Supernatural – 12×06 – Celebrating the Life of Asa Fox

Imagem: Youtube/Reprodução
Imagem: Youtube/Reprodução

 

Continua após publicidade

[spacer size = “20”]

Continua após a publicidade

O último episódio de Supernatural cumpriu à risca o lema da família Winchester: “salvar pessoas e caçar coisas. Este é o negócio da família!”. Em “Celebrating the Life of Asa Fox”, Sam e Dean reencontram a amiga Jody Mills (Kim Rhodes), xerife de Sioux Falls, e viajam com ela ao Canadá para o funeral de Asa Fox. Aqueles que acompanham Supernatural desde o início se perguntarão: Quem é Asa Fox? Eu também fiz a mesma pergunta!

Continua após publicidade

Fox era um caçador, famoso por ter matado cinco wendigos em uma única noite. Infelizmente, ele foi supostamente assassinado por um demônio de encruzilhada chamado Jael. Ao chegarem ao velório, os Winchester e Jody ficam surpresos ao perceber que o clima não é de tristeza, pelo contrário, a casa está repleta de outros caçadores que estão ali para celebrar a vida de Asa Fox. Mas, como é de se esperar, a história não termina por ai. As coisas ficam realmente tensas quando a mãe de Dean e Sam, Mary Winchester, aparece inesperadamente.

A presença de Mary causa um impacto negativo sobre Dean, que não consegue entender como uma mãe pode rejeitar os próprios filhos, mas é capaz de viajar quilômetros para visitar um desconhecido em outro país. Na realidade, Asa Fox faz parte do passado de Mary: ela o salvou, quando ainda era um garoto, do ataque de um lobisomem e, por este motivo, ele decidiu se tornar um hunter. Mais uma vez, podemos perceber os problemas que perpassam a família Winchester (que na realidade, parecem ser sempre os mesmos, a série não consegue diversificar). Se antes as animosidades aconteciam somente entre Dean e Sam, agora o foco da discórdia se volta para Mary.

Continua após publicidade

Desde sua volta, no último episódio da temporada passada, Mary Winchester não se mostra muito maternal. Suas reações dão a entender que ela realmente não está curtindo o fato de ter sido trazida do mundo dos mortos para a vida real. Ela se nega a assumir uma postura mais participativa em relação aos filhos. Na verdade, a atitude de Mary é até compreensível, pois deve ser bastante estranho morrer sendo mãe de dois garotos, e acordar trinta anos depois e dar de cara com dois marmanjos. Por outro lado, Dean e Sam são extremamente carentes daquele sentimento de família, de lar aconchegante, e pensaram que o retorno de Mary poderia significar um recomeço. Doce ilusão!

Entretanto, neste episódio, uma chama de esperança se acendeu no meu coração. Durante o velório de Asa Fox, um dos convidados é assassinado e seu corpo é preso ao teto da sala de jogos. Logo, as luzes começam a piscar, um forte cheiro de enxofre se espalha pelo ar e as portas estão todas lacradas. Para nós, experts em fenômenos paranormais, a resposta é bastante evidente: há demônios na área! Na mesma hora os caçadores se reúnem para mandá-lo de volta para o “reino das trevas”. Dean, que estava do lado de fora da casa, percebe que não consegue entrar e adivinhem quem aparece para ajudá-lo: Castiel, Crowley, Bobby? Não, Billie, a ceifeira de almas.

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!

Em um eterno e vicioso clichê, Dean faz um acordo com Billie e ela o coloca dentro da casa. Aliás, os produtores da série poderiam dar um tempo nesta necessidade que os Winchester têm de sempre selarem acordos atrás de acordos com anjos, demônios, espíritos e por aí vai. Lá no início da série esta era uma alternativa interessante, mas agora já parece meio repetitivo, como se qualquer problema pudesse ser resolvido vendendo a própria alma ou prometendo alguma coisa em troca.

De qualquer maneira, o acordo dá certo e, em um exorcismo coletivo, os caçadores conseguem acabar com o demônio da encruzilhada. Mas o melhor vem agora: quando Billie reaparece par cobrar a alma de Mary e levá-la para o céu novamente, a mamãe Winchester se recusa e prefere permanecer aqui na Terra! Yes! Os olhinhos de Dean e Sam brilharam de felicidade e eu, com toda minha capacidade crítica (hehehe), formulei alguns questionamentos para os próximos episódios:

[spacer size = “20”]

  1. Mary permanecerá com os filhos e juntos eles formarão um trio de caçadores, exercendo um papel semelhante ao de Bobby?
  2. Quais serão estas “coisas” que Mary estava tentando reconstituir neste tempo todo que ficou afastada de Dean e Sam? No episódio ela declara que retornou à cidade de Lawrence para “se atualizar das coisas que perdeu”. Que mistério!
  3. Será que teremos a volta de John Winchester à série? Lembrem-se que o ator que o interpretava, Jeffrey Dean Morgan, está atuando em The Walking Dead, como o vilão Negan.

[spacer size = “20”]

A 12ª temporada ainda está no inicio, mas a volta de Mary à série promete muitas reviravoltas. Aguardemos!