Supernatural – 9×22 – Stairway To Heaven

Fora

 

Fora de controle…

Todo mundo esperava o momento em que o Dean iria perder o “controle” que “possuía” sobre a Lâmina (e sobre ele mesmo). Os sinais já haviam sido dados. Castiel e Sam estavam cientes de que coisa boa não ia sair dali, e mesmo que o último tente, em vão, manter Dean longe dela, vemos a transformação por todo o episódio.

Essa semana, a série deixa para trás toda a situação envolvendo Abaddon e Crowley, resolvida na semana passada, e foca na tão temida guerra entre os anjos. Guerra essa, vale lembrar, esperada há muito tempo pelo os fãs da série. De um lado, temos Metatron querendo bancar Deus em um novo Céu construído sob medida – com boliche incluso. Do outro, Castiel, um tipo de “Messias” que quer apenas levar o seu povo de volta para casa (#AjudaLuciano). Nessa historinha, Metatron não poupa recursos narrativos para se dar bem. A virada, em que ele recrutava os “anjos-bomba”, apesar de prevista, leva a um momento interessante: a dúvida que Dean e Sam tem em acreditar, pelo menos em um primeiro momento, no que Castiel diz, é justificada, vide o passado. Mas um pouco de confiança seria bom, né?

A volta de Tessa teria passado em branco por mim já que desde sua última aparição, lá na sexta temporada, não se ouve falar dela. Ver um ponto de vista de uma Cefeira, que tem que suportar os lamentos de todas as almas que ficaram presas a Terra, mostra como a situação está ficando insuportável. (Imagino que o Purgatório e o Inferno estejam funcionando normalmente. Ainda bem…). Achei uma pena descartarem a personagem assim, que sempre poderia ser reaproveitada, mas a Lâmina é “definitiva”…

Se tem algo que Once Upon a Time ensinou é que “mágica sempre vem com um preço”. Lição essa que Sam (e o resto do mundo) entendeu bem; exceto Dean, que tem a necessidade de carregar a Lâmina para tudo que é lado. Pergunto-me se ele está querendo compensar alguma coisa… Gadreel que eu realmente achei que viria a ser útil para o #TeamCastiel – será o sobretudo é a fonte do charme dele? – é vítima de um Dean que não responde mais por si mesmo, chegando até ter ares de vilão.

Apesar de parecer, além da mudança de comportamento de Dean, não tivemos muito avanço neste episódio. Castiel perdeu seus aliados e a chance de ter Gadreel como um. Tudo continua seguindo a história de Metatron. O próximo episódio, “Do You Believe in Miracles?”, tem a função de, além de nos alegrar com mais Carry On My Wayward Son, desenvolver a reviravolta que tirará Metatron de seu plano e encerrar a temporada. Ou não.

PS: Mesmo que os anjos PRECISEM seguir alguém, alguns gostam da “autenticidade” que o nosso mundo oferece.

PS²: Cas entendeu direitinho os sobrenomes que os Winchesters usam disfarçados. Spears e Aguilera. Palmas pra ele. [v_icon color=”#1e73be” size=”18px” target=”_blank” name=”moon-thumbs-up-3″]

PS³: Sam lembrando as várias vezes que passaram por situações como aquela foi um agridoce lembrete de que nada do que estamos vendo aqui é 100% original.

PS do PS:smile

Castiel: Você realmente acredita que nós três somos o bastante?

Dean: Sempre fomos.

Share this post

Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.