Scandal – 5×03 – Paris Is Burning

scandal1
Imagem: Banco de Séries

 

Continua após publicidade

 

Continua após a publicidade

Depois do “YES”,  Olivia Pope chega na Casa Branca para inflamar mais ainda os ânimos, principalmente de Mellie. O que só consegui ver nesse episódio foi como Fitz é pau mandado dela, como o mundo dá mais atenção a um escândalo, do que uma notícia relevante, como o incêndio no Louvre, e claramente Olivia Pope é do signo de Virgem, já que ela não consegue decidir o que quer da vida, mesmo depois de jogar na cara dos repórteres que é amante do homem mais importante do mundo. Ela chega na casa branca cheia de si e depois resolve desistir de desistir de ser amante e virar #Olitiz de verdade.

Continua após publicidade

Mellie obviamente não conseguiria deixar de ser a “esposa traída”, para ser a Senadora Grant, e assim pensar no que seria melhor para ela a respeito da campanha. Chamar Cyrus para lidar com a crise, foi uma boa jogada, se ele não tivesse fazendo de tudo para ficar bem na fita do Fitz e tentar ter o emprego de volta. Algo que pela primeira vez, Fitz fez certo não aceitando. Sendo assim, trazendo de volta o Cyrus manipulador que todos nós conhecemos.

Eu sei que Olivia é gerenciadora de crises, mas cada vez que ela abria a boca para mandar alguém fazer, ou desafazer algo, e Fitz ficava com aquela cara de orgulho, e meu estômago dava uma embrulhada. Até com Abby, que sabe tudo sobre os movimentos dela e do presidente ( não tudo, mas ok), ela tentou “ensinar” algo.

Continua após publicidade

Por falar em Abby, adorei o modo que ela falou sobre a amizade X trabalho com a Olivia. Deixando claro que ela sabe, sim, separar as duas coisas. Diferentemente de Olivia, que jogou a amiga na frente do ônibus (como eles mesmo falam), sem ela saber de nada, mesmo Abby tendo perguntado diversas vezes sobre a relação #Olitz.

scandal-21Mesmo com a guerra que está acontecendo dentro da Casa Branca, a conversa da Mellie com a Olivia foi uma das únicas partes do episódio que eu não passei raiva. Mellie sempre sendo a rainha da sinceridade com Olivia, sobre tudo que ela vai perder, agora que ela assumiu o relacionamento com Fitz. Ela diz para Olivia tirar o cavalinho da chuva, que tudo vai virar de cabeça para baixo, e que a partir de agora, a probabilidade de uma garrafa de algo alcoólico vai se tornar a melhor amiga dela para conseguir sobreviver aos dias pintados de “azul e vermelho” dela. Será que #Olitz vai sobreviver à Casa Branca depois desse discurso da Mellie sobre o real papel da “mulher do presidente” lá dentro?

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!

Agradeço aos céus e ao Cyrus por ter destilado o veneno na hora certa, e ter feito Mellie cair em si antes da entrevista que Fitz “convenceu” ela a dar. Visto que todo aquele discurso de agradecimento por ela estar na vida dele não passou de uma jogada estratégica para ela amolecer e acompanhar ele na frente das câmeras.

A gente sabe que ninguém é santo nessa série. Principalmente Mellie, mas é de se lembrar que NADA do que Fitzgerald Grant é hoje, seria possível sem ela. Algo que fica claro nos flashes de tudo que ela já passou por ele minutos antes da segunda entrevista, com o “pedido de desculpas” dele ao fundo. É, Fitz, não foi dessa vez que Mellie te protegeu. Ainda bem!

E para encerrar o episódio, teve Papa Pope, Jake, e B613. DE NOVO? Creio que não sou só eu que não aguento mais esse combo, certo? Partindo do pressuposto que Papa Pope está preso por uma acusação WTF, que não tem nada relacionado às dezenas de crimes que ele cometeu antes, será que tem uma outra pessoa, ou outra organização envolvida nisso? Pensei que não teria mais eventos conspiratórios. Vai ter mais eventos conspiratórios. E que venha o Louvre.