Em entrevista, Shonda Rhimes classifica o Emmy como “constrangedor”

Imagem: Congressional Black Caucus/Divulgação

Continua após as recomendações

Além de Donald Trump, Shonda Rhimes também não gostou do que assistiu na cerimônia de entrega dos Emmys do último (17), apresentada por Stephen Colbert. Em entrevista à revista Vanity Fair, a produtora lendária fez duras críticas a premiação e deseja que as vitórias importantes não acomode Hollywood.

“É constrangedor, francamente,” disse. “Na minha visão, é bastante constragedor que nós ainda estejamos num momento de pontuar essas conquistas… Eu espero que não seja uma tendência. Eu espero que as pessoas não se sintam satisfeitas porque ele viram muitas pessoas vencerem, e aí pensarem que o trabalho está concluído.”

Continua após a publicidade

As vitórias que Shonda pontua na entrevista são aquelas que as minorias conquistaram pela primeira vez na história da premiação. Lena Waithe se tornou a primeira mulher negra a vencer um prêmio de roteiro pelo seu trabalho em Masters of None, Donald Glover como o primeiro negro a conquistar o Emmy de direção em comédia, Riz Ahmed como o primeiro ásio-americano a consagrar-se na sua categoria, sem contar com a quebra de jejum de Sterling K. Brown ao ser o primeiro ator negro a vencer em Melhor Ator em Série de Drama após 19 anos da vitória de Andre Braugher por Homicide: Life on the Streets.

Essa não é a primeira vez que Shonda critica a indústria pela vontade em pontuar tais feitos pelas minoriais. Numa entrevista em 2015, ela falou abertamente sobre seu desgosto pela tendência. “Eu odeio a palavra ‘diversidade'”. “Ela sugere que é algo a mais. Como se fosse estranho contar histórias sobre mulheres, pessoas de cor e LGBTQs na televisão. Eu uso uma palavra diferente – normalizar. Eu estou normalizando a TV. Eu estou tornando a televisão um reflexo do mundo.”

Fonte: Entertainment Weekly

Avatar

Bernardo Vieira

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.

1 comment

Add yours

Post a new comment