Stalker – 1×10 – A Cry for Help

238758

Continua após as recomendações

O melhor episódio da temporada até agora!
A Cry for Help foi um episódio digno de nota 10, teve exatamente o que precisávamos ver. Para quem esperava uma imediata vingança de Beth contra Perry/Brody, sinto muito em dizer que não foi dessa vez, o que achei muito bom porque seria muito fácil ela descobrir o que ele vinha fazendo, não apenas com ela mas com a Tracy também, e simplesmente partir para cima dele. O caso de perseguição do episódio também foi o melhor, superando o Phobia, porque tivemos uma vingança insana, mas de uma genialidade surpreendente.Agora sim o drama da Beth tomou proporções extremas.

No início do episódio vemos Beth abrindo completamente o jogo com a Tracy contando quem o Brody é de verdade, mostrando para a amiga as fotos que ela tirou no apartamento dele e Tracy fica chocada. Eu confesso que fiquei com pena dela porque deve ser completamente horrível você começar a gostar de alguém e do nada você descobre que é outra pessoa e que está com você por uma causa maior e que não tem haver com sentimento.

Continua após a publicidade

238769 Agora uma pergunta, porque será que Beth não encerrou o assunto com Perry nesse episódio? É mais do que óbvio, gente, porque teríamos a solução, mas ainda ficaríamos sem conhecer a história dela, e a forma com que o resumo da história dela foi colocado no final do episódio foi fantástica. O jeito que o Perry se colocou foi genial porque ele sabe que tem problema, sabe qual foi o seu diagnóstico, mas como o pai dele o acha perfeito ele vai continuar sendo assim porque deste jeito está bom. Outro fato do episódio é que foi mais do que comprovado que ninguém é realmente de ferro, falo isso porque esse foi o episódio onde vimos Beth de cabeça erguida, vimos ela desabar após o seu encontro com Perry e vimos ela procurando a ajuda de Janice, que é uma grande surpresa na série porque ela vem ganhando muito destaque nos últimos episódios e eu estou gostando muito dela.

Sobre o caso de A Cry for Help, mais uma surpresa, porque tivemos um stalker insano e muito genial (não que fosse proposital mas acabou sendo genial). O crime se baseava em uma vingança. Cori perde a amiga Meg, e começa a perseguir três pessoas que participaram de um estupro, cada um desempenhando um papel, e a forma como ela queria se vingar foi sensacional porque foi de extrema simbologia. Partindo do principio, quando ocorreu o estupro tivemos um que segurou a vitima, uma menina que ficou olhando sem fazer nada e o estuprador, só que na vingança Cori resolveu puni-los de acordo com o que cada um fez naquela noite, pregou as mãos de Henry na cabeceira da cama, queimou os olhos da Sophia e depois por pouco não transformou Scott em um “eunuco” e só não fez isso porque tivemos um momento de Nikita, onde Beth Davis lutou contra Cori, e deu uma aula de como se defender.

Surpreendente essa é a palavra que define Stalker até aqui. Cada caso começa de um jeito e termina de outro, mesmo que tenhamos a certeza de quem seja o perseguidor desde o começo do episódio, nós sempre ficaremos surpresos com a evolução do caso, porque no começo pensamos “ah, deve ser louco, só pode” mas no final o sentimento fica tipo “bah, não pensei que poderia ser assim” e eu gosto assim porque é uma série imprevisível e torceremos para que continue assim.

OBS.: Gente quando vi a Cori no salão ela tava com a cara mais louca que já tinha vista nesses dez episódios exibidos em Stalker.

4 comentários

Adicione o seu

Post a new comment

Tags CBSStalker