Supernatural – 13×03 – Patience

Imagem: CW/Divulgação

Sim, galera, sim! Castiel está de volta! Se você assistiu o episódio da última semana, sabe que estou falando a verdade. Entretanto, o seu retorno foi somente a culminância de uma estória que nem estava relacionada a anjos ou demônios.

Tudo começa quando uma médium foi encontrada morta após ser atacada por um Espectro, aquele monstro que suga o cérebro de suas vítimas através de uma lança em seu pulso. Logicamente, esse é um caso para os Winchester e, na mesma hora, Sam recebe uma ligação da paranormal Missouri (A última vez que a vimos foi na primeira temporada, há mais de 10 anos! A série já está começando a cumprir a promessa de trazer de volta vários personagens do passado, Missouri é apenas a primeira). Porém, ao contrário de pegar a chave do Impala e sair correndo para atender o chamado da paranormal, Sam recruta Jody Mills para resolver o caso, pois a prioridade dos Winchester, nesse momento, seria cuidar de Jack. Infelizmente, Dean não compartilha da mesma opinião e, após aquela discussãozinha básica com o irmão, partiu para tentar ajudar as amigas.

Continua após a publicidade

Missouri logo tem uma premonição de que o tal Espectro irá atacar seu filho e Patience, sua neta. Entretanto, ela omite o fato de que não sobreviverá para rever seus parentes. Dean e Jody encontram os familiares de Missouri e conseguem matar a criatura monstruosa. Nesse momento, é que nos damos conta da ligação da estória com a trama principal: Patience simboliza as escolhas que os Winchester não puderem fazer entre seguir ou desistir da vida de hunters. Dean, Sam e Jack (principalmente!), estão em busca das respostas que os ajude a nortear seus destinos, para o bem ou para o mal.

Imagem: CW/Divulgação

Quando Dean chega ao bunker, ele e Sam (para variar) começam a discutir a relação e, então a sessão do desabafo rola solta. O Winchester mais velho confessa que não acredita na bondade de Jack, que Sam é um hipócrita e que Castiel perdeu sua vida por culpa do filho do capiroto. A questão é que Jack estava ouvindo tudo, e isso fez com algo dentro dele acordasse, provavelmente, a consciência de seu poder e a lembrança das palavras de sua mãe que dizia que um anjo sempre o protegeria. E, então, fez-se a luz: Castiel acordou!

Patience foi um episódio bem dinâmico, dividido entre déjà vus e premonições. É bastante perceptível que, Castiel e Sam formarão um time a favor de Jack, enquanto que Dean jogará como principal adversário. Ainda não ficou claro se ele estará sozinho nessa partida, pelo menos nesse início da série. Para mim, é bastante claro que, se eles não se unirem, Jack passará para o lado negro da força, com certeza! Então, vou mandar um recado para o Dean: “meu filho, para com essa palhaçada! Vamos nos unir!”.

O episódio foi interessante, mas a minha expectativa está no próximo. A volta de Castiel vai colocar aquele gás nessa trama. Vamos começar a conhecer o relacionamento de Jack com Cass, como Dean vai se comportar, como Sam vai lidar com a fúria do irmão e, não menos importante, como será a volta de Lúcifer e Mary. Resumindo, teremos muitas surpresas para acompanhar nesta temporada.

1 comment

Add yours
  1. Avatar
    Bruno D Rangel 1 novembro, 2017 at 16:33 Responder

    Pra mim o episódio só serviu pra matar mais uma personagem que já tinha passado pela história e pra juntar Patience a Jody no spin-off Wayward Sisters, já que Patience vai ser uma das garotas que moram com Jody, Alex, Claire e Donna.

    Se eu não me engano, o décimo episódio de Supernatural é o Piloto de Wayward Sisters.

Post a new comment