Scandal – 4×22 – You Can't Take Command [Season Finale]

scandal

Imagem: Banco de Séries

 

Nunca pude imaginar ver a pessoa que eu mais odeio e pessoa que eu mais amo juntos em um plot que gerou, sem sombra de dúvidas, um dos momentos que eu mais detestei em toda as quatro temporadas de Scandal.

Papa Pope chega na Casa Branca fingindo ser uma pessoa normal, mas logo em seguida mostra à Mellie quais são as intenções dele com essa visita. Ele mostra para ela um dossiê com todos os podres dela e de Fitz em troca de uma lista. Como ela não sabe o motivo que ele quer essa tal lista, ela cede e entrega a ele o papel com os nomes de todo o júri que está no caso B613 ( mas ela não sabe disso).

Continua após a publicidade

Eli Pope é de longe a pessoa mais desprezível da série. Mas o que me chocou não foi ele ter matado todos do júri para que a história do B613 não “vazasse”, e sim o modo que o Fitzgerald Grant III se comportou ao saber que eles foram mortos por “culpa” de Mellie. Nunca pensei que meu abuso por ele poderia aumentar de uma forma estratosférica. Fitz, o homem que declarou guerra a um país sem um pingo de compaixão, simplesmente por causa de uma mulher. Uma mulher! Nada justifica o que ele fez, e o que justifica o que Mellie fez? Ela não sabia o buraco que estava se metendo, ao ceder a chantagem que prejudicaria ela, o marido e quiçá a Olivia também. Foi loucura da parte dela? Foi sim, mas foi uma loucura cega. E isso ele não percebeu. Na verdade, nem deixou ela explicar o acontecido. E viva a hipocrisia!

s1

Imagem: Banco de Séries

A única coisa boa que esse caos gerou foi a demissão de Cyrus, que é a cobra da Casa Branca. Confesso que nunca teria imaginado a jogoada de mestre da Elizabeth, que com aquela cara de besta dela, enganou muita gente. Inclusive Mellie e eu. Cyrus ameaçar Abby foi o fim da picada, e desejei a morte dele naquele momento. Fiquei com dó do David que teve que se por contra tudo que ele pensava e lutava por conta da ameaça, mas espero de coração que Olivia e Jake não tenham sido idiotas e percebam que tinha algo de errado com a situação.

Não me choquei com a descoberta de Quinn sobre a morte do júri. Quem mais seria “sem noção” para matar aquele tanto de gente? Claro que ninguem barra Huck nesse quesito. Sempre que tem algum plot sobre ele, confesso que bate a sonolência. Espero que Quinn mostre o Girl Power e vire a nova Huck. No bom sentido, claro.

B613 simplesmente ter sumido do mapa simplesmente não me convenceu. Não é possível que em um mundo como o nosso as pessoas possam simplesmente sumir do mapa, morrer e não levantar suspeitas sobre nada, os bandidos sempre vencerem e terem um plano mirabolante sobre tudo. Até Mama Pope, uma das terroristas mais perigosas do mundo, conseguiu sair da prisão pela porta da frente. Eu estava torcendo muito para que essa história do B613 acabasse, mas que fosse de uma form coerentemente aceitável.

E o que falar sobre Eli Pope, o “dono”, ou “ex dono”, da B613, que já fez tudo que fez na vida, matou o filho do presidente, derrubou avião, ameaçou, torturou, matou só por prazer, e foi preso por desvio de dinheiro do instituto de arqueologia, onde ele trabalhava para disfarçar a vida paralela? Minha opinião sobre isso é: Acho que Shonda se perdeu um pouco (ou muito) nas histórias. Ela queria um desfecho rápido, e não pesou os prós e contras e simplesmente fez o que achou mais viável naquela cabeça de psicopata dela, sem se importar com o que os telespectadores iriam achar. O respeito dela por nós, meros mortais já acabou faz tempo.

E o que falar da cena final: Apenas NÃO! Como assim, Olitz surge do nada? Só eu estou percebendo um padrão de bizarrice nessa season finale fora do normal?

Espero que a nova temporada venha com Mellie tacando fogo na Casa Branca junto com Cyrus.

Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

No comments

Add yours