Shadowhunters – 2×04 – Day of Wrath

Imagem: Tv Show Time

Imagem: Tv Show Time

Continua após as recomendações

 

Mais uma semana no mundo Shadow e, desta vez, com surpresas um tanto quanto inacreditáveis. Os produtores realmente não estão medindo esforços para com os personagens e os levando a extremos para prender a atenção do telespectador. Mortes imprevisíveis, lealdades testadas, retornos esperados… O episódio desta semana traz um pouco de tudo isto, com um tom mais sério e mais voltado à ação e ao drama.

Continua após a publicidade

Como deriva de uma abordagem literária, o mundo da série é muito vasto. Toda a coisa da fantasia proporciona isto. E é interessante vê-los abordando um pouco mais deste mundo na adaptação televisiva. A ideia de mudar o plot para Idris não seria de todo ruim, uma vez que novos ares significam novos personagens e novas tramas. Contudo, parece que esta ideia foi jogada para escanteio no mesmo episódio em que ela surgiu.

Imagem: Tv Show Time

Imagem: Tv Show Time

Jocelyn e Clary são, na minha humilde opinião, duas plantas no seriado. A filha ainda tem um plot romântico horrível que consegue prender a atenção dos mais apaixonados. Mas a mãe estava fazendo hora extra na série e a mudança para Idris poderia melhorar um pouco as coisas. Mas me surpreendeu, e muito, colocarem a morte da personagem logo de cara. Ainda acredito que, de alguma forma, Valentine vai ressuscitar seu grande amor do passado e levá-lo para seu lado como um zumbi ambulante. O que não seria de todo mal, afinal, ela teria alguma função na série.

Outra perda do episódio que me surpreendeu foi Hodge. Eu gostava do personagem na temporada passada, e esse sumiço dele fez certa falta para a série. Não os vi explorando suas características como eu esperava, mas a morte dele me chocou, pois acreditei que isso seria um plano futuro dos produtores. Enfim, morte por morte, mais um bom personagem que se vai e mais uma vez Clary é salva e continua me dando um sono infinito.

Eu costumo brincar que as pessoas da clave são a parte adulta ZzZzZ da série, e isso realmente se confirma a cada episódio. Eu não sou o maior fã de Raphael, mas o que Aldertre fez com ele foi totalmente contra seus princípios e regras. Tenho um pouco de preguiça desse personagem, e acho que Lydia fazia um incrível papel como líder da sede em NY. A personagem cresceu bem durante a temporada passada, mas é outra que está sofrendo com a falta de foco e se encontra perdida na série.

Em contrapartida, o plot dos vampiros parece ter dado uma alavancada. E enquanto Alec não se decide com Magnus, o bruxo está bem escalado como coadjuvante deste plot. Gostei do retorno de Camille, mas espero que sua prisão em Idris abra portas para que o mundo seja finalmente apresentado aos fãs (Já que agora Jocelyn não habita mais entre nós…). O meu medo é que, com essa prisão, personagens como Simon e Raphael percam um pouco seu ideal dentro da temporada e fiquem de escanteio, mas espero que não o façam.

Pelo amor de Deus, alguém conta para os produtores que os dois pombos, literalmente, não podem ficar juntos. A química de Jace e Clary não existe gente, pelo menos não aqui no seriado. Os atores não se dão bem em cena juntos e isso meio mundo já sabe, menos quem produz a série. Podemos muito bem divergir um pouco do foco literário e criar uma história própria, não!? Enfim, acho difícil isso não ser mais abordado depois das declarações de Jace segurando a espada da verdade lá.

Shadow Notes 1: Não entendi muito bem o lado de Dot, ajudando Clary/Jace e Valentine ao mesmo tempo… Espero que isso seja melhor explicado à frente.
Shadow Notes 2: Izzy como sempre um show de atuação, até quando é possuída por algum demônio do mal. kkkk

 

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=uCrWzn02BzI[/youtube]

 

As consequências da morte de Jocelyn serão abordadas no próximo episódio e você confere todas as novidades e reviews aqui no Mix de Séries. Não deixe de conferir e até a próxima semana. Abraços. 😀

Nenhum comentário

Adicione o seu