Scandal – 6×02 – Hardball

Imagem: Banco de Séries

Imagem: Banco de Séries

Continua após as recomendações

 

“Você não pode ter os dois.”

Que bolada! Mais um bom episódio de Scandal, com um ritmo bem executado, a partir de um roteiro bem estruturado, que conseguiu segurar as idas e vindas no tempo.

Continua após a publicidade

Dando continuidade à trama central da temporada, nada está sacramentado sobre o novo – ou a nova – ocupante do Salão Oval. Nem sobre quem matou Frankie Vargas. Mesmo com o apoio atravessado de Fitz a Cyrus, Mellie oscila entre o largar e o querer tudo. Enquanto isso, Pope, a Olivia, e Abby, a cria, seguem com sangue nos olhos, cada uma em sua esfera de interesses, atrás da justiça pela justeza. Tá bom!

Mas falemos desses desdobramentos, a começar pela indecisão de Mellie. Pudera, logo ela, Melody Margaret Grant, sempre tão astuta e estrategista, porém sempre sob o título de primeira dama. Depois que pegou o gosto pelo poder e pelo empoderamento, ao se tornar Senadora pelo estado da Virgínia, Mellie não iria parar por ali. Mas bem antes disso, descobrimos que Mellie  quase larga tudo em nome do amor. Através de flashbacks – muito bem pensados e colocados – descobrimos o que de fato houve entre Marcus e Mellie. Desde a temporada sabíamos que estava rolando muito mais do que amizade, mas o que rolou de fato só veio em “Hardball” (6×02). Apesar das intromissões de Olivia, os dois não resistiram e se entregaram a paixão. Dale, Mellie! Eu shippo esse casal!

E rolou uma torcida por Mellie, tão maltratada pelo amor, traída e abusada, sofrida. Parecia que ela poderia ter uma chama de amor construtivo agora com Marcus. Ledo engano. Foi de partir o coração ver a desconfiança dela em relação a Marcus e depois vê-lo recebendo o recado de Mellie, para encontrar um Salão Oval vazio. Mellie parece ter tomado sua decisão de seguir em busca daquela sala.

Assim como Abby e a própria Olivia, Mellie está nas estatísticas: no universo de Scandal ou se tem amor ou se tem uma carreira poderosa, nunca os dois. Algo meio extremista para elas, não? Porque os caras estão lá com seus encontros e casinhos, enquanto elas, mulheres, têm que abrir mão dos relacionamentos por bem ou mal, sempre com dor. Por isso a chamada que ela deu em Quinn sobre ser anônima e poder viver. Um ponto para encerrar as lamúrias de Quinn, porém volto aqui no extremismo desse posicionamento.

Imagem: Banco de Séries

Imagem: Banco de Séries

Enfim, Dona Pope armou as estratégias e descobrimos pelos menos duas coisas novas daí: 1) Como Marcus virou o Secretário de Imprensa da Casa Branca; 2) Abby pode amar e respeitar muito Olivia, mas essa relação está cheia de mágoa.  Coisa que já sabíamos? Liv obcecada em ganhar a todo custo é capaz de qualquer coisa. Cada dia mais parecida com o papi essa menina!

Já que falamos em Abby Whelan, a personagem incrível e cheia de nuances das quais falei semana passada, mostrou o quão longe está disposta a ir para o que chama de “dever” e “cumprimento de funções”. Na real, ela parece mais preocupada do que Fitz em solucionar o assassinato de Frankie Vargas. Aliás, Fitz já está em ritmo de férias, optando pelas saídas aparentemente mais rápidas e fáceis, sem querer ir muito a fundo nas investigações. Então se levanta uma bandeira: qual é o real envolvimento de Fitz nessa história? O próprio FBI pareceu muito raso e prático – e fácil de ser invadido, né?

 Apontávamos num embate entre Olivia e Cyrus, no entanto o que estamos vendo é uma arranca-rabo entre um segunda geração de criador e criatura. De um lado Abby, do outro Olivia. Ambas usando os recursos que lhes cabiam para chegar a tal verdade. Eis que ao final surge o tal vídeo da briga entre Cyrus e Frankie, se não me falha a memória, por conta da descoberta da verdade sobre o atentado armado por Beene. Mas tomando esse universo como parâmetro, nem arrisco dizer sobre a veracidade desse vídeo. Ele serviu para deixar Abby incrédula, a moça do FBI boquiaberta, Fitz nervosinho e Olivia se sentido a dona da vida.

Eu, no lugar dela, ia sair falando “EU NÃO DISSE?!”. Só que a gente é safa e vai esperar mais alguns episódios para desembolar esse rolo.

P.S.:  Uma salva de palmas para o figurino da série que continua espetacular!

P.S. 2: O que foi que Jake Ballard falou para aquele moço, minha gente? O coisa ruim mora ali dentro e perto dele Huck é uma flor.

P.S. 3: O grito que eu dei com Huck tentando explicar os pormenores da descoberta do vídeo e Olivia com zero paciência para papo nerd.

Nenhum comentário

Adicione o seu

Tags Scandal