada de Wake Me Up, não merecia.

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX: ” level=”8″]

 

Sarah Darling – “Merry Go Round” (89%)

 

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=iiPXloPBvI4[/youtube]

 

Carine (90%) – Adoro vozes como a da Sarah e passaria o dia todo escutando ela cantar. Só vou torcer para que ela inove dentro do country e as apresentações não fiquem sempre com a mesma cara.

Eduardo (85%) – Dona de uma voz suave e gostosa de se ouvir, Sarah ganhou a todos (inclusive a mim) pela simplicidade de sua performance. Alguns poderão lhe rotular como boring, mas se ela continuar nesse ritmo tem chance equilibradas de continuar se dando bem nas próximas fases.

Fábio (80%) – Assim como os americanos, também tenho uma queda por country, não tão exagerado como eles, claro. Dai vem a Sarah com essa voz super agradável de escutar. Ela  canta como se estivesse contando uma historia, que é exatamente como um bom country deve ser cantado.

Letícia (85%) – Quando a tia da Taylor Swift sentou na cadeirinha, já sabia que Rising Star tinha encontrado a sua Carrie Underwood. Voz doce, suave e gostosa de ouvir, se continuar fazendo boas escolhas, Sarah vai longe na competição.

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX: ” level=”85″]

 

Colin Huntley – “Sing” (38%)

 

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=3N10SVXVM9A[/youtube]

 

Carine (30%) – O Colin não canta mal, só escolheu uma música muito errada e que não é nada fácil. Mas achei ele um fofo e ainda é super novinho, só se dedicar que pode ser um ótimo cantor.

Eduardo (20%) – No primeiro instante pensei que Colin daria um show, mas com o passar da música sua apresentação ficou inconstante com a forçada mudança de voz. Quando pensei que nada podia piorar, a performance virou um festival de onomatopéia. Sofrível.

Fábio (40%) – Colin não foi tão ruim assim, ruim, mas não tanto. Ele tem uma voz até bacana e arriscou uns falsetes, porém uma coisa é certa, mesmo que passasse cairia fácil nas próximas fases fácil, fácil.

Letícia (40%) – Colin, volta ano que vem menino, e vem com uma música mais fácil, uma música que não exija tanto. Acredito que ele tenha futuro, que tenha uma boa voz, mas ele precisa apostar naquilo que sabe fazer, e falsetes mil definitivamente não são seu forte.

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX: ” level=”32″]

 

Summer Collins – “Classic” (40%)

 

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=nMx6s2LyfGU[/youtube]

 

Carine (70%)- Poxa, eu gostei bastante e juro que daria uma chance pra moça. Não acho que iria muito longe, mas pelo menos nessa primeira audição teria o meu voto.

Eduardo (75%) – Me apaixonei pela Summer pelo seu conjunto linda + talentosa. Porém a jovem não foi feliz na escolha da música, o que resultou em uma performance meia boca e que a fez rodar logo nas auditions, uma pena. Summer fará algo sábado à noite? 😉

Fábio (50%) – Summer foi de longe a melhor dos piores. Porém pecou na song choice, a música não ajudou ela em nada, e deixou ela totalmente esquecível.

Letícia (80%) – Eu passava Summer fácil, adorei a voz, adorei o estilo. Ela tem talento, mas assim como Colin, escolheu uma música bem difícil. E sei lá o que deu nos jurados e no povo todo, mas só Kesha sentiu o potencial da moça, e isso realmente é uma pena (ao pensar que passaram a Elona do Paraguai lá).

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX: ” level=”69″]

 

Macy Kate – “Me And My Broken Heart” (93%)

 

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=D-sf8MAKOYo[/youtube]

 

Carine (95%) – To indo já assistir todos os vídeos dessa menina no Youtube!  Fechou muito bem a noite de estreia e realmente tem tudo pra estar na final dessa competição. Não faltam carisma, beleza e presença de palco, fora a música que foi uma ótima escolha.

Eduardo (100%) – Macy possui vídeos com acessos significativos no Youtube e foi a cereja do bolo na primeira noite de audições do Rising Star. Escolhida pelo apresentador quando estava na plateia, ela foi a melhor coisa nesse programa de estreia. Eu simplesmente AMEI a performance dela. Ela tem chances de ser finalista sim ou com certeza?

Fábio (90%) – Estão vendo? Por isso que não paro de falar em song choice, Macy acertou em cheio na sua. E com isso se junta ao Jesse no time dos melhores da noite. Sem duvidas também entra para a lista de favoritos.

Letícia (95%) – Macy, obrigadaa! Que voz genteee! Não saquei qual o estilo dela ainda, mas com esse vozeirão pode cantar o que quiser que vamos (querer) votar um milhão de vezes, sua maravilhosa. CLAP CLAP CLAP para o apresentador.

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX: ” level=”95″]

Avatar

Team Mix Reality

#TeamReality no Mix de Séries é responsável pelos realities shows.

9 comments

Add yours
  1. Anderson Narciso
    Anderson Narciso 26 junho, 2014 at 17:00 Responder

    Eu sou suspeito para falar de “Everything I Do”. Gosto muito dela. Achei boa a versão do Joshua vai =P.
    Lisa foi ótima e mandou bem em não pegar uma não tão popular da Whitney.
    E o projeto de Alex & Sierra, vergonha alheia. Só não foi mais do que o projeto de Backstreet Boys hhahaa.

    O melhor da noite? Jesse Kinch com certeza!

    Boa sorte na cobertura, e parabéns para a equipe. Formato ta lindão!

  2. Anderson Narciso
    Anderson Narciso 26 junho, 2014 at 17:00 Responder

    Eu sou suspeito para falar de “Everything I Do”. Gosto muito dela. Achei boa a versão do Joshua vai =P.
    Lisa foi ótima e mandou bem em não pegar uma não tão popular da Whitney.
    E o projeto de Alex & Sierra, vergonha alheia. Só não foi mais do que o projeto de Backstreet Boys hhahaa.

    O melhor da noite? Jesse Kinch com certeza!

    Boa sorte na cobertura, e parabéns para a equipe. Formato ta lindão!

  3. Avatar
    Junior Silva 7 julho, 2014 at 02:14 Responder

    ALGUEM SABE INFORMAR SE EXISTE LEGENDA PARA ESSE REALITY, GOSTARIA DE ACOMPANHAR ELE COM LEGENDA BRASIL… OBRIGADO

  4. Avatar
    Junior Silva 7 julho, 2014 at 02:14 Responder

    ALGUEM SABE INFORMAR SE EXISTE LEGENDA PARA ESSE REALITY, GOSTARIA DE ACOMPANHAR ELE COM LEGENDA BRASIL… OBRIGADO

Post a new comment