Spoiler, Spoiler Alert, GLOW, Filhos da Pátria, The Loudest Voice, Ozark

Spoiler Alert: Confira os spoilers e novidades da semana nas séries de TV

Ozark, Filhos da Pátria, GLOW  e muito mais

Vocês sabem que eu adoro uma coluna recheada com séries das mais diversas. É claro que a presença das populares é fundamental, afinal vocês nem estariam aqui sem Ozark ou GLOW. Contudo, temos novidades sobre o futuro de The Loudest Voice, caso a Showtime realmente venha a dar um futuro para história; assim como a comédia nacional Filhos da Pátria e uma das minhas séries preferidas, Succession. Por isso o que me dizem? Então, conto com sua leitura, seus comentários, críticas e sugestão de novidades.

Hora da decisão

Na temporada anterior de Ozark, Ruth Langmore (Juia Garner) foi colocada numa situação bastante complexa: ter que escolher entre seu pai e seu pai adotivo, Marty Byrde. Sendo assim, uma das questões que pode (ou pelo menos deveria) ser respondida no próximo ano é quem ela vai escolher? Sangue ou lealdade a Marty e a família Byrde? Em conversa com a The Hollywood Reporter, o showrunner Chris Mundy, explica que ela terá, pelo menos, algumas dúvidas.

“Ruth está cada vez mais confiante de si mesma, mas ela é muito grata a Marty por ser a primeira pessoa em ter acreditado nela e lhe dado responsabilidades. Nessa terceira temporada, nós veremos ela demonstrando interesse em ser membro da família Byrde.  Contudo, no decorrer do processo ela vai ficando cada vez mais envolvida nos negócios. Fazendo com que se pergunte se ser uma Byrde é realmente algo positivo,” completou.

Filhos da Pátria: Mesmo família, mesmos problemas

É possível que o leitor já tenha esquecido de Filhos da Pátria ou até mesmo ter considerado seu cancelamento. Felizmente, a série nacional retornará em breve. Com dez episódios encomendados para seu novo ano, a comédia trará novamente a divertida família Bulhosa. Contudo, não mais no período pós-independência, mas, sim, no início da Era Vargas (na década de 1930).

De acordo com a sinopse oficial divulgada pela Globo, a segunda temporada apresentará Geraldo Bulhosa (Alexandre Nero) fazendo carreira no funcionalismo público. Já sua esposa, Maria Teresa (Fernanda Torres), continua firme na sua missão em fazer parte da elite. Geraldinho (Johnny Massaro), continuará inconsequente e especialista na arte de matar aula.

Por fim, Catarina (Lara Tremouroux) aparecerá com sonhos e ideais feministas após uma temporada em São Paulo.

Recomeço à vista?

Para quem está em dia com GLOW sabe que a terceira temporada terminou com um gancho daqueles. Bash, com a ajuda de Debbie, buscam a compra de um pequeno canal de televisão que permitirá todo grupo retornar ao ar. Tal movimento deve forçar todos a abandonarem seus personagens originais, sugerindo que a provável quarte temporada trará um ‘recomeço’, certo?

Liz Flahive, uma das showrunners, não gosta dessa da ideia. “Eu não sei se um recomeço é a forma que nós enxergamos, mas no caso de alguns personagens suas vidas tomam rumos bem diferentes,” disse. “Nós queríamos terminar essa temporada com a questão: como que eles vão voltar a ser um grupo?”, completou Carly Mensch, a outra showrunner.

“Eu penso que é o maior risco que tomamos desde quando começamos a série,” concluiu.

Um passado nada tranquilo

Season Premiere de Succession trouxe uma reviravolta bombástica: Shiv (Sarah Snook) será a nova CEO da Waystar Royco quando Logan (Brian Cox) deixar o posto. O que sugere uma participação maior da personagem neste segundo ano, mas o que isso quer dizer exatamente? Em conversa com o The Hollywood Reporter, ela sugeriu algo relacionado com as emoções de Shiv.

“Eu penso que é dito no episódio dez da primeira temporada, mas nós realmente temos uma ideia de onde Shiv perde o controle das suas emoções e sentimentos. Existiu uma situação no passado onde ela completamente surtou, mas apenas Logan e Tom souberam. Há a história de algo que aconteceu,” concluiu a atriz.

Spoiler Bônus

Quem assistiu The Loudest Voice sabe que a minissérie tratou, dentre outras coisas, do tratamento de Roger Ailes em relação a mulheres. Contudo, o showrunner, Alex Metcalf, acredita que sua produção é mais do que esse tema. “Eu não acredito que o show é apenas isto [os abusos de Ailes]. Acredito que há uma participação de Roger, mas também penso que há muito mais do que se tratar no mundo lá fora,” completou ao The Hollywood Reporter.

“É aquilo que derrubou-o e o segredo que lhe acompanhou durante toda sua carreira, mas também é sobre a influência no país. É sobre Trump. É sobre as máquinas políticas e midiáticas que criam nossa realidade política. Então eu acredito que se existir uma segunda temporada, teremos que lidar de alguma forma com essas ideias também,” concluiu o produtor. A Showtime ainda não se manifestou, pelo menos até o fechamento desta coluna, sobre o futuro da minissérie.

Quem entra e quem sai

Starstruck: a WarnerMedia anunciou na última semana a nova comédia da HBO Max, que será produzida em parceria com a BBC Three. Rose Matafeo, vencedora do Prêmio de Comédia de Edimburgo, será a protagonista, produtora, roteirista e também ficará responsável pela criação da nova série. Não foram anunciados outros nomes no elenco.

The College Admissions Scandal: recentemente, o canal anunciou a produção de um telefilme sobre o caso que culminou na derrocada de Felicity Huffman e Lori Loughlin por terem corrompido o processo de entrada dos seus filhos em universidades de elite. A produção ganhou seus primeiros reforços: Penelope Ann Miller e Mia Kirshner.

Empire: um dos destaques da última temporada de Lethal Weapon, Keesha Sharp fará participações recorrentes no ano derradeiro da série de Lee Daniels. Ela vai interpretar a Dra. Paula Wick, ‘uma mulher inteligente, intensa e que oferece um interminável senso de compaixão, mas não leva desaforos para casa’.

Emily in Paris: a nova série da Paramount Network ganhou um novo reforço do elenco. Do mesmo criador de Younger Sex And The City, a comédia terá além de Lily Collins, a presença de Ashley Park. A atriz interpretará Mindy Chen, uma moça nos seus vinte e poucos anos que é a melhor amiga de Emily (Lily). As gravações estão acontecendo neste momento em Paris.

Cherish the Day: se você buscar no dicionário a definição de lenda, certamente Cicely Tyson estará lá. Para nossa sorte, a atriz foi confirmada no elenco da nova série do OWN produzida por ninguém menos que Ava DuVernay. O drama será estruturado como uma antologia, isto é a cada temporada uma história diferente. A proposta neste caso é de mostrar as idas e vindas de um casal apaixonado.

Avatar

Bernardo Vieira

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.

No comments

Add yours