Supergirl – 3×03 – Far From The Tree

Supergirl
Supergirl

Imagem: The CW/Divulgação

Será que já devemos dizer que Supergirl caiu na mesma maldição da terceira temporada que ArrowThe Flash? Talvez não, pelo menos por enquanto. Quando M’gann pediu socorro a J’onn, logo fiquei animado, pois finalmente veríamos pra valer o planeta Marte, sem contar que finalmente teria o foco inteiro para o nosso Caçador. Pois bem, acabei me enganando bonito, e não foi nada do que pensava.

Tipo eu até achei bacana a dinâmica entre o personagem e Kara, como por exemplo, a cena em que eles estão dentro de um carro, que na verdade trata-se da nave dele. Por um momento senti aquela energia leve da série de volta, sem mimimis sentimentais, e sem o ar sombrio que os dois primeiros episódios dessa temporada apresentaram. Isso foi um ponto mega positivo, e deixou de lado o plot existencial da nossa protagonista, mesmo que provisoriamente.

Continua após a publicidade

Como disse acima, pensei que o foco seria totalmente em J’onn, mas o casal Sanvers se sobressaiu mais. Com o casamento das duas cada vez mais próxima de acontecer, Eliza retorna a National City, para organizar um chá de cozinha para filha. Sabe a sensação que me dá? Que somente Alex se doa nesse relacionamento. Ok, tem o lance da rejeição dos pais de Maggie, após terem descoberto sobre sua opção sexual, conforme ela revelou na temporada passada, mas ela precisa ser tão estraga prazer? Mesmo que certas coisas a incomodam, tem situações que o melhor a se fazer é tentar se esforçar por aquele que você tanto ama e quer bem.

Imagem: The CW/Divulgação

A prova clara de que a agente se dedica mais, foi a tentativa dela de reaproximar a namorada de seu pai. A intenção foi maravilhosa, e fiquei bem surpreso do personagem ter concordado em aparecer na festa da filha, mesmo já sabendo que o rapaz apareceria na série. Quando Maggie questiona da mãe, cheguei a suspeitar que fosse ela quem não queria se aproximar da policial, enquanto o pai dela tentava se aproximar, mas mais uma vez me enganei legal.

Tudo foi muito rápido, e quando eu achei que o rapaz acabaria aceitando as condições da filha, que a reconciliação seria inevitável, só que mais uma vez fui feito de trouxa. A cena que ele abandona a festa, ao ver Maggie beijando Alex, a sequência foi tudo muito rápido, e em um piscar de olhos lá estava a personagem vendo-o sair de sua vida mais uma vez. Só acho que essa trama poderia ter sido muito melhor explorada, mas é fato que isso não acontecerá. Agora prestem atenção, já estão mexendo os pauzinhos para que role uma crise com Sanvers, com o impasse de uma querer ser mãe e a outra não. Esse plot ainda vai render e colocar a relação delas em xeque sim ou com certeza?

Voltando para aquela que deveria ter sido a trama central do episódio, porém sem sucesso, achei mal executada a história de Marte. Essas cenas me deu sono durante várias vezes, mas dois momentos devem ser destacados, sendo o primeiro deles quando são mostradas as lembranças de J’onn. Esse foi um momento muito emocionante, e deu para ver o quanto ele foi feliz em seu planeta, antes de tudo que aconteceu, e isso acabou resultando na reconciliação dele com seu pai. Outro momento de destaque foi Supergirl chegando para atacar os marcianos brancos, ao som de “Baby One More Time”, da Britney Spears. Pra mim esse foi o melhor momento do episódio, e eu simplesmente chorei de rir.

Definitivamente essa terceira temporada está sendo muito mais emocional que as duas primeiras, mas o bacana que dessa vez explorou esse aspecto em relação a outros personagens, tirando o foco exclusivamente de Kara. Por conta disso, a leveza da série esteve de volta, mesmo que alguns momentos não tenham sido tão bacanas assim. Agora uma coisa que estou ansioso é pra ver como será o desenvolvimento do plot do pai de J’onn na Terra, vamos aguardar.

Tags Supergirl
Eduardo Nogueira

Eduardo Nogueira

Administrador apaixonado por séries e música, sou fã assumido de Friends, e tenho guilty pleasure pelas séries da CW. No Mix sou editor de reality show, cobrindo atrações do gênero como as franquias The X Factor , The Voice, American Idol, entre outros. Faço também reviews das séries Mom, Supergirl, The Good Place, Scream, Fuller House e da brazuca A Garota da Moto. Além disso, deixo vocês sempre atualizados com as nossas Bolhas de Cancelamento, e também escrevo as colunas de Elenco e Teu Passado Te Condena. No tempo que me sobra faço um café para as visitas, rs. Ufa!

No comments

Add yours