Supergirl – 3×06 – Midvale

supergirl

Imagem: The CW/Divulgação

Kara e Alex decidiram tirar um tempo de tudo, e isso com certeza foi a melhor coisa que já aconteceu em Supergirl até agora. Depois dos últimos acontecimentos, envolvendo a irmã de nossa heroína e até a mesma, era o que elas estavam precisando. Eu jurava que seria um episódio filler para encher linguiça, antes dos momentos decisivos pré crossover, mas me enganei lindamente, ainda bem.

Tudo foi trabalhado nos mínimos detalhes, com foco no passado das irmãs Sanvers, tanto que elas mal apareceram quase nos dias atuais. Pudemos ver mais detalhes de como foi difícil para Kara se adaptar com sua nova vida, assim como aconteceu com o Clark também. O lance de não poder revelar seus poderes, ser a “diferentona” da turma, tendo um amigo para estar ao seu lado. A Alex, entretanto, me deu um ranço danado, e me fez lembrar daquela versão insuportável da personagem no começo da série.

Eu gostei que o caso da semana foi justamente relacionado aos momentos de flashback, e ficou claro que desde aquela época, nossa garota de aço já tinha um feeling para o heroísmo. A sensação que tive foi justamente de ver a um episódio de Smallville, só que sem os afetados pela chuva de meteoros. Mesmo assim, rolou uma grande referência à saudosa série que retratou a evolução de Clark Kent até virar Superman, ao citar o tão badalado mural do esquisito, de Chloe (obviamente que o episódio foi gravado antes de estourar o escândalo envolvendo a atriz Allison Mack).

Continua após a publicidade

Imagem: The CW/Divulgação

Outro ponto interessante de ter abordado também, foi os conflitos que Kara teve com Eliza, por conta de seus poderes. Sempre achei a personagem meio afastada de sua mãe adotiva, tipo não que ela guardasse algum ressentimento ou algo assim, mas sempre foi nítido sua proximidade maior com Jeremiah. Acredito que esse episódio serviu para explicar isso também, pois sua vida na Terra foi algo que ela não conseguiu se adaptar, e hoje vemos que realmente o fardo de Supergirl a permite mostrar quem realmente é. Agora, se pararmos para ver, aquele mimimi dela no começo da temporada de que não é humana, apenas foi desencadeamento de algo preso do passado, e não só pelo que ocorreu a Mon-El.

Quem também apareceu no flashback foi J’onn, que teve seu primeiro contato com a nossa protagonista bem antes do que imaginamos. Quando ela supostamente vê sua mãe biológica, por um momento pensei que se trata-se de Astra, mas ainda bem que não foi a vilã, pois fugiria totalmente do rumo que o enredo estava seguindo.

Supergirl nos entregou o melhor episódio da temporada até agora, como uma espécie de Smallville da nossa garota de aço. Espero e muito por mais episódios que possam mostrar mais do passado de Kara e Alex, pois isso foi algo que faltou na temporada passada, já que na primeira tiveram vários da heroína ainda em Krypton. Fica a dica, hein?!

PS: E essa nova Kara jovem, que é a mistura da Melissa Benoist com a Larissa Manoela?

PS 2: Que raios aconteceu com a boca da Erica Durance. Ela sempre foi tão maravilhosa, e chega a ser decepcionante a atriz ter recorrido ao botox. Ficou estranho demais, e mozão é linda demais e não precisa disso.

PS 3: Kara e Alex cantando “The Sweet Scape” juntas! <3

https://www.youtube.com/watch?v=5NSGgpOpQk4

Tags Supergirl
Eduardo Nogueira

Eduardo Nogueira

Administrador apaixonado por séries e música, sou fã assumido de Friends, e tenho guilty pleasure pelas séries da CW. No Mix sou editor de reality show, cobrindo atrações do gênero como as franquias The X Factor , The Voice, American Idol, entre outros. Faço também reviews das séries Mom, Supergirl, The Good Place, Scream, Fuller House e da brazuca A Garota da Moto. Além disso, deixo vocês sempre atualizados com as nossas Bolhas de Cancelamento, e também escrevo as colunas de Elenco e Teu Passado Te Condena. No tempo que me sobra faço um café para as visitas, rs. Ufa!

No comments

Add yours