Roteiristas e produtores chegam num acordo e evitam greve

Depois de semanas e semanas, idas e vindas nas negociações, a AMPTP (Alliance of Motion Picture and Television Producers ou Aliança dos Produtores de Cinema e Televisão) e o Sindicato dos Roteiristas chegaram a um acordo evitando uma greve às vésperas do fim do prazo.

A paralisação era eminente até a última segunda-feira (24) onde 96% dos membros do Sindicato votaram pela aprovação do estado de greve. A partir daí, os representantes das produtoras levaram a ameaça mais a sério e trouxeram contra-propostas que o Sindicato acabou aceitando.

Dentre as principais reivindicações que foram acatadas está o aumento das contribuições das produtoras para o plano de saúde dos roteiristas, que opera no vermelho há quase cinco anos. O sindicato pleiteou 60 milhões de dólares pelos próximos três anos, mas a Aliança se comprometeu em pagar 85 milhões pelo mesmo período.

Continua após a publicidade

Além disso foi proposto a modificação na fórmula de pagamento dos roteiristas e produtores-roteiristas empregados em séries de temporadas curtas, como Game of Thrones The Good Fight por exemplo, que era uma das principais reivindicações do Sindicato nessa renovação de contrato.

Tal acordo preveniu grandes problemas para Hollywood, como o atraso do início da Fall Season, talk shows entrarem em hiatus permanentemente, premiações obrigadas a contratar roteiristas não sindicalizados e entre outros explicados aqui.

Fonte: Deadline

Avatar

Bernardo Vieira

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.

No comments

Add yours