The 100 – 3×05 – Hakeldama

the 100

Imagem: Arquivo pessoal

Continua após a publicidade

 

Sangue não se pagará com sangue.

A guerra, ou a iminência de uma, sempre foi parte fundamental de The 100. Desde o episódio piloto, vimos diversos conflitos acontecerem, mas nunca havíamos visto um como agora. Pike, na condição de chanceler eleito pelo seu povo, conseguiu encomendar sua guerra, mesmo que essa, surpreendentemente, possa não chegar. Pelo menos não da forma que é esperada. Quando digo que nunca vimos um conflito assim antes em The 100, quero dizer que em todos os outros foi fácil escolher um lado. Agora, porém, há uma identificação maior com os Grounders, uma vez que Pike e cia. de certa forma não representam a parcela Skaikru que aprendemos a torcer a favor, desde o início da história.

A Estação de Agricultura chegou para movimentar ainda mais as coisas, colocando em risco tudo o que temos acompanhado ao longo das outras temporadas. Um exército Grounder foi dizimado e uma aliança foi recusada. A consequência mais óbvia seria a retaliação por parte de Lexa, mas Clarke, como sempre, conseguiu interferir no julgamento da Heda, que resolveu dar o primeiro passo para a paz, algo que se torna cada vez mais distante. Não acredito que os outros Clãs aceitarão a decisão tão facilmente. Na verdade, o mais óbvio é que aconteça exatamente o contrário, mas… esperemos. Se Clarke ainda consegue influenciar Lexa, com Bellamy a história é outra. Se dependesse do rapaz, ela teria parado nas mãos do líder cego, Pike. Se não fosse por Octavia, o destino da Wanheda não seria dos mais bonitos. Aliás, todo o comportamento de O. nos episódios anteriores, criticado por mim, inclusive, pode ser entendido como fundamental para a sua participação no movimento de revolta do Arkadia que acontece silenciosamente.

Jaha está de volta e não pareceu se incomodar nem um pouco com o cenário que encontrou. Sua única preocupação continua sendo fazer as pessoas entenderem a importância da Cidade da Luz. Já falei aqui da semelhança entre a cidade misteriosa e o que conhecemos como paraíso, e neste episódio os conceitos se cruzaram mais uma vez. Raven, em meio a tanta dor (física e emocional), cedeu e fez uso da “chave” para a tal cidade, sendo a primeira do Arkadia a poder enxergar A.L.I.E. O que de fato aconteceu com ela, nós ainda não sabemos, mas certamente foi o que também aconteceu com Jaha meses antes. Murphy também deu as caras, mas não pareceu interessado em voltar para o seu povo, preferindo enganar Grounders nas estradas, o que quase lhe custou a vida. A tal “chave”, ao que parece, será responsável por salvar sua vida.

“Halkeldama” foi um episódio morno, mas longe de ser ruim. Seus acontecimentos certamente causarão impactos que poderão ser vistos nos episódios futuros. Até lá só nos resta continuar especulando.

Tags The 100
Avatar

Junior Ferreira

Homem-Aranha em algum universo paralelo.

No comments

Add yours