Supernatural – 11×07 – Plush

sn 11x07 2

Imagem: Supernatural Tentation/Divulgação

Continua após as recomendações


 

Ok, mais um filler, mas isso não quer dizer que o episódio tenha sido ruim. Muito pelo contrario, adorei o episódio. Xerife Donna de volta na área e se derrubar é pênalti. Curto muito a personagem, parece até brasileira de tão afetuosa. Sabe aquela pessoa que não respeita a linha imaginaria de espaço pessoal de ninguém? Então, essa pessoa é a Donna, e isso é ótimo nela. A personagem te ensina algo bem legal, não tenha medo de mostrar afeto. Quebra teus preconceitos, vai lá e abraça quem é importante pra você (e quando você olhar pra essa pessoa e perceber que ela extremamente desconcertada, abrace de novo.)

Continua após a publicidade

Sentiu falta de Castiel, Crowley, Rowena, Metatron e Amara? Eu não. Mentira, Rowena vem cá e me abraça sua linda.

sn 11x07

Imagem: Supernatural Tentation/Divulgação

Ok, vamos ao que interessa. A trama é simples: um fantasma vingativo caçando os responsáveis pela sua morte. Plush começa com uma pessoa sendo assassinada por alguém usando uma mascara de coelho, bem no estilo Donnie Darkho (a máscara, não o episódio). Por coincidência o caso se passa na cidade da Xerife Donna, que logo chama os Winchesters pois percebe que tem algo estranho. A máscara não sai, o assassino não fala nada e tem uma força sobre-humana. Não demora muito pra Dean e Sam localizar quem doou e descobrir que a máscara é a ligação entre um espírito e o mundo material. Caso resolvido? Não! Um segundo assassinato ocorre, a partir daí uma odisséia para achar todas as fantasias que foram doadas e que faziam que o fantasma assassino continuasse matando. Enfim, apesar do final meio clichê, o episódio foi ótimo. Digno do supernatural que nos cativou durante 11 anos.

Assassinos mascarados são sempre ótimos e usar máscaras amaldiçoadas pro episódio foi uma ótima sacada, fiquei bem surpreso com o nível das fantasias, pois pra mim nunca que aquilo seria usado pra animar festas de crianças. Aquilo é digno de filme de terror. Mas o episódio foi mais que um Friday 13th wannabe. Onde o assassino mascarado, forte e silencioso sai matando desenfreadamente. Foi um ótimo drama, mostrando o que acontece com os “juízes do achismo“ quando uma pessoa morreu porque “acharam” que ele era pedófilo. Pra mim o episódio fez um paralelo com a realidade que vivemos hoje, onde as pessoas tiram conclusões baseadas puramente em um lado da história ou em algo que alguém contou pensando ser verdade. E muitas vezes se escondendo atrás das máscaras das redes sociais agem incitando algo que poderia ser evitado. Infelizmente esse tipo de coisa acontece com mais frequência do que imaginamos. O drama enfrentado por muitos foi representado em Plush, muito bem e quase sem querer.