Suits através de 100 episódios: um olhar além do seriado

Imagem: USA Network
Imagem: USA Network

[spacer height=”20px”]

Continua após publicidade

Sete temporadas. Seis parceiros de trabalho. Uma firma. Vários casos jurídicos e muitas reviravoltas. Bem vindo ao mundo de Suits, um dos grandes acertos da TV! Hoje (dia 30 de agosto), Suits alcança a marca de 100 episódios. Uma data tão importante não poderia ficar de fora nas comemorações dos fãs, afinal, foram 100 episódios de angústias, nervosismo, drama, humor e aprendizados que vivenciamos com Harvey, Mike, Rachel, Donna, Jessica e Louis.

Continua após a publicidade

Por mais que muitas respostas ainda não foram dadas, sabemos que durante esses episódios, Suits conseguiu deixar sua história na televisão. E imaginar que parece que foi ontem em que vimos Mike invadindo a uma entrevista de emprego de Harvey para se livrar da polícia e, assim, entrar no mundo jurídico sem ao menos ser advogado, nos deixa com aquele ar de nostalgia.

Continua após publicidade

Em sua sétima temporada, Suits já brincou com os sentimentos de todos nós e a julgar pelo andar da carruagem, tal façanha ainda está longe de se acabar. Para quem achava que o seriado não duraria nem três temporadas deve ter se surpreendido. Com uma possibilidade de um spin off voltado em Jessica Pearson, Suits vem se superando temporada pós temporada. Mas o que esse seriado jurídico tem de tão especial? Pois bem, é difícil definir Suits numa só palavra, pois ele é mais do que um seriado em os advogados tentam se achar nos tribunais e estão dispostos a tudo por justiça; há algo no show que o torna único, a começar com a amizade.

O seriado mostra muito bem o que significa ser amigo. Não é uma amizade como a de Friends, mas sim algo mais profundo. Existe um companheirismo entre os personagens, daqueles em que são capazes de serem presos em prol do outro. Eles são mais do que amigos; são cúmplices. É claro que a amizade de Mike e Harvey acaba ganhando um maior destaque, porém, nada que coloque em xeque as outras amizades. Por mais que tenhamos que tirar o chapéu por Mike ir atrás das grades em prol de seu amigo, sabemos muito bem que qualquer personagem seria capaz de se sacrificar em prol de um amigo, até mesmo Louis.

Continua após publicidade
Imagem: USA Network

É claro que o fato do seriado se arriscar ao mostrar um falso advogado atuando nos tribunais soa errado, porém, é impossível não torcer pelo personagem e desejar que ele consiga se livrar de suas culpas. É como se os roteiristas conseguissem nos mostrar que não devemos julgar os outros pois todos nós cometemos crimes. Existe um jogo entre o certo e errado, no qual percebemos que nem sempre o que é certo diante à sociedade é o correto a se fazer. Quando a fraude de Mike foi descoberta, eu me senti presa em torcer por ele (mesmo que isso implicasse em atestar que ele é um criminoso, mas pelo menos está tentando fazer o bem) ou esperar por justiça. Acredito que seja isso o que cada um de nós faz no dia a dia quando estamos diante de algo que a sociedade condena errado.

Diante de tantos conflitos e dramas, os casos jurídicos acabam sendo mero coadjuvantes. É claro que numa firma como a PSL, os advogados querem ganhar alguns milhões, porém, eles tentam agir com as suas melhores intenções. Quando Louis se aproveitou do segredo do Mike para ganhar um lugar como sócio, pudemos ver nitidamente um espelho da realidade. Nesse sentido, Suits consegue muito bem nos mostrar que o que acontece em seus episódios estão mais próximos de nossas vidas à ficção.

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!

Se eu pudesse resumir Suits em uma única palavra, diria que o seriado é um aprendizado. A cada episódio nós aprendemos um pouco com os personagens, mas não é um aprendizado de conteúdo, mas sim moral. Ainda existem muitas coisas pelo qual eu quero ver no show, mas por enquanto ficarei satisfeita com a sua trajetória, afinal, em qual seriado vemos o segredo do protagonista sendo revelado antes da series finale?

Pois bem, eu nunca imaginei ver Mike Ross sendo desmascarado e, de quebra, ressurgir das cinzas com sua carteira de advogado antes do último episódio do seriado. Se me perguntassem o que eu gostaria de ver nos próximos episódios, eu diria que estou na torcida por uma gravidez para Rachel; Harvey se declarando para Donna e ficando juntos; Mike ganhando seu nome na parede da PSL e Louis finalmente sendo reconhecido como amigo por Harvey, com direito a banho de lama para selar (e celebrar) a amizade.

Quem sabe não veremos tudo isso em breve?!

Por agora, parabéns Suits, e obrigada por 100 maravilhosos episódios…