Shooter – 2×01 – The Hunting Party

Imagem: Isabella Vosmikova (USA Network/Divulgação)

“O verdadeiro problema está prestes a se revelar”

E é com essa emblemática frase do final da primeira temporada que abro a review do ESPETACULAR retorno de Shooter! E por que espetacular? Oras, não foram precisos nem cinco minutos para vermos o circo pegar fogo e confirmar que essa é uma das melhores séries do momento. A adrenalina tomou conta do começo ao fim! Bob Lee e sua família nos são apresentados em uma calmaria que não é comum para os padrões dos Swaggers, o que já nos faz desconfiar que muita treta estava a vir pelo caminho.

E a desconfiança se concretizou bem rápido, uma vez que o tiroteio não demorou nada para começar. O “espetáculo” aconteceu bem longe de casa, mais propriamente na Alemanha, onde nosso protagonista retoma uma posição de grande destaque. Agora é o centro das atenções e precisa lidar bem com essa nova carga nas costas. Incrível como o personagem se sai bem em todos os pontos, seja quando precisa se esconder ou quando é exigido que ele tome frente de eventos públicos.

Imagem: Isabella Vosmikova (USA Network)

Continua após a publicidade

Que cenas iniciais incríveis! Parabéns para os produtores porque olha, sem palavras para descrever como a coisa funcionou bem na tela. Tão bem que eu fiquei com aquele gostinho de quero mais quando terminou, o que tenho certeza de que muitos de vocês ficaram. Nada foi arrastado. A dinâmica foi ótima e até o que teve um clima mais leve trouxe peso e introduziu bem novos elementos para construir a trama da segunda temporada.

O lance é o seguinte: Swagger e seus amigos estão no alvo de um grupo que quer matar todos eles. A motivação ainda não está clara. Paralelo a isso, vemos Nadine com uma nova oferta de emprego que ela está prestes a aceitar. Claro que não entendo como ela caiu tanto dentro do FBI, mas importante ver como dentro da instituição existe um preconceito e corrupção instaurada. Memphis dando a volta por cima chega a lotar o coração de alegria e orgulho.

E o Isaac, filho de uma boa mãe, está tão vivo quanto eu e vocês. Eu poderia viver plenamente feliz sem ter ele mais na história, mas parece que iríamos perder algo que ainda não está muito claro. Ele, novamente, está envolvido em algo maior que para nós ainda está obscuro. Sabemos sim que está programada uma matança, mas ao findar de qual propósito, de certo saberemos no decorrer dos próximos (e espero eletrizantes) capítulos.

TIRO: “Eu te amo infinito vezes infinito.” – Saudades, Revenge! <3
PORRADA: “Estamos sendo caçados.”
BOMBA: “Vamos ligar para o nosso anjo da guarda.”

Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

No comments

Add yours