Supernatural – 9×23 – Do You Believe in Miracles?

Uivando pra lua

Continua após as recomendações

 

Isso aconteceu mesmo?

Continua após a publicidade

Eu sempre me reservo o direito de ver os episódios dessa série no sábado. Casa vazia, concentração máxima, do jeito que gosto. Parte disso é devido também a um efeito residual de quando a série era exibida na sexta. Com esse episódio, não foi diferente. Claro que ao longo da semana, o jogo de evitar spoilers se intensifica. Imagens são postadas, os fãs querem expressar suas opiniões, etc. Tudo muito normal. Por isso não fiquei chateado quando vi essa imagem em minha timeline. Pelo menos não com a pessoa que a postou.

Quando a vi, logo já raciocinei: “E lá vamos nós para mais uma season finale em que um Winchester aleatório morre, só para ser ressuscitado na próxima temporada…” E todo o episódio colaborou com a minha teoria. Uma das coisas que mais gostei no final de temporada passado era o fato de que ninguém tinha morrido. “Poxa Supernatural, achei que você tinha seguido em frente!” E eles seguiram.

Metatron Marv queria mais que ser Deus. Ele queria ser reconhecido como tal. Sair performando milagres por aí foi o jeito mais fácil que ele achou de ser reconhecido pelo os humanos. (Que o retribuem matando em seu nome, diga-se de passagem.) E ele sair contando no ouvidinho de atropeladas aonde ele faria o seu próximo show só mostra que ele queria encerrar seus assuntos com os Winchesters. E tudo ia seguindo conforme a sua história, mas ele não contava com Castiel. (Pausa dramática…)

A forma “Wookie” usada por Castiel e Gadreel (que não morreu episódio passado, sorry.) de entrar no Céu além de manjada, gritava que não iria dar certo. O sacrifício que este faz para libertar Castiel foi a forma que ele encontrou para se redimir. Kaboom! Quebrar a Tábua dos Anjos não era o objetivo principal de Castiel, e sim expor o que Metatron pensava de seus irmãos e irmãs, que finalmente abriram os olhos. Não para Castiel, que não é nenhum líder, mas para si mesmos.

Até aí, estava considerando a finale ok. “O episódio matando Abbadon tinha sido mais legal…”, “Crowley servindo pra nada no episódio…”, “Tsc, tsc…”. Eu não estava preparado para levar a pancada que levei. Senhoras e senhores, Dean Winchester é oficialmente UM DEMÔNIO! Um dos maiores medos de Dean se tornou realidade. Abro um parênteses para uma cena específica, lá da nostálgica terceira temporada. Peço que coloque em 1:31. Pois é…

Imaginem a possibilidades. Dean se tornando uma das coisas que ele mais despreza? Dean imortal? Dean matando monstros quando ele próprio é um? Dean não abrindo mais a boca pra encher de comida? Infelizmente, não acredito que ele ficará assim para sempre. Seria necessário muita coragem. Muito mais do que a necessária para terem feito isso. Não sei qual a possível solução para esse problema, e enquanto não acham… Vem uivar pra Lua, Dean!

Foi bem legal resenhar essa reta final de temporada aqui no Mix de Séries, e se tudo der certo, voltaremos para décima temporada de Supernatural!

PS: Castiel e Crowley confirmados como regulares na próxima temporada. Yay!

PS do PS: RIP Kevin, Gadreel e Matatron. Esqueci alguém?

Crowley: Talvez milagres aconteçam. Me escute, Dean Winchester. O que está sentindo, não é a morte. É vida. Um tipo novo de vida. Abra seus olhos, Dean. Veja o que eu vejo. Sinta o que sinto. E vamos uivar para a Lua.

Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

No comments

Add yours