Snowfall – 1×02 – Make Them Birds Fly

Imagem: FX/Divulgação

Depois de um piloto sólido e que apresentou muito bem a história que o telespectador vai acompanhar pelo restante da temporada, Snowfall tinha uma tarefa ainda mais difícil nesse segundo episódio que era de manter o ritmo e continuar evoluindo. Não é uma missão simples, ainda mais para uma novata num canal cheio de produções primorosas e premiadas.

Imagem: FX/Divulgação

Continua após a publicidade

Infelizmente, a série falhou. Em Make Them Birds Fly, as histórias que corriam em paralelo surpreendentemente se cruzaram, mas não da forma e nas circunstâncias que esperávamos, na verdade tudo acontece de uma forma um tanto bagunçada, patética e estranhamente espirituosa. E é aí que está o problema pois ao mesmo tempo que o roteiro tenta encontrar seu tom e sua zona de conforto, o roteiro leva as boas ideias para o buraco.

É um erro manter Avi no centro da história por alguns motivos –  ator é ruim, o personagem beira a caricatura e a epidemia de cocaína no centro de Los Angeles não se resume a um traficante. Não faz sentindo fazer com que Franlin e Teddy fiquem limitados numa única situação que não produzirá qualquer grande cena dramática ou um diálogo interessante.

Parece coerente dar tamanha atenção para família de Franklin, até porque ele é o nosso protagonista. O problema é que foi um aborrecimento e uma grande chateação acompanhar gritaria, confusão e uma oportunidade minúscula para Michael Hyatt chamar atenção pela primeira vez na sua carreira após personagens inexpressivos. Adoraria acompanhar mais daquele núcleo, mas quando tiver uma história digna da minha atenção. 

Durante o episódio piloto, tivemos a oportunidade de acompanhar diversas referências históricas, dentre elas uma entrevista com Nancy Reagan que falava sobre a conhecida campanha anti-drogas Just Say No. Isso desapareceu aqui. Tom Bradley, o único prefeito de Los Angeles a ficar no cargo por cinco mandatos e que comandou a cidade durante tal momento delicado, sequer foi citado. Como apreciador de história, essa falta de inteligência me incomoda profundamente.

Em suma, temos Make Them Birds Fly mostrando que a escalada para o sucesso de Snowfall será ainda mais complicada do que imaginávamos. Lembro que tudo está aqui. A ideia é ótima pois a indústria do entretenimento sequer olhou-a com atenção, os atores mostram-se dispostos a fazer qualquer coisa para que seus personagens deem certo e o FX é a casa certa para esse tipo de drama. Basta que o roteiro e o showrunner saibam como fazer.

Tags Snowfall
Avatar

Bernardo Vieira

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.

No comments

Add yours