Shameless – 6×11 – Sleep No More

Imagem: Banco de Séries/Divulgação

Imagem: Banco de Séries

 

I don’t have a heart when it comes to Frank.

Um episódio clássico de Shameless: família completa reunida, muita confusão e Frank fazendo besteira. São em episódios como esse que vemos a essência da série, o que nos faz lembrar lá daquela primeira temporada gostosa de se assistir. E quando um episódio traz um foco voltado para Frank, podemos ter a absoluta certeza de que alguma tragédia vai acontecer. E com o final da temporada se aproximando, algo de muito ruim pode vir pra desandar o rumo da prosa.

Aqui, vemos um Frank humano. Um Frank sendo pai. Um Frank ajudando seus filhos. Estranho? Demais. Quando Fiona o questiona sobre o motivo dele estar bancando o casamento dela, ele diz que já perdeu Debbie parindo na mesa da cozinha, e que não quer perder sua filha mais velha se casando. I mean, o que realmente está acontecendo? Por que Frank, o maior mau exemplo de pai que um filho pode ter, resolveu do nada ser mais participativo? Algo me diz que ele viu a morte de perto quando os bandidos o levaram a força no episódio anterior, e isso serviu para abrir seus olhos. Mas não que ele já não tenha visto a morte de perto. Porque, afinal, foi ele quem quase morreu de cirrose e teve o fígado transplantado, não é mesmo?

Continua após a publicidade

Imagem: Banco de Séries

Imagem: Banco de Séries

Enquanto isso, Debbie enfrenta dificuldades para cuidar de seu filho. A garota se encontra resistente em receber algum tipo de ajuda, principalmente vinda de Fiona. Além de cuidar do bebê sozinha, ela ainda tenta estudar e fazer as tarefas domésticas. E não deu em outra: a menina ficou exausta, o que culminou na queda de Franny no chão enquanto ela o amamentava. Por sorte, o bebê ficou bem. Mas espero que a partir de agora, Debbie pense melhor e aceite a ajuda que lhe é oferecida – injustamente, pois foi ela mesma que inicialmente decidiu ter esse filho sem a ajuda de ninguém.

Lip continua se ferrando na faculdade, e agora acredito que sua situação seja crítica. Seu professor o demitiu, e ele anda cada vez mais agressivo. Fora que está abusando demais do álcool. Algo me diz que ele vai ser expulso da faculdade e se tornar um alcoólatra, como o seu pai. Espero estar redondamente enganada. Já Ian, por sua vez, estava indo muito bem em sua nova profissão, até ser desmascarado por sua chefe que descobriu sobre sua bipolaridade. É, parece que a vida dos irmãos Gallagher não vai nada bem.

Por fim, o ápice desse excelente episódio se deu na briga de Frank e Sean. Sean julga Frank ser um péssimo pai – e com razão – e não quer que ele ofereça ajuda no casamento. Frank é relutante e os dois brigam feio, onde Frank sai na pior. E parece que essa briga só serviu para aflorar o instinto do mal do pai da família. Quando Frank começa a fazer uma sequência de coisas boas para seus filhos – do seu jeito totalmente shameless de ser – já sabemos que algo ruim vem por aí. E veio. Pelo o que parece, Frank contratou um homem para matar Sean. Se isso prosseguir, essa será a atitude mais revoltante que ele já tomou nessas seis temporadas da série. Sigo ansiosa para o próximo episódio.

PS: Kevin, V e Svetlana seguem segurando a carga cômica da série. O desenvolvimento do trio está sendo divertidíssimo de se assistir. Confesso que no começo achei que a Svetlana poderia estragar o casal, mas ela só veio para apimentar mais as coisas. Kevin e V são indestrutíveis, são o maior relationship goals que pode existir.

Tags Shameless
Izabella Viana

Izabella Viana

Enfermeira, viciada em séries, apaixonada por livros e que tem como melhor amiga a menina Netflix. Daquelas que trocam uma noite de balada pelo conforto de sua casa assistindo a um bom seriado. Do coração: Friends, Dexter, Breaking Bad e Grey's Anatomy.

No comments

Add yours