The 100 – 2×02 – Inclement Weather

0

Continua após as recomendações

Gente, Octavia está des-ma-ia-da.

Se eu já estava achando que a segunda temporada de The 100 tinha vindo destruindo gerações com todas as suas forças, o segundo episódio me fez ficar duas vezes mais chocado e apreensivo enquanto o assistia. Eu não sei nem por onde começo a review, mas vou tentar não me desviar do assunto tanto quanto eu costumo fazer.

Continua após a publicidade

As histórias apresentadas aqui foram de suma importância em todos os aspectos e para todos os personagens. Primeiro de tudo, gostaria de comentar o plot do Jaha, que encontrou um f*cking baby dentro da Arca e estava praticamente fazendo sessões espíritas para tirar a criança de lá. Simplesmente não consigo entender o porquê de ele não ter sequer cogitado a possibilidade do míssil antes, quando estava com aquele monte de gente sendo sacrificada. Aquele míssil tinha espaço para MUITA gente e nem todos precisariam morrer. Isso foi decisão do Jaha, e eu, realmente, espero que todas as suas más ações recaiam sobre a sua consciência em algum episódio mais tarde na temporada. Enfim, Jaha pegou o bebê e foi para o maldito míssil a fim de salvá-lo e não a si mesmo. Admiro a redenção dele, tentando salvar o máximo de vidas possível, mesmo que isso signifique o sacrifício da própria, mas nada justifica o genocídio cometido alguns dias antes. Acabou que tudo não passava de um delírio dele, devido à privação de ar, o que para mim veio como um choque, afinal de contas, o caos ali estava tão grande que eu não duvidava de mais nada.

1Na Terra, o pessoal da Mecha se reuniu com os delinquentes para estabelecer uma nova sociedade. Marcus mal chegou e já foi causando uma filhadaputagem sem fim, descendo o pau em Bellamy e jogando ele na sarjeta com a escória da humanidade a.k.a. Murphy. Não gosto dele nem como líder nem como nada. E, ao meu ver, ele e Murphy, eventualmente, se tornarão best friends forever, mas ainda quero que alguém meta uma bala dentro da cabeça dos dois. Abby e Finn estavam com o dilema de ajudar ou não Raven com a cirurgia, e ela, guerreira como sempre, optou por arriscar para que ela pudesse ajudar o seu povo. Infelizmente, o mundo não é assim e os roteiristas são muito endemoniados. e deixaram a coitada aleijada de uma perna. Estou com dó, produção. #RavenPernadePau.

Eu gostaria de propor uma salva de palmas para Octavia from skai kru, pois a moça merece. Depois que ela inventou de se apaixonar pelo Lincoln, fiquei com medo de ela se tornar aquela aborrecente insuportável de filmes de colegial/séries tão teens que dão nojo, mas isso só a amadureceu e a preparou para tudo que ruim que viesse a acontecer. Ela não confia em estranhos. Ela é ágil. Ela é aquela. Ela é a tal. AMEI quando ela rendeu o Grounder e o levou até a base na aldeia deles, gritando aquela frase dela e bugando porque esqueceu o resto, então vai em inglês mesmo. Aquela macumbêra não estava esperando um ataque tão direto e isso ainda vai dar merda mais para frente, but I don’t care! I love it! Acompanhemos o drama do sequestro do Lincoln, que deve render uma boa história mais para frente.

E, finalmente, chegamos a parte que interessa: CLARKE! Não sei vocês, mas essa guria ganhou meu coração junto com Octavia. Detestava ela na primeira temporada, mas ela chegou dilacerando membros na segunda e com ela não tem vez. A moça se esgueira até pelos dutos de ar para conseguir informações que serão convenientes no futuro e já no segundo episódio descobriu os segredos do Mount Weather. Eu fiquei simplesmente chocado com tanto samba lá no subterrâneo. Era gente se disfarçando de doente (ou doente mesmo, não sei), era um velho com mais cara de psicopata que Dexter, era uma enfermeira que parecia o fofão e Jasper dando uma de adolescente revoltz que não acredita em nada que ela diz. Vamos recapitular: Então o pessoal lá de baixo têm capturado Grounders e os estão usando como ratos de laboratório? HOLY SHIT GIOVANA! Não estou psicologicamente preparado para nada deste tipo e, honestamente, não esperava por essa. Me segurem que eu estou jogado.

Nenhum comentário

Adicione o seu

Tags The 100