Selena: série da Netflix é baseada em história real trágica; Confira!

Selena a Série história real

Selena a Série: conheça a história real

Selena Quintanilla, a Rainha da música Tejano, pode ter vivido apenas 23 anos, mas seu legado certamente continuará até o fim dos tempos. E agora, sua história serve de inspiração para a mais nova produção da Netflix, “Selena, a Série“. Sim, a história da série é inspirada por uma trama real, de uma verdadeira cantora chamada Selena Quintanilla – que infelizmente, morreu assassinada.

Continua após publicidade

Desde sua morte trágica e prematura em 1995, a arte e o impacto da cantora mexicana-americana transcenderam a cultura pop, inspirando a música e a moda daqueles que vieram depois dela. Incluindo Jennifer Lopez. Aliás, a cantora estrelou como própria Quintanilla no filme biográfico de Selena lançado em 1997. Outras jovens artistas da atualidade que fizeram cover de suas músicas incluem Camila Cabello e Kacey Musgraves.

Continua após a publicidade

A história real

Mas a série da Netflix explora, inicialmente, seus primeiros anos de vida e como ela ascendeu ao estrelato. Antes que seu talento e determinação a levassem à fama, ela era apenas a filha mais nova de Abraham Quintanilla e Marcella Samora e a irmã mais nova de AB e Suzette Quintanilla. Morando em Lake Jackson, Texas, não foi até os seis anos de idade quando seu pai, um ex músico, descobriu que Selena Quintanilla sabia cantar

Continua após publicidade

“Seu timing, seu pitch eram perfeitos, eu podia ver desde o primeiro dia“, disse seu pai à revista People em uma entrevista em 1995.

Depois de perceber que sua filha tinha um poderoso timbre e o charme natural de uma estrela, Abraham Quintanilla designou Selena Quintanilla como a vocalista da banda familiar quando ela tinha 10 anos de idade. Então, ela se juntou ao seu irmão mais velho que se tornou baixista enquanto sua irmã tocava a bateria. O grupo inicialmente se apresentava no restaurante Tex-Mex da família, Papa Gayo’s.

Continua após publicidade

No entanto, depois que o restaurante fechou e a família Quintanilla pediu falência, perdendo sua casa – como resultado da crise do petróleo da década de 1980 – Abraham Quintanilla intensificou seus esforços para estabelecer uma banda mais solidificada. Foi então que rebatizou o grupo como Selena y Los Dinos. Esse grupo, especificamente, tocava música Tejano em casamentos, quinceañeras e eventos em sua nova cidade, Corpus Christi.

Embora o inglês fosse sua língua nativa, o pai de Selena Quintanilla ensinou-lhe espanhol. Além disso, assistir a novelas também a ajudou a aprender a língua. Tudo isso para que ela explorassem mais a música espanhola.

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!

Alcançado o sucesso

Em 1984, a banda gravou seu primeiro LP, Selena y Los Dinos, pela Freddie Records. Em 1987, Selena Quintanilla foi nomeada vencedora de Vocalista Feminina do Ano no Tejano Music Awards. Aliás, esse era um feito que ela iria alcançar pelos próximos nove anos consecutivos.

Selena y Los Dinos lançou mais cinco EPs – Alpha (1986), Munequito de Trapo (1987), And the Winner Is… (1987), Preciosa (1988) e Dulce Amor (1988). Tudo isso, antes do grupo ter a oportunidade de gravar seu álbum de estreia, Selena, pela EMI Latin Records em 1989. Quando o segundo projeto de estúdio do grupo, Ven Conmigo, foi lançado no ano seguinte, tornou-se o primeiro álbum de Tejano a alcançar o status de ouro, colocando Selena Quintanilla no léxico de superstar.

Foto real da cantora Selena Quintanilla. Imagem: Divulgação.

Vida pessoal

Enquanto a carreira musical de Selena Quintanilla estava decolando, sua vida amorosa também estava. A cantora ficou apaixonada pelo guitarrista da banda, Chris Perez, que se juntou a Selena y Los Dinos um ano antes do lançamento de Ven Conmigo. E apesar da desaprovação de seu pai – que na verdade expulsou Perez do grupo quando descobriu o relacionamento do casal – a dupla se casou em 1992 em uma cerimônia secreta.

Embora tenha demorado algum tempo, depois de saber do casamento de Selena Quintanilla e Perez, Abraham Quintanilla acabou aceitando o casal e convidou Perez de volta para a banda.

A carreira de Selena Quintanilla continuou a florescer com o lançamento do álbum de 1993 da banda, Live !, que alcançou o segundo lugar na parada de melhores álbuns latinos da Billboard e rendeu a Selena Quintanilla um Grammy de melhor álbum mexicano-americano. Além disso, ela se tornou a primeira mulher Tejano a ganhar o prêmio.

Amor Prohibido foi um grande sucesso, catapultando a música Tejano para o mainstream. Com isso, Selena Quintanilla foi aclamada como a Rainha de Tejano.

O álbum não apenas gerou dois dos singles latinos de grande sucesso em 1993 e 1994 – “Amor Prohibido” e “No Me Queda Más“, respectivamente – como também rendeu a Selena y Los Dinos uma indicação ao Grammy de Melhor Álbum Mexicano/Americano em 1995. Eles também ganharam o disco do ano no Tejano Music Awards e o álbum regional/mexicano do ano no Lo Nuestro Awards no mesmo ano.

Destino trágico

Mas a história que levou ao desfecho trágico de Selena começara alguns anos antes de sua morte, que aconteceu em 1995. Isso porque, em 1991, seu pai e empresário, Abraham Quintanilla, Jr., decidiu nomear a ex-enfermeira Yolanda Saldívar como a presidente do fã-clube da cantor. Isso depois de Saldívar ter pedido permissão constantemente para iniciar um.

Em janeiro de 1994, ela foi promovida como a gerente das butiques de Selena. Porém, a intérprete começou a receber reclamações de empresários, de sua estilista associada e de sua prima sobre o estilo de gestão de Saldívar. 

Depois que Abraham Quintanilla descobriu que Saldívar desviou milhares de dólares com cheques falsos do fã-clube, roubando dinheiro de Selena Quintanilla, a família confrontou a ex enfermeira e a demitiu. Foi quando ela premeditou o crime, comprando um revolver e um tipo de bala que se expande pelo corpo.

Revoltada, Yolanda atraiu Selena Quintanilla até o seu quarto de hotel em 1995, onde atirou na cantora. Mesmo ferida, ela conseguiu andar metros até chegar na recepção para dizer o nome da autora do disparo. Infelizmente, ela morreu logo depois.

Pós-morte

Saldívar está cumprindo pena de prisão perpétua sob a acusação de assassinato em primeiro grau. Ela será elegível para liberdade condicional em 2025.

E embora ela não estivesse viva para vê-lo, o sonho de toda a vida de Selena Quintanilla de fazer um álbum em inglês se tornou realidade com o lançamento póstumo de Dreaming of You, quatro meses após sua morte. O álbum foi um sucesso instantâneo com os fãs e até mesmo alcançou o primeiro lugar no Hot 200 da Billboard.

Esperamos que o desfecho trágico seja mostrado na segunda temporada de Selena, a série. 

Você gostou da trama da Netflix? Deixe nos comentários e, igualmente, continue acompanhando as novidades do Mix de Séries.

  • Além disso, siga nossas Redes Sociais (InstagramTwitter, Facebook).
  • Baixe também nosso App Mix de Séries para Android no Google Play (Download aqui) e fique por dentro de todas as matérias do nosso site.