Supergirl – 1×03 – Fight or Flight

Supergirl

Imagem: Gamers Sphere

Continua após as recomendações

 

 

Continua após a publicidade

A suposta entrevista. Confesso até que pensei que esse episódio não começaria diretamente nesta cena. Toda a crença da suposta chefe má, Cat Grant, na Supergirl caiu por terra na desconfiança que ela leva a entrevista. E isso se comprova na postura de Cat durante todo o episódio. Chega a ser irritante.

A tensão amorosa na cena do café da manhã com Jimmy Olsen revela já um possível caminho. Será que estamos de frente com um novo Olicity?

Já seguida do primeiro problema do episódio, a revelação do parentesco com Superman, o que continuo achando um caminho errado para abordar na série. A grande quantidade de citações ao primo de Supergirl pode ser considerado o ponto fraco do episódio. Não que seja proibido citá-lo, porém existe a necessidade de deixá-lo tão presente ao roteiro?

Voltando a entrevista, que a própria Supergirl revela para sua irmã o fato de ser importante para ela naquele momento, a descoberta de si como heroína, a busca pelo entendimento de todos esses poderes e o seu uso para o bem, que mostra como ela precisava daquele momento, mesmo sendo com quem foi. Essa ingenuidade visivelmente está indo embora.

O vilão do episódio, Reactron, deixa claro que quer atingir Superman através da heroína, e já no primeiro encontro dos dois, gera uma cena de luta que mostra como a série está engrenando bem.

Supergirl

Imagem: Comics 2 Film

Sem falar na aparição do tão falado Superman que mostra que ele não será só citado e que realmente dará as caras uma vez ou outra. Será?

Alguns fatos curiosos, Maxwell Lord está escondendo algo, de acordo com os seus planos próprios que todos desconhecem. A mentira dele sobre o resgate feito pela Supergirl comprova esse fato. Resta saber de que lado ele realmente está e porquê não reconhece a prima de Superman.

O aparecimento de Lucy Lane, irmã de Louis Lane, isso mesmo, mostra dificuldades a frente para Kara, principalmente com Jimmy Olsen.

Fight or Flight foi um episódio bom, com muitas possibilidades criadas e que mostra como a série está abrindo vários caminhos até para próximas temporadas.

Kara está confiante em usar o “S”, mesmo não aparentando tanto. A cada episódio que passa, arcos são criados, e esperamos ver excelentes desfechos no decorrer desta temporada.

Tags Supergirl