Shameless – 7×12 – Requiem For a Slut [SEASON FINALE]

Imagem: Banco de Séries

Imagem: Banco de Séries

Fuck you, mom!

Chegamos a mais um final de temporada de Shameless e, dessa vez, eles nos entregaram algo extremamente bonito, sem nenhuma grande tragédia acontecendo para despedaçar nossos corações. Mas isso não quer dizer que não faltou emoção. Muito pelo contrário: foi um episódio totalmente carregado de sentimentos.

Este último episódio ficou reservado para tratar do luto dos Gallaghers. Algo que foi completamente condizente com tudo que Monica representou na vida deles durante todos esses anos. A frieza de cada um e a praticidade com o velório e o enterro de Monica definiram exatamente a relação de todos eles com sua mãe. Sua ausência durante o crescimento de seus filhos não proporcionou que eles criassem laços afetivos com ela. Fico feliz que a série não tenha feito uma babação de ovo em cima da morte da Monica.

Fiona batendo na Monica no caixão mostra a essência não só de Shameless, como também de seus personagens. Outra coisa bem sem vergonha é a herança da Monica para seus filhos. Quem em sã consciência deixa 7kg de metanfetamina para sua prole como herança? E quem, ainda em sã consciência, resolve tentar vender essas drogas? Claro que somente os integrantes da família Gallagher.

Continua após a publicidade

Imagem: Banco de Séries

Imagem: Banco de Séries

Frank é, de longe, o mais abalado – diria eu que o único abalado – com a morte da Monica. Numa briga com seus filhos para pegar a droga que Debbie escondeu na casa, Frank se enfurece e todo mundo tem que contê-lo. Até que ele vai para a varanda e Fiona o segue. Numa cena brilhante, os dois monstros da atuação se encontram juntos discutindo o que foi Monica na vida deles. Na real, Fiona é a detentora das verdades aqui. Fiona quem cuidou dos seus irmãos doentes. Fiona quem tirou Frank da rua pra ele não morrer congelado durante seus porres. Fiona quem estava lá quando Debbie ficou menstruada pela primeira vez. Fiona foi quem perdeu a infância e adolescência sendo pai e mãe dessas crianças. Nada mais justo que um reconhecimento. Cena lindíssima. A melhor da temporada. E, ah! Deem o Emmy para a Emmy  Rossum, por favor.

Por fim, vida que segue. Vemos que Lip aceitou seu alcoolismo e abraçou de verdade o grupo do AA. Ele está cada vez mais decidido a voltar à faculdade e espero de coração que ele consiga. É muito talento e inteligência para serem desperdiçados só com álcool, mulher e sexo. Debbie entrou para o seu curso e já está se engraçando com o professor. Tomara que ela não apronte, pois ela e o Neil fazem um casal incrível. Carl continua mantendo a disciplina na escola militar e isso muito me orgulha. Ver o que ele já foi e o que ele é hoje em dia é de bater palmas. Ian terminou sem nenhum par romântico e quer saber? Melhor assim. O momento dele é de salvar vidas no trabalho. Muito melhor do que correr atrás de fugitivo da polícia ou ficar partindo corações de carinhas legais.

E Fiona, dona da p**** toda, só nos deus orgulho durante toda essa temporada. Seu crescimento foi incrível, e ele ainda continua. Após se sair muito bem como empreendedora vendendo a lavanderia, conseguindo comprar um carro, por fim ela comprou o prédio para alugar os apartamentos. Vamos ver como ela vai se sair nessa. Espero que muito bem. Voa, garota!

Então é isso, pessoal. Já sabemos que a oitava temporada está confirmada e que nossa lindíssima da Emmy teve seu salário equiparado ao do William H. Macy. Nada mais que justo. Agora só falta vir o Emmy para ela. Nos vemos na próxima temporada com mais resenhas aqui no Mix de Séries. Até mais!

Tags Shameless
Izabella Viana

Izabella Viana

Enfermeira, viciada em séries, apaixonada por livros e que tem como melhor amiga a menina Netflix. Daquelas que trocam uma noite de balada pelo conforto de sua casa assistindo a um bom seriado. Do coração: Friends, Dexter, Breaking Bad e Grey's Anatomy.

No comments

Add yours