Superstar – 2×03 – Audições

superstar-2x03

A segunda temporada de SuperStar começou com tudo, tanto que os dois primeiros programas tivemos bandas incríveis, com níveis de aprovação pra lá de satisfatórios. Será que dessa vez os grupos terão a mesma sorte, e nos apresentarão mais performances memoráveis? O jeito de saber é só conferindo conosco.

 

PERFORMANCES

Continua após a publicidade

 

Radio Radar – “Times Like These” (70%)

Clique aqui para ver a performance.

Ana (65%): Caralho, eu amo essa música!! <3 Gostei da banda, apesar de ser mais do mesmo que costumamos ver. Gostei, subiu no último segundo, no limite. Que venham com autoral!

Edu (30%): Que bagunça gente! Apenas não.

Lety (40%): Ai sabe? Não sou muito fã que banda que não toca música própria, pelo menos na primeira apresentação. É muito fácil pegar um clássico do Foo Fighters, não trazer nada de novo, e fazer uma apresentação segura. Minha torcida eles não ganharam.

Paula (60%): Que roupa é essa da Fernanda? Parece super-herói! Hahaha… mas ela pode né?! Quanto à banda, gostei bastante, som legal. Eu amo esta música do Foo Fighters. Quem sabe da próxima a banda não traz uma canção autoral para merecer mais votos, hein?!

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX: ” level=”49″]

 

Talagaço – “Deixa Ele Beber” (59%)

Clique aqui para ver a performance.

Ana (20%): SOCORRO ESSA TCHÊ MUSIC FAKE! Apesar de gostar de algumas musicas do estilo, Talagaço não é uma delas. Soaram mecânicos, pessoal não gosta de tchê music, principalmente quando se assemelha à um sertanejo universitário. Não subir foi uma boa.

Edu (0%): Não está fácil.

Lety (30%): Olha gente, como boa gaúcha, torci aqui para não passarem e deu certo. Acho um desserviço com a música uma banda como essa, não acrescentam nada, trazem uma versão ridícula da música da nossa terra. Detestei!

Paula (20%): Achei bem ruim viu… e pelo visto a maioria concordou, tanto é que a tela não subiu. A música não empolgou, não soou carismática a banda e não foi nada original. Próximo!

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX: ” level=”18″]

 

Scambo – “Depois de Ver” (84%)

Clique aqui para ver a performance.

Ana (75%): Me soou um Skank das antigas. Gostei da iniciativa de vir com uma autoral, e a presença de palco de todos é ótima. Até então, a melhor da noite.

Edu (70%): A voz dele lembra muito do Marcelo, vocalista do Strike, mas achei meio paradinho. Bacana até, mas faltou um pouco de gás aí.

Lety (80%): Finalmente um pouco de talento e criatividade nessa noite. É um Los Hermanos com uma guitarra mais presente, e isso me trouxe uma sensação ótima. Adorei a banda, e quero ver muito mais.

Paula (80%): Achei bem criativo o som. A banda baiana conquistou os jurados e o público. Confesso que não achei a melhor banda, mas é bacana o ritmo da Scambo. Gostei da baixista mulher. Vamos ver quando for competir com as outras bandas.

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX: ” level=”76″]

 

Menina Faceira – “Te Dar Um Beijo” (49%)

Clique aqui para ver a performance.

Ana (15%): Não dá pra aguentar a presunção de se chamar a maior e melhor banda de forró. Primeiramente, isso é um tecnobrega, e “segundamente”, péssimo tom de voz pra song choice. Se ela tivesse escolhido uma música do Calcinha Preta, mais aguda para o tímbre dela, talvez a tela teria subido.

Edu (0%): Já temos uma “Beyoncé wannabe” do tecnobrega, e esse alguém é a Joelma do Calypso. Próximo!

Lety (20%): JOELMA RESSUSCITOU MINHA GENTE! E que apresentação mais chata hein, por favor! Só acho o seguinte, se eles são considerados pela crítica a “maior banda de forró de todos os tempos” não deveriam nem estar aí né?! Adeus.

Paula (10%): Joelma fake né Let?! kkkkkk… Gente, que coisa brega este aplique. Nem vou dizer da música, que era para ser um forró, mas não foi nada. Ainda bem que não subiu. Menina Faceira, melhor ir para casa! Achei péssimo. Jurados, parem de ser políticos e sejam mais sinceros! Digam NÃO quando deve ser dito!

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX: ” level=”11″]

 

Devir – “Rude / Não Chores Mais” (90%)

Clique aqui para ver a performance.

Ana (80%): Novamente, mais uma banda que vem sem uma autoral. Porém, se deram na song choice, escolheram duas músicas com bom apelo na audiência. Sem contar que a vocalista, apesar de cantar para dentro, tem uma voz ótima. O swing é inegável.

Edu (90%): Obrigado Senhor, finalmente uma performance decente. Algo único e inexplicável, totalmente alto astral e olha se eles continuarem nesse ritmo vão muito longe. Palmas lentas para o grupo, simples assim.

Lety (85%): Black Music com talento preenche o palco hein?! Coisa boa ver bandas dessas no programa, assim como semana passada, são eles que ganham nossa atenção. Eles misturaram duas músicas que ficaram melhores ainda com a voz dela, foi bom demais.

Paula (90%): Só de ter o ukelele já me ganhou. Adoro o instrumento. Apesar de não ser autoral, achei que a banda deu um toque pessoal à música. Gostei da performance e achei original. Adoro as duas músicas e o “remix” ficou legal. Adorei mesmo. Foi bem animador, e até agora a melhor da noite… e pelo visto a maior votação desta temporada! Eita! Segura a Devir aí, gente!

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX: ” level=”86″]

 

Lucas e Orelha – “Presságio” (86%)

Clique aqui para ver a performance.

Ana (75%): Mistura de Claudinho e Buchecha com D’Black. O flow pega direto, admito que julguei sem ouvir, e me queimei. Gostei bastante. Tem futuro!

Edu (80%): Não dava nada a eles pelo estilo “v1d4 l0k4” que aparentaram ter, mas olha foi algo muito bom. Uma música bem gostosa de se ouvir, dá vontade de sair dançando.

Lety (70%): Gente fui cheia de desdém olhar a apresentação dos meninos e me surpreendi positivamente. Cheios de swing, de talento, com uma música ótima, uma letra bem interessante e uma apresentação segura e correta. Foi bom demais mesmo.

Paula (75%): Confesso que não esperava nada da dupla, mas gostei das vozes. A batida é boa, e escolheram bem a música. Bem maduros os meninos. Até me emocionei no final quando eles viram que passaram para a próxima fase. O choro deles mostra que eles são humildes, isso é importante.

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX: ” level=”75″]

 

Supercrow – “Piece Of My Heart” (68%)

Clique aqui para ver a performance.

Ana (70%): Cara, eles cantaram Janis. Sabe o quão dificil é cantar Janis? Eles pegaram uma música dela, incorporaram os elementos da banda. Eu queria demais que essa tela subisse

Edu (50%): Aprendam uma coisa, cantar Janis Joplin não é para qualquer um, e muito menos para um homem, na maioria das vezes. Sem contar que eles estavam muito “arrumadinhos” também para o contexto da música. Tudo errado.

Lety (65%): Olha, a banda é boa, mas não entendi direito o estilo deles, ficou tudo bem parecido com o que a imortal Janis Joplin já fez com essa música – que é o maior clássico dela. O cantor arrasa, mas quem sabe ele deveria tentar The Voice?

Paula (60%): Sinceramente, não gostei muito. Janis Joplin ficou com vergonha. Achei que ele estava um tom a mais, não sei, poderia estar mais afinado talvez. A performance de hoje não foi feliz. Talvez na próxima, Supercrow.

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX: ” level=”61″]

 

Yegor y Los bandoleros – “Corazón Espinado” (80%)

Clique aqui para ver a performance.

 

Ana (80%): ESSE VOCALISTA, EU HEIN?! QUE LOUCURA! Apesar da beleza dele, a banda tem carisma e presença de palco, Maná foi uma boa pedida, apesar de sentir a necessidade de mostrar uma autoral.

Edu (80%): AMO ESSA MÚSICA! O que foi aquela dança do vocalista, achando que estava “sensualizando”? Só não julgo mais pois tentarei fazer, vai que né?! Brincadeiras à parte, gostei muito dos caras, e torço para mais apresentações em salsa, autorais ou não, mas menos danças “calientes”.

Lety (65%): Alguém me explica por que o vocalista queria agarrar o microfone? Muito sexy – até demais para o meu gosto. Pena que não é autoral, porque a banda é muito boa, alegre, divertida, conquista de verdade. Tô querendo ver mais dessa banda.

Paula (80%): Estou encantada com o vocalista que até esqueci de prestar atenção na música. Hahaha. Mas vamos focar. Esta música é muito boa, Maná e Santana, bem dançante. E ele dançou bastante até né.. quase deitou no chão com aquele microfone. Hahaha. Eu gostei do gingado, da animação. Valeu, muchachos!

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX: ” level=”76″]

 

Serial Funkers – “A Batida do Coração” (82%)

Clique aqui para ver a performance.

Ana (80%): Sem medo de errar, a coisa mais gostosa que escutei hoje. A banda com certeza deve ter seu espaço no programa. Chora, Ed Motta, agora é Serial Funkers!

Edu (80%): Já curti logo de cara, sério. Eles possuem um alto astral único, uma energia contagiante e isso são fatores cruciais para uma música de qualidade. Espero francamente que eles continuem com essa linha de estilo, pois eles irão muito longe.

Lety (80%): Quero ir em um show dessa banda, definitivamente. A black music realmente está mandando nesse programa, e eles trouxeram ainda mais pegada e swing para o ranking. Uma música deliciosa de se ouvir, é impossível não dançar junto.

Paula (75%): Bem gostosinha esta música, hein?! Também quero ir em um show deles, Let. A Sandy empolgou até hahaha. Deu uma abrasileirada no funk americano/soul music. Mandaram bem, eu quero saber mais da banda… conquistou seu espaço no programa!

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX: ” level=”79″]

O que acharam dessa terceira noite de audições? Já possui alguma banda favorita? Venha comentar conosco!

Tags SuperStar
Avatar

Team Mix Reality

#TeamReality no Mix de Séries é responsável pelos realities shows.

No comments

Add yours