Supergirl – 3×07 – Wake Up

supergirl
Imagem: The CW/Divulgação
supergirl
Imagem: The CW/Divulgação (Reprodução)

[spacer height=”20px”]

Continua após publicidade

Com um mega crossover chegando na próxima semana, Supergirl não poupou esforços para um aquecimento de titãs. Que episódio, meus amigos. Quando vi o trailer, pensei que o foco seria apenas na volta de Mon-El, mas me enganei totalmente, tanto que estou processando tudo até agora.

Continua após a publicidade

Paralelo a isso, a história de Sam vem evoluindo cada vez mais. Depois do incidente ao levar um tiro na coletiva de imprensa de Lena, a personagem decidiu correr atrás de respostas sobre seu passado. Gente, que personagem mais formidável. A evolução que ela vem tendo é cada vez mais gradativa, e esse episódio para ela foi totalmente decisivo. Só que isso contarei mais para frente, no decorrer dessa review.

Continua após publicidade

Quem teve destaque também foi J’onn, e o plot dele com o pai foi bem interessante. Depois do personagem ter sido resgatado pelo filho, o mesmo meio que foi esquecido no churrasco, mas teve tempo para ser lembrado dessa vez. Espero que ele possa aparecer mais vezes, pois o desenvolvimento da relação deles teve mais progressos, principalmente com o lance deles irem morar juntos. J’onn merece ter esse laço afetivo que se rompeu, após ter perdido sua família.

Imagem: The CW/Divulgação (Reprodução)

O comportamento estranho de Mon-El me incomodou bastante, mas me surpreendi com a reação de Kara. Mesmo se sentindo incomodada com as atitudes do amado, ao invés de sofrer pelos cantos, ela teve pulso firme, mostrando o quanto amadureceu durante o tempo em que o rapaz esteve fora. Nessa hora, meus amigos, cheguei a suspeitar que não fosse o rapaz de verdade, e talvez algum vilão que estivesse passando por ele, ainda mais que depois me veio em mente o lance do chumbo, já que a Terra ainda está radiada.

Continua após publicidade

Seus momentos seguintes com Winn enfim nos levou para o esclarecimento de algumas respostas. Aliás, disse até sobre isso em reviews da temporada passada, mas os dois formam uma dupla e tanto – ainda mais na hora em que Kara dá uma bronca neles. Falando no jovem nerd, ele novamente reinou em diversos momentos, e eu amei por demais. Mas voltando ao que importa, depois de muita relutância, Mon-El finalmente contou sobre seu paradeiro, revelando ter parado no futuro, mais precisamente no século XXXI, e até lá o antídoto para lhe curar do chumbo já terá sido inventado. Com isso, acabamos descobrindo a identidade de uma das outras pessoas que vieram com ele, tratando-se de Imra Ardeen, mas falaremos dela ainda.

Como se não bastasse a série de tiros com a trama do Mon-El, ainda tem a história de Sam para lidar. Galera, pega leve! O desenvolvimento dela nesse episódio foi seu grande momento na série até agora, após descobrir mais sobre sua origem. Ok, o plot merecia mais destaque, mas calma, pois pelo que parece o pós crossover promete ser focado na personagem. Até aqui foi o bastante para vermos mais sobre o começo de sua transição para a vilã Reign, e já sabemos um pouco mais da sua missão na Terra. Já quero mais da sua história sendo explorada, pois depois da incrível atuação de Odette Annable principalmente nos momentos finais, a personagem tem tudo para deixar Astra e Rainha Rhea no chinelo, se tornando a maior vilã de Supergirl.

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!

Os momentos finais do episódio me deixou com o coração na mão, pois Kara se isolou e esteve em um dos piores momentos da sua vida, esperando por Mon-El. Foram sete meses de sofrimento, e então é revelado que para ele se passaram sete anos, e que a tal Imra nada mais é que sua esposa. Ok, ele achou que não voltaria mais para o presente e que nunca mais veria nossa heroína, e não o julgo de ter seguido sua vida. Isso é a prova clara de que Kara devia ter feito o mesmo, ao invés de viver se lamentado pelo que aconteceu. Mesmo assim doeu vê-la arrasada ao descobrir isso. Vem cá minha Supergirl, deixa eu lhe dar aconchego.

Na próxima semana enfim acontece o tão esperado crossover, fiquem atentos com as nossas reviews.

[spacer height=”20px”]

PS1: Com Sam se tornando Reign, há chances dela matar a chata da Ruby? Sei que é errado se isso acontecer, mas não me incomodaria.
PS2: Imra é nos quadrinhos a heroína Saturn Girl, membro da Legião dos Super Heróis, que pelo título dos próximos episódios, deverão se unir. Eu já estou bem animado pra isso acontecer.