Spoiler Alert: Confira os spoilers e novidades da semana nas séries de TV

Spoiler Alert, Séries, Spoilers, How To Get Away with Murder, Killing Eve, Prodigal Son

Spoiler de Killing Eve, How To Get Away with Murder, Empire e muito mais

Com o retorno da Fall Season, temos muitas novidades e um spoiler e outro para esta semana. Muitas mesmo. Os principais criadores e produtores aproveitaram suas vitórias no Emmy há duas semanas para contar um pouquinho mais do que veremos das novas temporadas. Jason Bateman foi um deles. O ator, que venceu pelo seu trabalho inaugural como diretor, compartilhou o que vamos esperar da 3ª temporada de Ozark.

Já Craig Mazin afirmou que não teremos qualquer tipo de continuação de Chernobyl. E ainda, novidades sobre as últimas temporadas de EmpireHow To Get Away with Murder Prodigal Son. Será que teremos surpresa pela frente? E por fim, Jodie Comer compartilha com a Entertainment Weekly o que deveremos esperar da 3ª temporada de Killing Eve.

Então conto com sua leitura do Spoiler Alert desta semana, assim como seus comentários, críticas e sugestão de novidades.

Spoiler, Spoiler, Spoiler

Mensagem cifrada

Antes mesmo de ganhar um Emmy pelo seu trabalho em Killing Eve, Jodie Comer concedeu uma entrevista muito boa para a Entertainment Weekly. Além de falar do prazer de trabalhar com Sandra Oh, ela também deu algumas dicas sobre como o que deve acontecer no terceiro ano da série. “É aquela mesma história de sempre: você acredita que alguém está morto. Então convive com este fato, mas aí a pessoa não está morta,” ponderou a atriz.

“Como que você reage e lida com isso? Como que muda o relacionamento que vocês tinham antes? Será que muda? Existe alguma nova oportunidade de recomeçar? Há alguma chance ou uma necessidade de terminar o que começou? Talvez essa sejam as principais questões no futuro de Villanelle,” completou.

Alianças testadas

A cada temporada de How To Get Away with Murder fica cada vez mais claro que Annalise (Viola Davis) não selecionou seus pupilos pela sua relevância jurídica. Já sabemos as conexões referentes a Wes e Laurel, mas nada até aqui sobre Michaela nem Connor. Vimos no final na quinta temporada, no entanto, que Annalise conhecia, de certa forma, o pai biológico de Michaela. “Vai se tornar cada vez mais claro o porquê Annalise escolheu Michaela logo no início da temporada,” disse Jack Falahee a Entertainment Weekly.

O problema é que o relacionamento das duas está um tanto arranhado em virtude dos últimos acontecimentos, fazendo com que as novas revelações deixem tudo ainda mais difícil. “Michaela tem sido tão ignorada por ela,” explica Aja Naomi King. “Em qualquer situação que você tenha um relacionamento complexo com alguém, e há mais informações sendo divulgadas, esse elo será testado. É isso que vai acontecer com Michaela. Seu relacionamento com Annalise, assim como com outros personagens, será testado de diferentes maneiras,” concluiu.

Qual seu legado?

Como noticiamos durante a cobertura dos Upfronts em maio, Empire entra no seu último ano a partir do início da nova temporada. Contudo, nós não sabíamos muito do que aconteceria na Season Premiere (lê-se a saída de Jamal), muito menos qual seria a proposta dos últimos episódios. Numa (longa) entrevista com a Entertainment Weekly, o showrunner do drama, Brett Mahoney, deu algumas dicas sobre o que veremos daqui para frente. “Nós tentamos ao máximo fazer com que cada episódio fosse um evento, e em cada momento responder uma questão levantada durante a série,” disse.

“Além disso, nós estamos trazendo velhos conhecidos. Estamos realmente empolgados com várias situações que estamos desenvolvendo. O lado bom de estarmos fazendo a última temporada de Empire é que queremos deixar tudo grande e dinâmico, então estamos buscando esse objetivo. Nós analisamos como que o império afetou a família Lyon. E a principal pergunta que Lucious precisará responder nesta temporada é: o que é mais importante, os Lyons ou o império? Qual será seu verdadeiro legado? Seus filhos, a dinastia Lyon ou o império?,” concluiu.

Tennessee Williams às avessas

Para quem começou a Fall Season com o pé direito certamente já assistiu Prodigal Son, um dos melhores dramas desta safra a partir do episódio piloto. Mas é certo que outras séries também começaram bem e logo em seguida, começaram a definhar. Foi assim com BlindspotManifest; Almost Human, assim como Minority Report e entre tantos outros. Sendo assim, o que será que podemos esperar do restante da primeira temporada?

Michael Sheen conversou com o Entertainment Weekly e conta mais. “A intenção é que continue com esse tom gótico moderno. Há esse sentimento de repressão, horror não sentido e emoções reservadas. Isso acontece em razão dos círculos sociais que ambos convivem. Se você puder imaginar Tennessee Williams escrevendo no gênero de terror, acredito que essa é a forma de descrever o que vem por aí,” disse o ator.

Efeito cascata

Logo após vencer o Emmy pelo seu trabalho como diretor em Ozark, Jason Bateman contou à imprensa um pouco do que os fãs podem esperar dos novos episódios. Uma máxima, contudo, que parece melhor definir o que está por vir é: ‘a m***da será jogada no ventilador’. O cassino que Marty (Bateman) trabalhou tanto para construir, vai começar a funcionar. O problema é que a estratégia de construir o negócio para lavar ainda mais dinheiro, vai trazer (grandes) problemas para sua família.

Outra novidade na nova temporada? Um pulo temporal. “Nós vamos começar seis meses depois,” disse o ator aos repórteres. “O cassino estará funcionando a todo vapor, e proporcionará oportunidades tanto positivas quanto negativas. Além disso, algumas são tentadoras e outras tranquilas. Os efeitos na família se manifestarão de formas bem interessantes, e principalmente quanto ao relacionamento de Marty e Wendy,” completou Bateman.

Spoiler Bônus

Como era de se esperar, Chernobyl ganhou grande no Emmy há duas semanas. Tal premiação coroa uma jornada impressionante de bons números às segundas-feiras, noite tradicionalmente fraca para HBO e TV paga, sendo assim é irresistível perguntar: qual a possibilidade da minissérie tornar-se uma antologia como American Horror Story? Ou pelo menos uma breve continuação como Big Little Lies? Dependendo do criador, Craig Mazin, a produção será realmente limitada.

“Nós não vamos fazer isso,” disse Mazin sobre uma eventual continuação. “Nós contamos uma história num espaço de tempo e fizemos um excelente trabalho. Sendo assim, é hora de começarmos a pensar em outros tempos e histórias…..qualquer que seja. Se é um evento fictício ou baseado em algum fato relevante da história, realmente vamos pensar na possibilidade de realiza-lo,” contou o produtor. “Para eu como roteirista, senti-me conectado com a similaridade,” continuou.

“Até mesmo dois inimigos tradicionais. Em 1986 e 2019, não são tão diferentes assim. Os problemas de antes são os problemas de hoje. As consequências agora são similares, senão piores,” concluiu.

Quem entra e quem sai

9-1-1: Lone Star: após a confirmação de Liv Tyler como a protagonista feminina, a série derivada de 9-1-1 acaba de ganhar mais adições ao seu elenco. Foram confirmados: Natacha Karam, Brian Michael Smith, o novato Rafael Silva e Julian Works. Sabe-se que, de acordo com o Deadline, boa parte deles farão parte do elenco regular.

When The Street Lights Go On: apesar de alguns problemas corporativos, a atividade no Quibi continua intensa. Desta vez foi confirmado o elenco de uma nova série que terá nada mais nada menos do que Queen Latifah. Vista recentemente na cancelada Star, a atriz liderará uma equipe que ainda inclui Chosen Jacobs, Sophie Thatcher e entre outros.

The First Team: ainda em busca do seu grande sucesso, Will Arnett foi escalado na nova comédia da BBC Two. Dos mesmos criadores de The Inbetweeners, a produção trará as aventuras e desventuras de três jovens jogadores de futebol, onde Arnett será o excêntrico presidente americano do time. O elenco ainda inclui Shaquille Ali-Yebuah, Jack McMullen e Jake Short.

Stumptown: o novo drama da ABC ainda nem estreou, mas já confirmou três nomes de peso para participações especiais. Zosia Mamet, Jay Duplass e Zulay Henao aparecerão na série estrelada por Cobie Smulders ainda sem data de exibição. Duplass será Elias, Mamet interpretará Katrina, enquanto Henao dará vida a Denise. Todos estarão no mesmo episódios.

The Gilded Age: Christine Baranski (The Good Fight) e Cynthia Nixon foram confirmadas no elenco da nova série da HBO. Elas vão interpretar as aristocratas Agnes van Rhijn e Ava Brook, na história que se passa durante a década de 1880 nos Estados Unidos. A série vai focar em Marian Brook, filha de um general que, após ficar órfã, se muda para Nova York para morar com as suas tias (Baranski e Nixon).

Trailer da Semana: American Son

Você já deve ter percebido que eu simplesmente respiro entretenimento, apesar de ter que manter uma vida além desta rotina (meu editor ficará chocado em saber disso). Então não é nenhuma surpresa ao revelar que eu adoro teatro, embora não vá com muita regularidade pela falta de opções em Florianópolis. Seja como for, o lançamento de American Son trará os palcos para nossas casas.

Com Kerry Washington e Steven Pasquale, Jeremy Jordan e Eugene Lee, a produção é baseada na produção homônima da Broadway que foi completamente ignorada nos Tonys deste ano. O telefilme, é importante lembrar, estreará em todo mundo na sexta-feira, 1º de novembro. Abaixo você confere o primeiro, e provavelmente único, trailer que recebe nosso destaque nesta semana na coluna Spoiler Alert.

 

Avatar

Bernardo Vieira

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.

No comments

Add yours