Supergirl – 2×16 – Star-Crossed (1)

supergirl 2x16
supergirl 2x16

Imagem: Jerimum Geek

Antes de Kara se encontrar com Barry em The Flash, as coisas esquentaram em Supergirl. Para começar, finalmente o segredo de Mon-El veio à tona e, francamente, não achava que os dois misteriosos personagens que surgiram no final do episódio passado fossem na verdade seus pais. Com a aparição de nossos eternos Lois Lane e Hércules – não consegui memorizar o nome deles aqui, desculpa -, esperava uma bagunça sem fim, e realmente aconteceu, não da forma como eu queria.

O segredo do rapaz sempre esteve escancarado, de que ele era o verdadeiro príncipe de Daxam, e tal revelação foi de uma forma extremamente grandiosa. Jamais esperava que fosse dessa maneira que isso acontecesse, e já aguardava que isso acabasse vindo de Jeremiah ou Lilian Luthor. Não importa quem tenha sido, apenas que alegria de pobre dura pouco, e é claro que isso foi fator crucial para o relacionamento entre ele e Kara entrar em xeque, rumo ao xeque-mate.

Sinceramente, Mon-El errou e feio por ter escondido seu segredo por tanto tempo, mas se pararmos para ver, sua evolução desde a primeira aparição é extremamente notória. Após sua chegada na Terra, principalmente ao conhecer nossa heroína, ele foi se tornando uma pessoa mais humanizada. Vamos analisar, o personagem com tais mudanças o que mais quis foi deixar o passado enterrado, junto com seu planeta. Com sua terra natal destruída, obviamente achou que poderia então simplesmente recomeçar sua vida do zero, mas acabou cometendo o erro de acionar o sinal de Daxam, atraindo então seus pais. Não que Kara está errada, não é isso, mas ela melhor do que ninguém sabe o que é ter que guardar um grande segredo, envolvendo sobre quem realmente é. Portanto, esperava que fosse bem mais maleável com a situação, apesar de não tirar a razão de sua braveza/decepção.

Continua após a publicidade

Imagem: Jerimum Geek

Se vocês acham que a introdução do crossover musical com The Flash foi baseado apenas nesse momento Casos de Família, você está perdidamente enganado. Na minha opinião, o plot de Winn foi muito mais relevante, e acabou dividindo as atenções nesse episódio. Sinceramente? Não me incomodei nenhum pouco, e achei que deveriam ter investido mais na história dele. Mesmo estando em perigo, o personagem não deixa seu senso de humor de lado, e isso é o que faz ser um dos melhores personagens de Supergirl.

Honestamente, fiquei com um pé atrás com Lyra desde sua primeira aparição, e algo já me dizia que em algum momento ele quebraria a cara com a alienígena. Foi dito e feito. Winn pode disputar páreo a páreo comigo de quem tem mais dedo podre para amor, porque não está sendo fácil. Ele já investiu em Kara no começo de tudo, jogado imediatamente a uma friendzone eterna e, quando acha que encontrou alguém para andar junto contigo, a mesma acaba traindo-o? Até que entendi os propósitos dela, apesar de no começo desconfiar muito, mas já como todo mundo estava se ferrando nesse episódio, mais um sofrimento no check list seria a morte, portanto nada mais justo em dar um voto de confiança. O melhor de tudo foi a dinâmica dele com Alex, que mais uma vez digo que é algo a ser bem mais investido mais vezes na série. Os dois juntos é algo tão incrível, que só fez esfregar na cara de todo mundo ainda mais, quanto James é totalmente dispensável por aqui. Mesmo quando todo mundo tentava podar nosso nerd predileto, a agente não desistiu do amigo em momento algum. Aprendam, estamos entendidos?

Voltando para aquele que seria o plot principal do episódio, vou ser bem franco que esperava bem mais da participação dos pais de Mon-El por aqui. No final das contas, a mãe dele agiu como aquela sogra bem implicante, que não aceita e odeia a namorada do filho por achar que a mesma tirará seu bem mais precioso de sua vida de forma definitiva (mães). Já o pai é um verdadeiro banana, bem submisso, e acho que ele está mais para o rei do reino das plantas. Espero de coração que a próxima aparição seja bem mais icônica. Imagina um encontro entre a rainha e Jeremiah? Eu simplesmente infartaria, e quero isso PRA ONTEM!

Com o desfecho desses plots, Magic Meister finalmente apareceu no DOE nos instantes finais, e em grande estilo. Irônico e debochado, apesar do pouco tempo em cena, já chegou exalando confusão, e eu gosto assim. Vê se aprende, Mr. Mxyzptlk.

PS: Sei que faz apenas um episódio, mas espero que essa fase desempregada da Kara não dure muito tempo. Crise, né, migos?

PS 2: E o Winn proporcionando um mini crossover entre Marvel e DC, ao mencionar Hulk, hein?!

PS 3: Winn dando conselhos amorosos à Kara? Parece que o jogo virou, não é mesmo?

O desfecho dessa confusão dos momentos finais deixo ao meu amigo Álefe Cintra, para ele comentar em sua review do crossover musical aqui no Mix de Séries.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=fn4_QQYFuAg[/youtube]

Tags Supergirl
Eduardo Nogueira

Eduardo Nogueira

Administrador apaixonado por séries e música, sou fã assumido de Friends, e tenho guilty pleasure pelas séries da CW. No Mix sou editor de reality show, cobrindo atrações do gênero como as franquias The X Factor , The Voice, American Idol, entre outros. Faço também reviews das séries Mom, Supergirl, The Good Place, Scream, Fuller House e da brazuca A Garota da Moto. Além disso, deixo vocês sempre atualizados com as nossas Bolhas de Cancelamento, e também escrevo as colunas de Elenco e Teu Passado Te Condena. No tempo que me sobra faço um café para as visitas, rs. Ufa!

No comments

Add yours