Riverdale – 1×02 – A Touch of Evil

Imagem: Riverdale Brasil
Imagem: Riverdale Brasil
Imagem: Riverdale Brasil

 

Continua após publicidade

Após um final intrigante do último episódio, o dilema de Archie continua: contar ou não sobre o ocorrido no dia 4 de julho? Durante todo o episódio ele permanece sem sossego e fica remoendo aquele dia.

Continua após a publicidade

No quesito Alice Cooper (mãe de Betty) do episódio, quem aí está curioso para saber o que a mãe controladora está metida levanta a mão!? Quando ela passa uma graninha para o cara da autópsia a gente se pergunta: o que ela está aprontando?

Continua após publicidade

Se teve uma coisa nesse episódio que me surpreendeu foi a Betty sendo menos Betty! Tem horas que aquele comportamento “sou boazinha” fica um pouquinho chato, como quando ela conversou com o Archie com aquele papinho de “somente amigos”… Fala sério! Mas depois, ainda fingindo que está tudo bem, ela desmorona ao ouvi-lo cantar… Aí foi tipo aquele menininho da formiga, sabem qual? Aquele “que dó, que dó, que dó…”. Mas, finalmente ela explode, falando que não está nada bem. Isso aí Betty, chega de ser boazinha 24 horas! E por falar nisso, o que foi a ameaça que ela fez a Cheryl? Até eu fiquei de queixo! Que venham mais estouradas dela!

Um dos ápices do episódio foi quando “o casal 20” (Archie e a  professora Grundy) foram pegos por Jughead. Rolam umas ameaças, os dois amigos se desentendem e finalmente Archie resolve contar o que aconteceu no dia 4 de julho. O que ele não esperava era a revelação antes de contar: Jason morreu uma semana depois de ter caído no rio… oi? como assim? E nos “finalmentes” do episódio, Cheryl se declara culpada e é levada pela polícia.

Continua após publicidade

Será que nossa vilã de Riverdale foi capaz de fazer isso com seu próprio irmão? Mistérios para os próximos capítulos.