Snowfall – 1×10 – The Rubicon [SEASON FINALE]

Imagem: FX/Divulgação

Continua após as recomendações

Para quem acompanhou minhas resenhas sobre a primeira temporada de Snowfall aqui no Mix de Séries sabe o quão desapontado essa série me deixou. Pode ser que construiu uma utopia, mas é inegável que mesmo todos os materiais estando lá, o drama andou em círculos até que finalmente chegasse ao ponto que mais queria – a Season Finale, momento em que muitos programas de qualidade duvidosa preparam cliffhangers desnecessário, como Revenge, para fazer com que o telespectador esqueça de tudo que aconteceu.

Continua após a publicidade

Imagem: FX/Divulgação

O meu sentimento ao assistir essa Season Finale não poderia ter sido mais agridoce, confuso e pensativo. Para aqueles que assistiram, ou pretendem conferir em algum dia, esse final de primeira temporada peço que prestem muita atenção nos minutos finais do episódio e ainda mais na trilha sonora utilizada pela produção para fazer a amarração final. Ao mesmo tempo que é maravilhosa, inteligentíssima e um frescor que não assistia a muito tempo na televisão, foi impressionantemente contraditória a tudo que apresentou entre o piloto e o nono episódio.

A proposta do roteiro foi simples, porém genial – trouxe uma versão moderna e às avessas do sonho americano numa comunidade esquecida pelo Estado e que sobrevive a própria sorte. Eles sabem que não estão certos e que descumprem leis, mas compreendem que é a única maneira de conquistar alguma coisa na vida e prosperar em tempos tão complicados como aqueles para ser jovem e negro. Qual o problema? A ideia apareceu apenas na Season Finale, enquanto no restante da temporada tramas fracas, confusas e sem personalidade.

É verdade que esse episódio final continuo errando com o que em relação a Teddy e o núcleo dos mexicanos que variaram entre o interessante, o violento e o insuportável. Todavia o que vimos em Franklin foi o florescer de um personagem fenomenal, cujo desenvolvimento desbravou uma corrente confusa de uma temporada construída da maneira equivocada. Não diria que foi perfeito, mas que proporcionou todos os meios para Damson Idris se tornar uma das principais e maiores revelações nessa Summer Season.

Para a segunda temporada, que vai acontecer apenas por razões econômicas há de se ressaltar, espero que haja a troca do showrruner e que Snowfall volte completamente diferente. Se o leitor desejar assistir uma série exepcional e muito bem feita sobre tráfico de drogas, recomendo Queen of the South com ressalvas para a cambaleante primeira temporada e, principalmente, Narcos que é um marco para produções do gênero e recentemente retornou com novos episódios à Netflix.

Tags Snowfall
Avatar

Bernardo Vieira

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.

No comments

Add yours