Shadowhunters – 2×18 – Awake, Arise, or Be Forever Fallen

Imagem: Youtube/Reprodução

Continua após as recomendações

Com um episódio que traz um pouco mais do de sempre, Shadowhunters vem consolidando um platô na linha de evolução de sua temporada. Claro que houveram cenas incríveis e descobertas inimagináveis por aqui, mas até agora está basicamente tudo na mesma. “Awake, Arise, or Be Forever Fallen” vem com um pretexto principal de dividir a trama e preparar a série para os dois últimos episódios, mas não me convenceu tanto quanto esperava…

Continua após a publicidade

Começando por Max e sua incrível batalha com Jonathan. O garoto até que conseguiu se sair bem contra o vilão, mas depois vieram os problemas. Por mais que os produtores venham trazendo uma linhagem badass ao personagem, ele é um pouco indiferente à toda a trama. Aos mais fanáticos e conhecedores da literatura da série, sabemos muito bem sobre o destino do personagem e que esta alteração na série pode trazer consequências indesejadas a uma próxima temporada. Certa vez abordei essa questão de diferenciar a trama das obras e vejo isso como um ponto positivo em si, mas em alguns momentos a fidelidade se faz necessária.

Imagem: Youtube/Reprodução

Se a abordagem de Clary há uns 10 episódios fosse feita da mesma maneira que fizeram esta semana, com certeza Kat não seria tão odiada – pelo menos não por mim. Sua sagacidade quanto a verdadeira identidade de Jonathan e sobre o Espelho ainda me intrigam. Acho que toda essa revolução pessoal da personagem quanto às suas novas runas e ao poder dos anjos vem trazendo uma maturidade curiosa sobre o mundo Shadow. Espero ver mais dessa atitude em Clary e devo admitir que temos uma evolução, por incrível que pareça.

Em todo filme sobrenatural, uma das grandes preocupações dos personagens é conseguir separar o mundo deles dos humanos. Claro que nem sempre isso é possível e, quando é revelado a verdadeira face, os problemas só se intensificam. A adição da parceira de Luke à série sempre foi algo meio sem sentido pra mim. A personagem não transparece muita identidade própria e parece estar lá só pela polêmica mesmo. Aposto que esta descoberta do mundo Shadow será totalmente acobertada e o plot se tornará ainda mais inutilizável. Espero muito que esteja errado, mas é a tendencia natural das coisas por aqui.

Como poderia me esquecer de um dos pontos chave do episódio. Malec já é uma abordagem complexa desde a primeira troca de olhares entre os dois. Depois de passarem pelas mais diversas crises, o casal agora enfrenta um destino complexo. Um episódio recheado de grandes momentos que os trouxeram até aqui e nem isso foi capaz de consolidar o casal. Realmente temos um sentimento de desconfiança que vem superando tudo que ambos já viveram.

Quando analisamos a situação, conseguimos entender bem o lado de Magnus em querer proteger sua classe nesse momento de crise. Mas Alec ainda está aprendendo a viver nesse mundo novo e quer proteger o namorado a todo custo, só não escolheu a forma mais simples de fazer. Ainda temos dois episódios para ver o desenrolar desse plot, mas tenho certeza que no fim tudo vai se acertar como já esperamos.

Com um sentimento de ódio nos olhares, o próximo episódio movimentará ainda mais as coisas para a grande final. Pelo visto estará um pouco mais focado na ação e na trama central. Acredito que teremos algumas pontas soltas por aí com o desfecho da temporada. Mas vamos focar nas coisas separadamente e torcer para um fim digno ao grande vilão que temos por aqui.

Nenhum comentário

Adicione o seu