Superstar – 3×03 – Audições

Imagem: GloboPlay/Reprodução

superstar-3x03

Continua após publicidade

Essa semana o Superstar veio com mais bandas prontas para conquistar a cena musical brasileira. Alguns mandaram super bem, enquanto outros deixaram a desejar.

Continua após a publicidade

Vamos ver o que rolou em mais essa semana de audições?

Continua após publicidade

 

PERFORMANCES

Continua após publicidade

 

Diannah – “Poeira da Lua” (59%)

Clique aqui para ver a performance.

Ana (10%): Olar, amigos! Bora com mais uma audição! E começamos com uma apresentação bem ruim, Cristo Rei. A vocalista forçou tanto, que me obriguei a parar de assistir a apresentação.

Edu (30%): Primeiramente quero dizer como Fernanda Linda Lima está maravilhosa nesse domingo, mais que o habitual. Sobre a banda e performance, achei que a vocalista força demais a amizade, e a escolha da música foi bem errada. Por ser um grupo de pop/country, eu acho que eles deveriam ter investido em bandas do gênero, como Lady Antebellum.

Let (15%): Odiei tudo, do look até a song choice. É pop/country, e por isso eu lembrei porque odeio essa mistura, não orna, sabe? Fiquei é bem feliz que não subiu.  

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX:” level=”18″]

 

Negra Cor – “Medley” (83%)

Clique aqui para ver a performance.

Ana (90%): Gente, que vibe maravilhosa! Não precisou virar uma micareta no palco! Os metais combinaram muito bem, com o arranjo desse medley!

Edu (90%): Gente, eu adorei essa vibe deles, bom demais! A forma como eles mesclaram as duas músicas ficou perfeita, deixando tudo contagiante. É incrível essa energia mega positiva que os caras têm, e mereceram por demais chegar a tal porcentagem.

Let (90%): Avisa lá, avisa lá, avisa lá ooh! Agora sim começou o programa, adoro essas bandas cheias de swing que só o Superstar nos traz. Eles já são famosos na Bahia, e agora chegou a hora de conquistar o resto do Brasil.

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX:” level=”90″]

 

Rockscola – “Inútil” (77%)

Clique aqui para ver a performance.

Ana (70%): Me senti naquele filme do Jack Black, Escola do Rock. Essas crianças indo pro Superstar, e eu lutando pra juntar o dinheiro do RU…sobre a apresentação, eu curto muito punk rock, e admito que eles têm uma baita atitude no palco. De certa forma, voltei a gostar dessa música, assim como Let, porque não consigo escutar duas frases que o pessoal da Ultraje a Rigor fala. Se eles trabalharem bem isso, não ficarem só no punk, envergarem para um rock melódico, talvez eles façam sucesso no programa.

Edu (75%): Vou ser bem sincero que até gostei dos garotos, eles têm um futuro muito bom e torço por isso imensamente. Apesar disso, não gostei dessa roupagem meio “punk” desse clássico do Ultraje, pois ficou bem acima do tom para o vocalista, mas mesmo assim foi uma performance muito bacana e quero muito que eles vão para o Top 4 dessa semana.

Let (65%): Minha nota foi meio baixa porque odiei esse menino no The Voice Kids. Fora isso, eles me fizeram voltar a gostar dessa música, que estava odiando ultimamente. Não teve muita novidade, mas eles terão um bom futuro.

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX:” level=”70″]

 

2 Reis – “Repartir” (78%)

Clique aqui para ver a performance.

Ana (70%): Deu sono, mas não vou negar que a parte instrumental estava lindíssima. A guitarra distorcida sempre dá um quê a mais na composição. Eles puxaram muito pro estilo do pai, e isso talvez tenha me deixado um pouco com o pé atrás, pois apesar de gostar do Nando Reis, tem vezes que durmo demais nas músicas dele. Gostaria de abrir um parentese e dizer que Daniela Mercury é completamente de humanas, e parece muito comigo quando escuto uma música que adoro.

Edu (70%): Nunca mais vou achar a Sofia Reis linda, depois de ter visto a cara do irmão dela. A performance senti que foi meio parada, achei que faltou originalidade por parte deles, querendo copiar o pai. Até achei bacana, mas foi muito Nando Reis wannabe, mesmo tendo ele como inspiração (obviamente), só que esperava algo mais “próprio”.

Let (70%): Achei fofinho, mas nada demais. Ficou bem Nando Reis, mas na comparação prefiro o original.

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX:” level=”70″]

 

Playmobille – “Linda Rosa” (86%)

Clique aqui para ver a performance.

Ana (95%): Gente, que maravilha de som! Adorei demais, achei o timbre da voz do vocalista muito parecido com o do Paulo Ricardo! Hoje tá bem interessante o programa.

Edu (100%): O que foi essa banda? Simplesmente amei, e não conhecia essa música antes, mas achei incrível. Os caras destruíram sem dó tudo, com uma apresentação brilhante. Mal consigo expressar direito de tão espetacular.

Let (90%): Que banda maravilhosaaaaa! Já amava essa música com Maria Gadu, e agora com os originais ficou ainda melhor. Eles começaram incríveis, e foram crescendo de um jeito incrível, nunca vi uma banda brasileira assim. O final foi de aplaudir de pé! Só uma coisa estragou e não me deixou dar nota 100, o nome da banda.

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX:” level=”95″]

 

Mato Seco – “Pedras Pesadas” (74%)

Clique aqui para ver a performance.

Ana (70%): Tô bem em dúvida com essa banda. Gostei muito do arranjo dos instrumentos, mas não sei, não bateu aquela identificação. Mas eles são uma banda bem trabalhada.

Edu (50%): Como diria a pensadora contemporânea Gloria Pires, não sou capaz de opinar.

Let (80%): Meio estranho ver Mato Seco aí, afinal eles são uma banda beeem famosa e antiga. Sempre curti essa vibe original deles, e hoje não foi diferente. Foram de música autoral, cheios de swing e pegada, amei demais.

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX:” level=”67″]

 

OutroEu – “Coisa de Casa” (93%)

Clique aqui para ver a performance.

Ana (100%): Nossa senhora, tô destruída e apaixonada por essa banda! Folk é um estilo de música que não tive um contato mais a fundo, mas OutroEu é uma banda que certamente estará em minha playlist. Linda música, o instrumental suave e ao mesmo tempo muito denso, a letra linda… tô sinceramente apaixonada.

Edu (100%): Amei essa pegada folk, apresentação coerente e de qualidade. Como Let disse, o Brasil precisa e urgentemente da expansão desse gênero brilhante, introspectivo, limpo e honesto. Tudo que aliás os caras transmitiram nessa performance, e que já estou mega ansioso em ver os próximos passos deles.

Let (90%): O Brasil precisa mesmo do folk, nós precisamos desse tipo de som mais intimista. A letra foi incrível, linda, toca no fundo. A única coisa que eu queria para amar ainda mais o grupo seria um banjo ali, a la Mumford & Sons, apenas minha banda favorita. Acho que a OutroEu ainda tem muito para nos mostrar, e será lindo!

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX:” level=”97″]

 

Bellamore – “Come Together” (87%)

Clique aqui para ver a performance.

Ana (70%): Olha, sou muito fã de Beatles, e qualquer outra versão que tenha algo mais atual já me desgosta muito. Mas não nego que ficou muito boa a releitura, principalmente com a sintetização. Foi fraca para uma primeira apresentação, mas espero que seja só primeira impressão.

Edu (80%): Quando pegam pra cantar Beatles, costumo ser bem mais crítico do que o habitual. Essa foi uma versão diferente do que já vi das diversas versões já feitas, e até que gostei. Apesar disso, os caras são bons, mas precisam ser cautelosos, pois eles tiveram muita sorte, só que nem sempre dependendo da música escolhida, o resultado poderá ser tão bom quanto esse apresentado.

Let (70%): Come Together” deveria ser proibida de uma vez por todas em realities musicais, JÁ CHEGAAA, não aguento mais versões dessa canção! Juro que esperava muito mais dessa proposta de ~Rock Eletrônico. A banda é boa, mas não me conquistou. E eu tenho certeza que a nota só foi alta porque eles são lindos, CASAVA!

[skillbar title=”MÉDIA DO MIX:” level=”73″]

 

Vocês o que acharam das audições dessa semana? Foi sensata a formação do Top 4?

Venham comentar conosco!