Supergirl – 2×05 – Crossfire

Imagem: Banco de Séries

Imagem: Banco de Séries

Gente, o que está sendo essa segunda temporada de Supergirl? A série vem melhorando a cada episódio, e estou achando tudo isso absolutamente incrível. Vamos começar com Mon-El, ou melhor dizendo, Mike. Quando Kara decidiu levá-lo para trabalhar na CatCo já imaginava que coisa boa não sairia dali. Foi um passo dado bem maior que as pernas, convenhamos, pois diferente dela, o rapaz já chegou na Terra em sua fase adulta, sendo mais complicado ainda de se adaptar à sua nova realidade. Sem contar que a personagem também tentou fazer dele, uma versão alternativa de Clark Kent. Desculpa, mas não colou.

Quem teve um destaque moderado, por incrível que pareça, foi James Olsen. E não é que no fim das contas ele não foi tão desnecessário assim? Claro não foi nada do outro mundo, mas gostei dele e Kara juntos, talvez seja pelo fato dela tê-lo colocado na friendzone eterna, então estou ciente que algo entre os dois não vai rolar, pelo menos por agora. Quem acompanha nosso site deve ter visto que postamos semanas atrás, uma notícia que James se tornará em breve o herói da DC Comics, Guardian. Na tentativa de ajudar Supergirl a deter uma gangue de assaltantes, vimos o novo chefão da CatCo reagindo a eles, e não foi a única vez.

Continua após a publicidade

O que parecia ser um plot meio desconexo, nos demos conta de que tais criminosos estavam na verdade, trabalhando para o Cadmus. A misteriosa organização anti alienígena já mostrou que será o foco dessa temporada, e a misteriosa mandante deles será a grande vilã. Aliás, que mulher mais repugnante e maquiavélica, não é mesmo? Isso me deixou muito indignado, assim como ela ter todas as ferramentas para lidar com todos eles, obviamente depois de diversas experiências efetuadas. Só que isso entrarei em maiores detalhes mais para o final dessa review.

Imagem: Banco de Séries

Imagem: Banco de Séries

Voltando para Mike, ou melhor dizendo Mon-El, o personagem vem me conquistando a cada episódio. Ele tem um espírito leve e divertido, tanto que já desassimilei a imagem de Chris Wood do saudoso vilão Kai, de The Vampire Diaries. Ele foi responsável por alguns dos momentos mais engraçados, e o ápice disso tudo, na minha opinião, foi quando Kara flagrou o rapaz junto com Eve prestes a fazer… bom, vocês sabem. E o surto dela depois disso? Ataques de ciúmes sim ou com certeza? Só sei de uma coisa, NOSSA HEROÍNA JÁ ESTÁ GOSTANDO DELE, AMÉM!

Alex também teve destaque, e parece que ela finalmente está descobrindo suas opções, e que toda sua preocupação com Maggie há algo a mais. Definitivamente meu shipp alert praticamente quase explodiu, e o melhor que tudo foi sem pressa, mas que precisou de empurrão da policial, para ela então se auto explorar. Nos momentos finais pensei que finalmente rolaria algo entre as duas, mas ainda não foi dessa vez. Estou ansioso para ver como serão as coisas entre as duas a partir de agora.

James e Winn tiveram um momento deles e gostei de vê-los mais amigos, já que na temporada passada eles foram meio que rivais, por conta do amor que sentiam por Kara. Agora com o fotógrafo prestes a se tornar vigilante em National City, caberá ao rapaz nerd ajudá-lo nessa guinada. Essa parceria vai ser interessante de ser explorada, e por um momento odiei bem menos James, tenho que admitir isso. Só espero que ele faça um trabalho interessante como Guardian.

Lena Luthor teve maior participação nesse episódio, tendo papel fundamental na solução de tudo. É incrível como essa personagem consegue mexer com a minha mente, e por um momento eu deixei de desconfiar dela. Inclusive suas cenas com Winn foram incríveis durante sua elegante festa, e cheguei shippar os dois juntos, admito isso. Só que quando ela estava começando a ganhar minha confiança, eis que temos um inesperado plot twist nos instantes finais: ela é simplesmente filha da poderosa vilã que controla o Cadmus. Ou seja, meus amigos, aí vem bomba, e é agora que temos ficar atentos com cada passo de Lena, pois a coisa vai ficar cada vez mais séria.

PS1: Mike comendo toda a panqueca no café da manhã sou eu na vida.

PS2: Kara devorando todos os aperitivos na festa chique de Lena Luthor sou eu na vida também!

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=5OUOdKkMVgA[/youtube]

Tags Supergirl
Eduardo Nogueira

Eduardo Nogueira

Administrador apaixonado por séries e música, sou fã assumido de Friends, e tenho guilty pleasure pelas séries da CW. No Mix sou editor de reality show, cobrindo atrações do gênero como as franquias The X Factor , The Voice, American Idol, entre outros. Faço também reviews das séries Mom, Supergirl, The Good Place, Scream, Fuller House e da brazuca A Garota da Moto. Além disso, deixo vocês sempre atualizados com as nossas Bolhas de Cancelamento, e também escrevo as colunas de Elenco e Teu Passado Te Condena. No tempo que me sobra faço um café para as visitas, rs. Ufa!

1 comment

Add yours

Post a new comment