Scandal comemora o seu 100º episódio revigorada; mas seria hora de parar?

Imagem: ABC
Imagem: ABC

[spacer height=”20px”]

Continua após publicidade

Logo mais, Scandal alcançará sua marca de 100 episódios. Sim, não é qualquer série atualmente que consegue chegar a esta marca, principalmente em tempos as quais temporadas mais curtas são desenvolvidas na era do Streaming, para as pessoas que querem diversificar o leque de séries assistidas, mais e mais.

Continua após a publicidade

O segundo drama de Shonda Rhimes, após Grey’s Anatomy, que conquistou um lugar importante nas noites de quinta da ABC, teve altos e baixos nesta caminhada. Claro, ela começou com tudo e viu-se espetacular em sua segunda temporada – que não lembra daquele episódio espetacular em que o Presidente é baleado? – repetindo o mesmo fôlego na terceira. Porém, desde a quarta, a série vem dando sinais de desgastes.

Continua após publicidade

Seja pela histórias que começaram a cair em uma zona de conforto, ou pela insistência de abordar um jogo entre Olívia e Fitz que não ia à lugar algum, a série chegou a cansar os espectadores. Tudo bem que, desde a metade final da quinta temporada, ela conseguiu dar a volta por cima com a trama da corrida presidencial, dando destaque para que Mellie Grant se tornasse o centro das atenções no lugar de Fitz.

100 episódios depois, Scandal vem fazendo uma sexta temporada revigorada, sem dúvidas. Reinventou-se em sua narrativa, inseriu plot twists inesperados, e tem tudo para terminar a sua corrida atual de forma convincente e orgulhosa. Mas até quando isso vai durar?

Continua após publicidade

Os sinais de desgastes… Sim, eles ainda existem!

Mesmo com uma sexta temporada melhor que seus dois últimos anos, Scandal ainda está sem fôlego. A própria Shonda Rhimes reconheceu isso, e viu que uma temporada com menos episódios seria melhor – apesar da gravidez de Kerry Washington ter tido uma parcela de culpa nessa redução. Porém, percebemos que a proposta inicial da série vem patinando entre histórias que parecem ser jogadas ao espectador a cada temporada.

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!

Scandal já foi de procedural à drama jurídico. De drama romântico à política. Você pode achar isso uma qualidade, mas vejo isso como uma forma de tentar cobrir a carência de um objetivo ou um plano para onde ir.

Sem dúvidas, esse é um texto em que faço para comemorar o 100º episódio – que mostrará uma realidade alternativa, se Olivia não tivesse topado a realização de Defiance. Interessante abordagem, diga-se de passagem, mas apenas mais um episódio que não interferirá na cronologia da série. Algo como Grey’s Anatomy fez com o episódio “If/Then”. São episódios assim que ressaltam, ainda mais, as características de personagens tão fortes criados para esse show. Aliás, preciso parabenizar por incluir na galeria de personagens mulheres fortes, destemidas, e diversificadas. Foram 100 episódios reafirmando essas figuras, que merecem nossos parabéns.

Mas a marca serve de alerta aos produtores para que, talvez, fosse hora de traçar um rumo definitivo para o show. Uma linha de chegada à ser vista e alcançada. Porque, honestamente, nem a série – muito menos o público, tem fôlego para mais 100 episódios.

Portanto, parabéns Scandal por essa conquista. E que daqui em diante, a série consiga achar seu rumo definitivo, para um final não tão distante e que seja satisfatório para todos os seus gladiadores!