Shadowhunters – 2×05 – Dust and Shadows

Imagem: Banco de Séries
Imagem: Banco de Séries
Imagem: Banco de Séries

 

Continua após publicidade

Começo essa review com um apelo muito grande: “Alguém me explica o que está acontecendo?”. O episódio teve tantos detalhes óbvios de vida que me vi perdido em um mar de ingenuidade. Tudo bem, ele conseguiu me arrancar grandes gargalhadas em momentos únicos. Momentos estes que poderiam até ser considerados assustadores. Mas ainda assim, fiquei perplexo com os detalhes inocentes da produção e da adaptação.

Continua após a publicidade

Que eu não sou um grande fã de Clary acho que todo mundo já sabe, ? Mas a personagem pede o ódio a cada semana com suas ideias cada vez mais alucinadas. Depois de receber um conselho do mago mais poderoso que essa série conhece, ela ainda resolve ir contra tudo e todos e tenta reviver sua mãe com uma who qualquer!? Realmente assim fica difícil te defender… A personagem ainda está bem perdidinha pra uma protagonista de série. Seu plot está bem carregado de uma atuação sofrível e minhas esperanças com ela essa temporada vão por água a baixo depois daquele choro na cena final.

Continua após publicidade

As vezes paro pra analisar a situação atual de Shadowhunters e realmente não vejo uma evolução na série. Se eu pegar minha review da semana passada e comparar com a que provavelmente escrevei por aqui, não consigo perceber um avanço interessante. Tirando o “acontecimento semanal”, a série ainda fica muito focada em seus principais dramas e não consegue trabalhar com uma certa ascensão de ideias.

Para exemplificar claramente o que disse logo acima, vou desenvolver algumas palavras sobre o plot de Simon. Depois que ele retornou pra casa e Raphael ameaçou sua família, acreditei que ele teria um grande problema em mãos para esconder seu vampirismo. Poderiam trabalhar diversas vertentes em cima disso, mas preferiram a velha história de que o filho estava insano e precisava de um médico para se “curar”. Os mais abstratos, juram que este plot é uma grande referência ao fato de muitos homossexuais não conseguirem o apoio familiar e sempre se esconderem nas “sombras”. Mesmo assim, a produção deixa um ponto de abordagem interessante, dissolvido em entrelinhas de uma situação cômica.

Continua após publicidade
Imagem: Banco de Séries
Imagem: Banco de Séries

Porém, Simon é o menor dos problemas dissolvidos em momentos dramáticos ou divertidos na série. Eles tentam introduzir uma abordagem mais carregada e suavizam até demais o trabalho. Nesse episódio, tivemos duas grandes vertentes sociais por debaixo dos panos. Primeiro tivemos Izzy e aquela “pomada” que promove sensações de prazer. Claramente uma grande referências às drogas que levam as pessoas ao máximo de felicidade. Outro ponto intenso foi a abordagem do estupro realizado pelos demônios em jovens e tudo que está por detrás destas casas clandestinas. Pontos estes que muitas pessoas se quer observaram ou imaginaram como uma forte crítica social.

A série tem um potencial de abordagem incrível por detrás da história. Ela pretende adicionar isso em suas cenas, mas acaba aplicando um eufemismo gigantesco sobre seu trabalho. Esse é um dos, se não o maior, defeito de Shadowhunters nessa temporada. Suavizar ao máximo seus plots e tornar a história maçante por bater sempre na mesma tecla. Espero que a crítica possa mostrar isso aos produtores para que tenhamos um fim digno de temporada.

Apesar dos graves erros no episódio, ele nos trouxe um final que divide sentimentos. A cerimônia do funeral foi muito bonita de se ver. Todos de branco, respeitando um momento de transição à paz. O choro de Clary arruinou tudo? Talvez. Mas ainda assim dou valor ao cenário montado. Contudo, aquela cena de Luke nu uivando me deixou bastante confuso. Foi uma tentativa de luto ou o rapaz foi capturado e tava se transformando? Bem, como disse no início, se alguém quiser tentar me explicar, agradeço.

Shadow Notes 1: Não tentem criar uma aura romântica entre Aldertree e Izzy. Não vai rolar…
Shadow Notes 2: Só uma criança pra arrancar um sorriso de Alec. Mas ainda assim tenho medo dela.
Shadow Notes 3: Simon comendo o rato e sua mãe gritando foi hilário.
Shadow Notes 4: Esse demônio da cena com Clary tava até bem feito, conseguiu dar um medinho.

O próximo episódio promete uma coisa que há tempos venho falando por aqui: expandir o mundo Shadow nas telinhas. Conheceremos as Iron Sisters… E claro, teremos momentos divertidos e cute com Malec. Espero por algo bem produzido, porque só assim pra salvar o naufrágio que está a série. Abraços e até mais! 😀

 

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=Tkth0dI4IEs[/youtube]