Supernatural – 13×02 – The Rising Son

Imagem: CW/Divulgação

O episódio desta semana nos apresentou um novo vilão que os Winchester terão que lidar nesta temporada. Além do Arcanjo Miguel, inclusive na sua versão “realidade paralela”, Sam e Dean acabaram de conhecer Asmodeus, o quarto, e último, Príncipe do Inferno. Só para relembrar a listinha básica da realeza, os quatro príncipes são: o lendário Azazel, Dagon, Ramiel e Asmodeus. Eles são da mesma linhagem de Lilith, aquela que agitou a terceira e a quarta temporadas da série #nostalgia.

Asmodeus chegou para gerenciar o inferno, visto que o trono ficou sem um regente depois que Crowley partiu dessa para uma melhor. Sua entrada triunfal já mostrou que esse cara será osso duro de roer. Ao que parece, ele e o capiroto possuem um passado nada amistoso. Segundo o próprio Asmodeus, há muito tempo atrás, ele libertou os Shedim, criaturas realmente do mal, mas a tentativa de agradar não funcionou e a relação dos dois ficou para lá de estremecida. Entretanto, o último dos Príncipes ainda não se deu por vencido: seu objetivo é encontrar Jack e fazer com que ele o ajude a trazer os Shedim à Terra. E não é que ele quase conseguiu?

Imagem: CW/Divulgação

Continua após a publicidade

Enquanto Dean e Sam tentavam manter Jack a salvo e longe das mãos de anjos, demônios e etecetera, um personagem que eu nem lembrava mais os encontrou: o profeta Donatello! Coitado, a última vez que ele apareceu foi na 11ª temporada, ocasião em que Amara sugou sua alma para descobrir o paradeiro de seu irmão, Chuck/Deus, e vingar-se dele. Donatello revela aos Winchester que sentiu vibrações que há muito tempo não sentia e, então, saiu em seu rastro, acabando por dar de cara com eles. O que o profeta sentiu, certamente, foi o nascimento de Jack. Logo, se Donatello foi capaz de rastrear o garoto, então qualquer um pode fazê-lo. Assim, sabiamente, os irmãos Winchester começam a colocar em prática todas as formas que conhecem para bloquear os inimigos, incluindo a inscrição de símbolos nas paredes e a estilosa tatuagem no peitoral. Nada funciona e Asmodeus consegue alcançá-los.

Tal como um metamorfo, Asmodeus se passa por Donatello e consegue convencer Jack a ir embora com ele para seguir a vontade de Deus: ele deveria trazer os tais Shedim à superfície. O plano quase dá certo, porém, na hora em que os monstros já estavam até com os bracinhos para fora do buraco, Dean, Sam e o verdadeiro Donatello apareceram e revelaram que aquele cara, na verdade, era um demon. Jack prefere ficar do lado dos Winchester e faz Asmodeus desaparecer no ar. Mas, com certeza, ele ainda voltará para atormentar o menino em outro episódio.

Essa nova trama de Supernatural ainda está no comecinho, mas já dá mostras de que será bastante intensa e nostálgica, tal como já revelamos aqui no Mix de Séries. Estou esperando ansiosamente o retorno de personagens queridos e também de Mary Winchester. Senhor Jesus, ela está passando uns perrengues danados! Nesse episódio, inclusive, vimos que ela estará no meio de uma luta intensa entre Miguel e Lúcifer. Só espero que ela se mantenha firme até achar uma maneira de voltar para seus filhos.

Novamente, a única coisa que me deixa chateada é o mimimi do Dean. Aff! Haja paciência! Ele já mandou a real para o Jack de que se o garoto andar fora da faixa, vai morrer. Ai, meu Deus! Estou torcendo para que a volta de Castiel convença todo mundo a gostar do Jack, pois ele parece ser tão gente boa… Aguardemos os desdobramentos da série, hunters!

1 comment

Add yours
  1. Avatar
    Bruno D Rangel 25 outubro, 2017 at 13:21 Responder

    Essa história de Asmodeus estar guardando o lugar pra Lúcifer e seu filho não me convenceram. Acho que ele quer mesmo o inferno pra ele. Espero que ele dure mais do que os irmãos, Dagon e Ramiel.

    O que eu achei estranho foi o fato de Donatello não ter alma, mas permanecer com do mesmo modo. Lembra como Sam ficou quando não tinha alma?

    Só uma correção: o nome correto do príncipe do inferno é Asmodeus.

Post a new comment