Superstar – 2×06 – Superpasse

superstar-2x06

Passadas as audições dessa segunda temporada, o Superstar vem agora com sua próxima fase: o Superpasse. Agora as oito bandas apadrinhadas pelos jurados se apresentarão, e duas delas voltam para casa.

Os primeiros grupos que se apresentaram nesse último programa foi do cantor Paulo Ricardo. Chega de conversa, e vamos ver como as bandas do jurado se saíram.

 

Continua após a publicidade

PERFORMANCES

 

Big Time Orchestra – “Meu Erro” (77%)

Clique aqui para assistir o vídeo.

Ana (75%): Gostei da música, mas pra mim não tá dando certo essa fórmula no programa.

Edu (70%): O erro deles foi justamente a escolha da música, mas mesmo assim não foi uma performance ruim. Uma apresentação bem “ok”, que os classificou com folga.

Lety (50%): Aff já tô cansado desses aí. Sim eu entendo a proposta, é ser mais cover, com novos arranjos para músicas bem conhecidas, mas concordo com a Sandy, tá faltando música autoral, tá faltando novidade. Como disse da outra vez, não acho que eles sejam banda para o Superstar, fiquem só com os casamentos e festas de debutantes e tchau.

Paula (70%): Eu adoro Paralamas, adoro esta música e até gosto desta banda. Mas a performance achei bem mais do mesmo. Não achei nada de especial. Bem o que a Let disse mais para casamentos. Se eles vierem com uma música autoral a coisa pode mudar de perspectiva.

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX:” level=”66″]

 

StereoSound – “Será Que Isso é Samba” (76%)

Clique aqui para assistir o vídeo.

 

Ana (60%): A song choice foi melhor do que na semana passada, mas eu ando com preguiça desse estilo. Acho que é porquê tem muitas bandas com esse estilo por aí.

Edu (70%): Gente eu adorei, foi longe de ser espetacular, mas foi muito bom. Gostei dessa vibe louca, bagunçada e até um pouco cagada. Me julguem!

Lety (75%): Nossa muito melhor que o que vimos na primeira apresentação. Agora sim dá para conhecer a banda, e tá aí a diferença quando se toca uma música autoral. Samba-rock na melhor forma, e gaúchos mais uma vez mostrando que somos os reis desse estilo no Brasil. Aha uhull, o samba-rock é nosso!

Paula (80%): Achei bem gostosinho o ritmo, um swing envolvente. A banda soube ousar e misturar rock com samba. Boa escolha, mandaram bem! Agradou a todos!

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX:” level=”71″]

 

Scambo – “Janela” (76%)

Clique aqui para assistir o vídeo.

 

Ana (75%): Ai, gente. Gostosinho! Parece Vanguart, uma pitadinha de indie! Calminha, que iniciou média e virou a melodia bem gostosa! A melhor, até então, da noite.

Edu (80%): Que vibe boa, gostosa de se ouvir. E no fim não achei nem Vanguart e muito menos Skank, e sim uma pegada mais original mesmo, e isso com certeza contará muito a favor deles.

Lety (75%): No início achei bem chatinho, mas quando chegou no refrão evoluiu tanto que me lembrou eles mesmos lá na primeira apresentação. Gostei e eles merecem continuar no programa. E Ana, acho eles mais parecidos com Skank do que com Vanguart!

Paula (75%): A música só empolgou do meio para o final, mas no geral eu curti. A voz do vocalista é gostosinha, envolvente. A pegada da banda é boa e ganha muito por apresentar uma música autoral.

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX:” level=”76″]

 

Falange – “Need You Now / Easy Lover” (82%)

Clique aqui para assistir o vídeo.

 

Ana (35%): Por favor, segunda semana sem autoral. E ainda pegam uma das melhores músicas de Lady Antebellum. Por favor, se matem. E a tela ainda sobe, plmdds! Morre, gente! AINDA DERAM 2%, AI GENT, NÃO SOU OBRIGADA!

Edu (20%): Já ganhou pontos negativos comigo por cantarem essa música chatinha, melosa e batida. Depois quando pensei que fosse melhorar na segunda música, piorou ainda mais. CORROR!

Lety (30%): Assim, agora é oficial, ODEIO ESSA BANDA. Não bastou eles terem cagado com Demons na primeira apresentação, agora eles aparecem e cantam uma das músicas mais insuportáveis do universo, e pior, deixam ela ainda mais insuportável. E para deixar tudo ainda mais terrível, a tela subiu e eles tiraram a nota mais alta da noite até agora.

Paula (60%): Olha, vou dizer que foi melhor que semana passada, mas eles estragaram mais músicas. Need You Now é tão boa e a dupla vocal foi tão fraca. Não sei o que acontece. O repertório é bom, cover é comum mesmo, como Paulo disse, mas eles não fizeram muito bem feito. Deixou a desejar.

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX:” level=”36″]

 

Scalene – “Danse Macabre” (86%)

Clique aqui para assistir o vídeo.

 

Ana (90%): Caralho, Scalene se mostrando ainda mais surpreendente! Praticamente um nu metal, senti uma influência da fase Hybrid Theory do Linkin Park. Tô no chão com a coragem de chegar com um metal, ter personalidade e sambar na cara do resto das bandas.

Edu (100%): JÁ QUERO ESSA BANDA NA FINAL PRA ONTEM! O som dos caras é animal, e mais uma vez eles não decepcionaram. Além do que, eles estão sendo bem espertinhos e usando do programa para divulgar o mais recente álbum deles, lançado há pouco tempo e que está espetacular.

Lety (85%): Eitaaaa que apresentação foi essa? Essa banda está se tornando digna da sua torcida tão apaixonada, é excelente mesmo. Foi uma explosão, uma loucura, eu “bati cabelo” aqui, e amei a letra, o arranjo, a disposição da banda e toda a sua originalidade. Arrasaram!

Paula (90%): Adorei!! Muito bom!! Rock n’ roll!!!  Estes caras são muito bons e esta guitarra? Bombou! Arrasaram demais mesmo. Para mim já está na frente de todas hehehe.

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX:” level=”91″]

 

The Moondogs – “Black & White Woman” (65%)

Clique aqui para assistir o vídeo.

 

Ana (70%): Nhé, gostei mais da song choice da primeira apresentação. Não que essa não tenha sido boa, mas não foi melhor do que a primeira. Adoro o estilo da banda, mas pecou na escolha da música!

Edu (75%): Eu gostei demais, acho essa banda espetacular. Só que a performance infelizmente não foi tão boa quanto da audição, e também não consigo entender a implicância do Thiaguinho com os meninos. Se não fosse por ele, os caras teriam se classificado. Aff…

Lety (75%): Rock com muito estilo e bom gosto no palco do Superstar. Adoro The Moondogs, eles são diferentes de tudo que já vimos nesse palco. É um blues mais moderno, mas delicioso, e infelizmente, para poucos. Claro que o público geral não gostaria, mas eu amei.

Paula (85%): Ai, eu adoro esta banda. Ela me ganhou desde a primeira música. Como diz a Let, ela é para poucos mesmo, o público geral não vai gostar e eu tenho certeza que ela não vai ser a vencedora. Mas curto demais o ritmo deles. Gostosinho demais. E a escolha da música foi boa também. Blues da pegada. Legal demais.

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX:” level=”76″]

 

Supercombo – “Epitáfio” – 84%

Clique aqui para assistir o vídeo.

 

Ana (80%): Na moral, o que tá acontecendo com as bandas? As song choices estão bem fracas. Gostaria de uma autoral, mas Epitáfio foi uma boa. A releitura da música ficou boa. Não nos moldes da primeira apresentação, mas foi boa.

Edu (90%): Achei bem diferente, e divertida essa versão que eles fizeram da música. Jamais pensei que pudessem fazer isso, pois a canção é tão plena e emocionante, que até então não tinha passado na minha cabeça que ela podia ter uma versão mais “alegre”.

Lety (80%): Adoro o que essa banda faz com as músicas, esses arranjos cheios de alegria e esperança. Tudo fica mais bonitinho nas mãos deles, tudo. Só uma pena mesmo que eles não tenham escolhido uma música autoral, já que o maior destaque mesmo foi a letra da primeira apresentação. Só que, mais uma vez, concordei com a Sandy, mesmo fazendo cover, a releitura foi tão incrível, tão original que merece palmas eternas.

Paula (75%): Que fofo que ficou esta versão de Epitáfio. Gostei bastante. Achei bem legal a performance da banda e o cover que fez. A noite de hoje está com boas apresentações.

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX:” level=”81″]

 

Tianastácia – “O Sol” – 70%

Clique aqui para assistir o vídeo.

 

Ana (80%): Morria sem saber que essa música era deles. Só por isso, já merece que essa tela levante. Impressionante como a música criou uma atmosfera gostosa no programa. Merece ficar no programa.

Edu (80%): COMO ASSIM ESSA MÚSICA É DELES? Essa é simplesmente uma das pouquíssimas músicas que gosto do Jota Quest, e olha… ficou bem melhor essa versão “original”.

Lety (85%): Só por eles serem os autores dessa música, merecem é receber um passe direto para a final. A vibe ficou diferente do que já conhecíamos, ficou mais uma cara de anos 80, que quem sabe não tenha agradado muito o público, e até entendo o motivo. Mas para mim eles arrasaram!

Paula (80%): Gente, adoro esta música, muito muito muito mesmo. A letra é linda e tudo mais, mas prefiro na voz do Rogerinho do Jota Quest. Mas também gosto da banda Tianastácia. Entendo o que a Sandy disse. A banda é consagrada, não dá para entender o que eles estão fazendo aí. É até vergonhoso, sabe… não precisavam disso, cara. Passar por estas avaliações, comparações com bandas calouras… eles já são os caras, gente! Fala sério!

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX:” level=”81″]

 

SUPERPASSE – SCAMBO

Clique aqui para assistir o vídeo.

 

Ana: Fiquei com uma peninha da Tianastácia, mas Scambo foi merecedora moral.

Edu: Foi difícil, foi intenso. Mas convenhamos, querendo ou não, Tianastácia já tem certa visibilidade no mercado, principalmente na geração nascida entre o final dos anos 80 e início dos 90. Sendo assim, nada mais justo Scambo ter sido salva. Já The Moondogs, Johnny e cia tem um talento único e estão mais do que prontos para estourarem no cenário alternativo..

Lety: Nunca concordei tanto com Paulo Ricardo do que agora. No frigir dos ovos era Scambo mesmo que merecia ser salva. Tianastácia é boa, mas já é conhecida, The Moondogs é ótima, mas tem um mercado totalmente diferente do público do programa. Eles realmente batalham, sem PAItrocínios ou sem fama já consolidada. Coisa boa que Scambo passou.

Paula: Ai gente que decisão difícil, hein?! Mas acho que Paulo Ricardo fez o mais certo para o programa. O estilo de The Moondogs não agrada o público em geral, apesar que por mim o voto era deles. E tem o lance do pai já ser famoso, logo já tem um empurrãozinho aí para a banda estourar. Já Tianastácia são os caras. Eu fiquei triste por eles, mas como falei ali em cima, eles não precisam passar por isso. Lógico que eles, os coroas do rock, já são reconhecidos como excelente banda e são superstar! Scambo, a banda com ritmo gostosinho foi salva merecidamente, enfim.

 

O que acharam das bandas classificadas? Foi justa escolha de Paulo Ricardo? Venha comentar e debater conosco.

Até a próxima semana!

Tags SuperStar
Avatar

Team Mix Reality

#TeamReality no Mix de Séries é responsável pelos realities shows.

No comments

Add yours