Supernatural – 12×03 – The Foundry

sn 12x03 2

Imagem: Arquivo pessoal

 

Um filler que não foi filler. Essa foi a minha sensação ao assistir “The Foundry”. Episódio morno com um final surpreendente. Mas mesmo com essa sensação de filler, achei o episódio bem legal, com uma boa trama e bem amarrada.O episódio foi “focado” em como a mamãe Winchester está tentando se adaptar a sua nova vida, depois que foi ressuscitada. “The Foundry” trouxe poucas surpresas e prendeu pouco a minha atenção.

Enquanto Sam e Dean procuram pistas sobre o “braço Britânico” dos Homens de Letras, e Castiel procura pistas sobre Lúcifer, Mary (juro que se o nome fosse Martha, eu parava de assistir) acha que para descobrir seu lugar no mundo tem que voltar a caçar monstros. E para isso, ela descobriu um novo caso. Claro que seus filhos não iriam deixar que ela fosse sozinha, uma viagem de caça em família.  Enquanto Dean se sente cada vez mais a vontade com a mãe, desde paladar parecido até o gosto musical, Sam sente que ela ainda não está 100% no momento.

Continua após a publicidade

Longe dali e como sempre o escape cômico da série, Castiel investiga quem seria o novo corpo de Lucifer. Sei que podiam melhorar o personagem, mas os nomes que ele escolhe como caçador são hilários, Agente Beyoncé foi engraçado demais. Me amarro na interação de Castiel e Crowley. Toda essa mistura do sarcasmo do rei do inferno e da literalidade do anjo mais perdido do mundo é muito legal. Bom, o caso é que Lucifer, apesar de ter gostado do seu novo corpo, ainda não achou o “vaso” ideal e este em questão está se deteriorando.

O plano dele é usar nossa bruxinha favorita junto com o livro dos condenados para tornar este corpo no ultimo que ele vai precisar. Mas Rowena foi mais esperta (e olha que enganar o mestre da enganação não deve ser tarefa fácil); ao invés de ajudar a transformar o corpo de Vince no vaso ideal, a Ruiva conseguiu acelerar o processo de deterioração do corpo e mandá-lo para o fundo do oceano. Vocês tem que admitir que ela foi muito engenhosa, sei que ele vai voltar furioso no futuro e Rowena não vai durar muito tempo, mas que ela foi inteligente ela foi.

Imagem: Arquivo Pessoal

Imagem: Arquivo pessoal

O caso que a família Winchester trabalha envolve um fantasma de um assassino serial que matava crianças. E os fantasmas dessas crianças ficaram presos em uma casa. No momento em que um casal foi assassinado nesta casa em circunstancias misteriosas, a família Winchester parte pra investigação. O caso é resolvido até que de forma rápida, mas só foi resolvido tão rápido por conta da sensibilidade de Mary, que ao ser atacada por uma dessas crianças fantasmas, percebe que existe algo mais do que apenas espíritos de crianças amaldiçoadas. A verdadeira raiz do mal era na verdade o assassino serial que citei a pouco.

Como eu disse, o episódio foi morno, salvo por alguns momentos – como a interação de Castiel e Crowley. E a “vingança” de Rowena contra Lucifer. Ah e claro, não podia deixar de citar o afastamento temporário da mamãe Winchester. Este momento foi triste, mas concordo com o que foi feito. Ela precisa de um tempo para se descobrir de novo, achar seu lugar no mundo. Tenho certeza que ela vai voltar num momento mais oportuno e mais badass do que nunca.

Avatar

Estevão Vieira

Empresário, bilionário, morando na California, super-heroi nas horas vagas.... oh wait! esse é o Tony Stark!!! ¬¬

No comments

Add yours