Rising Star 1×03 – Auditions

rising star 03

Continua após as recomendações

Oi gentes! Chegamos com o terceiro episódio de Rising Star, e dá para dizer que o programa está cada vez melhor. Com candidatos inesquecíveis, e outros que é melhor fazer de conta que nem vimos, o reality já possui mesmo sua própria personalidade. Bom, mas chega de papo, e vamos ao que interessa né:

 

Continua após a publicidade

Dana Williams – “Stay” (87%)

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=N6PzkQZF5mQ[/youtube]

 

Carine (50%) – Ai meu Deus, como eu tô má! TODO MUNDO gostou da Dana, menos eu que achei sua voz enjoadinha. Talvez seja culpa da música que tocou tanto que eu já não aguento mais. Mas tá, terei pelo menos mais uma apresentação para reavaliar a bonitinha e posso mudar de opinião. Se esforce, Dana, eu também quero gostar de você!

Eduardo (90%) – Gente ela mandou super bem, curti demais. Dana conseguiu dar uma roupagem melhor que a Rihanna para essa música, e foi espetacular, ela tem um potencial grande, mas falta um pouco de entusiasmo, mas de resto foi tudo ótimo.

Fábio (70%) – Já começamos com uma act que me deixou bem dividido. Não consegui formalizar uma opinião sobre gostar ou não gostar dela. Na duvida eu passaria, por isso maus 70%, pois quem sabe na próxima performance eu já tenha uma ideia melhor sobre ela. Espero ser positiva.

Letícia (85%) – Já começamos bem. Dana tem uma linda voz, escolheu super bem a música, não foi melhor que Rihanna (porque ela é musa dona do meu coração), mas tem muito futuro na competição. Dana é o tipo de participante que “amamos amar”. Vida longa sua linda.

 

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX: ” level=”73″]

 

 

Unselfish – “Some Nights” (46%)

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=6LdtQHaVRHM[/youtube]

 

Carine (5%) – Mas essa Kesha aprova qualquer coisa mesmo. Minha vontade de morrer começou antes mesmo da música, assim que eles agacharam. Precisei me controlar pra não correr até a cozinha atrás de uma faca e cortar os pulsos.

Eduardo (5%) – Um grupo que paga de boyband, escolhe uma canção indie e que tem mais perfil para cantar canções gospel? Performance mais caricata impossível.

Fábio (5%) – Por alguns segundos pensei que estava em uma versão piorada do The Sing Off, mas não, é só mais um terrível grupo que aparece aqui no Rising Star.

Letícia (5%) – Hahahahahaha, genteeee. Depois de Dana vem esse “grupo” para nos deixar claro que a zueira realmente não tem limites. Sério, eles me lembraram aqueles grupos de jovens que em filmes americanos antigos cantam músicas em coro sentados em qualquer esquina sabe? Sacaram a referência? Péssima escolha músical, sério gente, parem que escolher Fun, e péssimos cantores. ADEUS.

 

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX: ” level=”5″]

 

 

Cliff Cody – “I’m Gonna Be Somebody” (49%)

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=wyyNnaMGWFc[/youtube]

 

Carine (40%) – Minha sensação foi de escutar um cantor de karaokê. Faltou emoção, carisma e um pouquinho de técnica.

Eduardo (20%) – O cara tem uma voz bacana, mas escolheu a música errada, quase dormi sentado aqui. Quem sabe uma próxima champs? PS: só eu achei que a filha dele lembra a Sue de The Middle?

Fábio (40%) – Tentei, tentei MUITO gostar do Cliff, mas não deu. Nem ele mesmo se ajudou e vou concordar com o Edu, a escolha da música provavelmente o prejudicou muito.

Letícia (30%) – Zzzzzzzzzzzzz… So boring que cochilei. Concordo, a voz é boa, mas é country novamente, e mais do mesmo e mimimimi. Fioo, vai pro The Voice que lá o pessoal do country se dá bem, aqui GRAÇAS A DEUS as escolhas músicas chatonas fazem muita diferença no resultado.

 

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX: ” level=”32″]

 

 

Audrey Kate Geiger – “Stay With Me” (84%)

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=0LzObSiBX30[/youtube]

 

Carine (100%) – Que coisa mais linda meu povo! Que vontade de passar o dia todo escutando a Audrey. Essa sim é uma cantora única na competição e aposto um rim que vai chegar super longe.

Eduardo (95%) – Gente, que linda e que performance. Apesar de estar vestida como uma jovem senhora, ela mandou super bem, e acho sim que é uma forte candidata. E outro detalhe, que linda quando ela deu uma emocionada quando o telão subiu, a sensação para quem está lá deve ser única.

Fábio (85%) – Audrey é o tipo de act/cantora que pode tocar a música dela em qualquer canto que você irá reconhecer que é ela que está cantando. Essa voz tão singular e diferenciada me traz uma atração fácil. E claro que já estou torcendo, também, por ela.

Letícia (80%) – Posso dizer uma coisa? Detestei a escolha da música. O bom é que a voz linda compensa isso. Uma voz meio rouca, que me lembrou alguém que ainda não identifiquei quem é. Também adorei a emocionada com direito a voz embargada na hora de subir o telão. Foi lindo e por isso já tô gostando de menina Audrey.

 

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX: ” level=”90″]

 

 

OhMG – “Lights” (33%)

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=99G3vzRBwKE[/youtube]

 

Carine (40%) – Comecei completamente hipnotizada pela voz da menina, mas aí chegou aquele cara estragando qualquer empolgação da minha parte. Querida, larga esse mané e parte pra carreira solo que é mais sucesso.

Eduardo (5%) – Não foi dessa vez que o programa conseguiu deslanchar os seus próprios Alex & Sierra. A menina até que não canta tão mal, mas esse cara é um mongo, a escolha da música foi péssima, e a vontade de morrer falou alto. Sério gente, aquele outro casal do primeiro programa apesar de serem péssimos em palco me entusiasmaram muito mais.

Fábio (30%) – Definitivamente perdi a esperança de aparecer uma dupla/grupo com um pingo de qualidade, tá difícil. E só vou dar esses 30%, porque se essa menina estivesse apresentado sozinha, ai sim ela teria chances e provavelmente passaria.

Letícia (30%) – OhMG, OMG mesmo. Gente, até quando teremos que aguentar esses clones paraguaios de Alex & Sierra? Na verdade o problema está na composição da dupla, que em um mundo justo não deveria nem existir. A menina “uva” canta muito bem, uma coisa meio Amy Lee e tem futuro. Mas o Chitãozinho dela só serviu para atrapalhar. Sério, pra que chamar o mino migaaaa? Ano que vem volta sozinha tá, bjus.

 

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX: ” level=”26″]

 

 

Gabrielle Nicole – “My Man” (90%)

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=kVK49QHmQyI[/youtube]

 

Carine (100%) – Ela não é nem um pouco o estilo de cantora que eu sempre torço, mas vamos combinar que é impossível negar o enorme talento da garota. Ela tem só 20 aninhos e possui completo controle de tudo o que faz. Gabrielle, tô te aplaudindo de pé diretamente do meu quarto. Arrasou!

Eduardo (95%) – MAS GENTE? Quando comecei a ver a performance da Gabrielle, pensei “ah mais uma candidata a cantar divas e que vai soar caricato”, quando de repente… WHAT THE HELL? Uma das melhores concorrentes do reality sim ou com certeza? Vamos torcer para que ela não se prenda apenas a essa temática, ou ela se tornará uma candidata “boring”.

Fábio (95%) – Agora definitivamente começamos o Rising Star. Enfim um act que da vontade até de compartilhar a apresentação para todos. Gabrielle, que voz, QUE VOZ!!! E podem se preparar, pq ela vai chutar bundas daqui pra frente. Sensacional!!!

Letícia (100%) – Gente pera, GENTEEEE PERAAAAAA. O que foi issoooo? Olha se eu fosse os outros candidatos dava meia volta e já iria pra casa baixar essa apresentação no iTunnes porque PELAMORDEDEUS! Com apenas 20 anos ela chegou esbanjando uma potência vocal que não é para qualquer um. Uma apresentação incrível, única, inesquecível. Já podemos dizer que pelo menos um lugar garantido nas listas de melhores apresentações dos realitys musicais do ano, já é Rising Star. Gabrielle destruidora. <3

 

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX: ” level=”97″]

 

 

Karen Hornsby – “To Love You More” (82%)

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=-0UIu4bDqaw[/youtube]

 

Carine (70%) – Levanta a mão quem cantou junto em português o/. Ai gente, até o meio da música eu não achei nada de mais, mas aí o marido dela levantou, a galera começou a vibrar e aplaudir e eu passei a curtir a Karen. Só que assim, vai ter que trabalhar na song choice pra não ficar apagadinha no meio de tantos talentos.

Eduardo (100%) – Essa foi de longe a performance mais emocionante da competição até o momento. Karen cantou com paixão, com coração e com um propósito, e sem contar que escolher uma canção da Celine Dion não é para qualquer um. Ela tem uma história de vida comovente e ela soube equilibrar isso perfeitamente na música e em sua presença de palco, assim emocionando a todos. Sobre seu futuro? Sinceramente, é uma verdadeira incógnita.

Fábio (70%) – Karen chegou e mandou logo o Diva card na escolha da música, mandou bem? Sim mandou, mas não essas coisas toda. E por favor, não fique presa nessas musicas de diva. Só pra esclarecer, não estou diminuindo ela, afinal Karen tem potencial.

Letícia (80%) – Carine, tô levantando a mão o/ porque eu também cantei junto em português. Karen é uma fofa, escolheu uma meio boring mas que no fim foi benéfica para ela. Só uma coisa me incomodou, ela precisa gritar para nos convencer, e isso faz com muitos esforço. Tanto que em alguns momentos achei que ela não “aguentaria” a música. Ok, cantar Celine Dion não é para qualquer um. Me mostra mais Karen.

 

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX: ” level=”80″]

 

 

TX3 – “Keep Your Head Up” (22%)

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=gQdJh0vY-Ac[/youtube]

 

Carine (5%) – No Rising Star não tem meio termo. Quando o negócio é ruim, é MUITO ruim mesmo! Ganharam 5% só porque imaginei que os três entrariam no palco vestidos com roupas iguais e não foi o que fizeram. Mas olha, senti tanta vergonha alheia.

Eduardo (1%) – Enquanto os trigêmios tentavam emplacar, eu jogava “Candy Crush” no meu celular e estava muito melhor. Valeu a intenção, e isso me fez não zerar.

Fábio (0%) – Quando eu pensei que a cota de grupos ruins no Rising Star estava no limite, me aparece esses três. Esses ai nem na medição de um karaokê passavam dos 10%.

Letícia (0%) – Hahahaha que piada meu Deus, o que foi isso? Mais do que rir, eu me assustei com aquelas três pessoas iguais, cantando com a mesma voz, e sendo horríveis juntos. Poxa, não existe nada de filtro nesse programa? Ou eles deixam passar esses candidatos bizarros só para nós rirmos um pouco? Vamos pensar sobre isso.

 

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX: ” level=”1″]

 

 

Skye Griffin – “Only Girl (In The World)” (28%)

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=PxQG3ZaHLhE[/youtube]

 

Carine (10%) – De onde eles tiram essa galera das audições? O que foi essa menina tentando ser sexy? Querida, falta voz e carisma, principalmente.

Eduardo (20%) – Ela teve boa intenção, mas estava TUDO ERRADO. Skye mudou até o visual para se apresentar, mirando na Beyoncé, quase acertando na Shakira e o resultado final sendo na Joelma do Calypso. A falta de fôlego às vezes também a prejudicou muito, desculpa.

Fábio (15%) – É Skye, eu fiz que nem você no final, desisti e avancei logo no player. Vou aqui lhe dar uns 15% só pela tentativa. Na próxima nem vá, tá?

Letícia (15%) – Sempre me divirto com esse pessoal que “tenta” ser a Rihanna, hahahaha. Só rindo disso tudo que vimos. A voz e o fôlego ficaram em casa, assim como a noção. Engraçada ela é, mas aqui acredito que busquem cantores, e não é isso que Skye é. Adeus.

 

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX: ” level=”15″]

 

 

Morgan Higgins – “Alone” (79%)

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=upxvJRRscy8[/youtube]

 

Carine (80%) – Jura que notou alguma semelhança comigo, Eduardo? Fiquei lisonjeada rs. Megan é uma fofa! Esperei ansiosamente pelo refrão pra definir meu voto e ela me surpreendeu. Segurou muito bem uma música não tão fácil e me deixou na expectativa por suas próximas apresentações.

Eduardo (80%) – Bela e nova, além de ter mandado super bem nesse clássico do Heart, que apesar de não ser uma canção extensa, é bastante complexa. Morgan conseguiu se sair bem na performance, e não é à toa que conseguiu passar, mas é bom ela ficar atenta com suas próximas song choices, pois senão já viram né? PS: Só eu que achei que ela lembrou durante a performance em alguns momentos com nossa jurada Carine? =P

Fábio (85%) – Cantar Alone é jogar sujo, pois com essa música todo mundo canta junto que nem a mãe dela na plateia. Mas o melhor nem foi a performance dela, foi ver o Brad dar “vermelho” pra ela e aplaudir de pé ao terminar a musica(???).

Letícia (90%) – Música complicadíssima e uma voz incrível. Essa para mim foi a segunda melhor apresentação da noite (porque Gabrielle já está aqui <3). Morgan, palmas lentas para você que com apenas 17 anos tem um alcance vocal desses. Só vamos escolher algumas músicas mais “jovens” porque né… PS: E Brad votando contra e querendo voltar atrás? Eita Giovana.

 

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX: ” level=”83″]

 

 

 

 

 

Avatar

Team Mix Reality

#TeamReality no Mix de Séries é responsável pelos realities shows.

No comments

Add yours