Sumido, eis por onde anda ator Thomas Gibson de Criminal Minds

Ator foi demitido em 2016 de Criminal Minds e sumiu das produções.

Criminal Minds ator
Continua após publicidade

Mesmo sem exibir novos episódios, Criminal Minds continua sendo uma série favorita entre os fãs de procedurais criminais. O drama da CBS, que terminou com sua 15ª temporada em 2020, teve uma abordagem única para o gênero, seguindo a vida da Unidade de Análise Comportamental (BAU) do FBI. Tudo isso, enquanto eles usavam a psicologia para tentar capturar alguns dos criminosos mais horríveis do mundo.

Continua após publicidade

Criminal Minds foi um grande sucesso, não apenas por sua solução de crimes e mistérios de tirar o fôlego, mas também por seus personagens inesquecíveis.

O BAU está cheio de personalidades únicas, incluindo o jovem e peculiar gênio Dr. Spencer Reid (Matthew Gray Gubler), a excêntrica ex-hacker Penelope Garcia (Kirsten Vangsness) e o agente de fala mansa Derek Morgan (Shemar Moore). No entanto, como a maioria das séries de longa duração, muitos membros importantes do elenco iam e vinham ao longo de uma década e meia. Mas talvez nenhuma saída de personagem tenha sido tão chocante quanto a do Agente Aaron Hotchner (Thomas Gibson), que liderou o time por 12 anos, até que seu personagem foi removido da história.

Continua após publicidade
Continua após publicidade

A saída de Hotchner aconteceu depois que surgiram relatos de que o ator Thomas Gibson entrou em uma briga física com um dos roteiristas da série por causa de diferenças criativas. Tal fato levou a CBS a demiti-lo.

Deixar um programa de tão alto nível em péssimas condições dificilmente é o que qualquer ator deseja. Mas o que Thomas Gibson tem feito desde que deixou Criminal Minds em 2016?

Continua após publicidade
Criminal Minds
Imagem: Divulgação.

Thomas Gibson não atuou muito desde que deixou a Criminal Minds

Embora a maioria do público conheça Thomas Gibson pelo seu papel em Criminal Minds, ele construiu uma grande carreira antes de ingressar no drama policial em 2005. Seu primeiro papel importante foi como o Dr. Daniel Nyland no drama médico dos anos 90 Chicago Hope. Curiosamente, uma outra coestrela de Criminal Minds, Mandy Patinkin, também esteve nessa série. Em 1997, ele assumiu as funções de protagonista na sitcom Dharma e Greg, interpretando um advogado certinho que se casa com uma instrutora de ioga de espírito livre (Jenna Elfman).

Continua após publicidade

Leia também: Escândalo em bastidores de Criminal Minds que chocou fãs

E então, seu próximo papel importante foi em Criminal Minds. No entanto, desde que saiu da série em 2016, o ator tem estado um tanto quieto.

Continua após publicidade

Em 2017, ele apareceu como uma voz ao telefone na estreia na direção de Aisha Tyler, coestrela de Criminal Minds, em Axis. Seu próximo papel foi no filme para home-video, “Shadow Wolves“, de 2019, onde interpretou um coronel militar obcecado em proteger agressivamente as fronteiras da América.

Continua após publicidade

Porém, desde que saiu de Criminal Minds, ele não conseguiu mais papéis na TV ou cinema. Mas, agora, de acordo com o IMDb, ele escreverá, dirigirá e estrelará “The Writer’s Bible”, que fala sobre um escritor em dificuldades que se muda para uma cabana remota no Texas em busca de inspiração. Pouco se sabe sobre o projeto, que está em fase de pós-produção, também segundo a IMDb.

Continua após publicidade
Criminal Minds ator
Imagem: Divulgação.

Gibson não obteve o mesmo nível de sucesso que encontrou em Criminal Minds. Porém, imaginamos que o ator continuará a encontrar trabalhos, levando seus talentos aonde quer que vá.

Os detalhes da saída de Thomas Gibson

Gibson estava dirigindo um episódio para a 12ª temporada, quando “instintivamente” chutou o escritor e coprodutor executivo Virgil Williams na canela. “Havia diferenças criativas no set“, disse Gibson em comunicado. “Lamento que tenha ocorrido. Todos queremos trabalhar juntos como uma equipe para fazer a melhor série possível. Sempre temos e sempre faremos”. A CBS, no entanto, suspendeu o ator e o demitiu dias depois.

Leia também: A cena mais icônica de Criminal Minds

Essa foi a segunda vez que Gibson demostrou violência no set: alguns anos antes, ele empurrou outro produtor e foi forçado a fazer um acompanhamento contra a raiva. Infelizmente, foi a última participação do ator na série, que não retornou para o final.

Você gostava do personagem de Thomas Gibson em Criminal Minds?