Sense8 – 2×02 – Quem sou eu?

Imagem: Netflix/Reprodução

Embora seja considerado pela Netflix como o segundo episódio da temporada – sendo o especial de Natal o primeiro -, Quem sou eu? é a première oficial do novo ano. E bem superior ao capítulo lançado no final do ano passado, vale apontar. Diferente do especial, que pouco avançava e desperdiçava duas horas em tramas bobas e muita futilidade, a estreia da segunda temporada começa com o pé na porta, com a maioria dos personagens seguindo suas trajetórias.

É verdade, entretanto, que alguns problemas clássicos de Sense8 parecem não ter mudado: alguns sensates seguem apagados. Sun e Wolfgang, por exemplo, aparecem muito pouco; a coreana surge apenas quando o grupo inteiro precisa estar reunido.

Continua após a publicidade

Entende-se que é impossível desenvolver igualmente as oito diferentes tramas principais em menos de uma hora, mas o problema é mais grave: Sun sempre foi subaproveitada. Pior que ela, temos Kala, que, além de aparecer menos que seus parceiros, ainda possui as piores tramas. Se no especial de Natal um de seus problemas principais era o pênis quebrado do marido (!), agora são os desinteressantes problemas familiares que continuam a inflar a trama com preciosos minutos perdidos.

Por outro lado, o núcleo de Nomi e Amanita, ao menos nesta première, é de longe o melhor e mais desenvolvido. Buscando entender a própria condição e o motivo de serem perseguidos, a dupla descobrem novas possibilidades e caminhos assustadores. Como sugerido anteriormente, os sensates seriam o próximo passo na evolução humana. Assim como os Homo sapiens foram um novo estágio e, para isso, dizimaram os seres que os antecederam, o Homo sensorium viria para acabar com o Homo Sapiens, tomando o seu lugar na Terra e na História. Pois bem: se sensates são a nova face da evolução, eles logo podem ser considerados como ameaças. Quanto tempo falta para as pessoas descobrirem esses novos humanos e passarem a persegui-los em escala ainda maior?

Lito, embora não seja vital na trama central, tem bons momentos no episódio. Um dos melhores momentos da estreia, por exemplo, é a resposta sincera – e amparada pelos demais sensates – a uma repórter que pergunta se ele é homossexual. O que Lito responde acaba resumindo bem o que a própria série propõe. Ainda no núcleo de Lito, é interessante observar a linguagem utilizada: os realizadores tentam claramente emular a estética da teledramaturgia mexicana, utilizando, inclusive, artifícios narrativos das novelas: em certo momento, Hernando, ao ficar só em um ambiente, fala sozinho sobre seus sentimentos, num velho – e péssimo – clichê dos folhetins.

Sobre Capheus, é tranquilizador perceber que Toby Onwumere vestiu a camiseta como ninguém: versátil e muito carismático, o novo ator acaba despertando mais interesse da audiência do que o intérprete anterior. É bacana perceber, também, que o suposto romance que se inicia nesse primeiro episódio pode render bons desdobramentos adiante, além de criar camadas ao núcleo do personagem, que muitas vezes surgiu vazio se comparado aos outros.

Sense8 está de volta, e felizmente muito bem. Depois de um fraquíssimo especial de Natal, parece que o time achou o rumo certo das coisas e começou o novo ano com o pé direito. Ou melhor: com o pé na porta. Além de resgatar as tramas já estabelecidas, o roteiro ainda deixa claro que a nova temporada pode ser muito mais emocionante e vibrante do que a anterior, com mais ação e reviravoltas.

Tags Sense8
Matheus Pereira

Matheus Pereira

Gaúcho, estudante de jornalismo e viciado em séries. Tem séries pra assistir de mais e tempo de menos. Séries favoritas? Six Feet Under e Breaking Bad.

2 comments

Add yours
  1. Avatar
    Diogo Azis 5 Maio, 2017 at 14:46 Responder

    Gostei bastante do episódio e concordo com você em muitos aspectos. Sun passou despercebida (uma pena) e Kala precisa urgente se afastar daquela família dela e seguir seus próprios passos. Riley me pareceu diferente. Com mais luz nesse episódio! Acho que querem limpar a imagem dela de pessoa inútil e chata que a primeira temporada colocou. Sobre Nomi e Armanita só amor <3

    Que venham os próximos episódios!!!

Post a new comment